Cruzeiro bate Fluminense nos pênaltis e avança na Copa do Brasil

- Em partida marcada com golaço no último segundo a raposa mostrou porque é o "Rei de Copas"

Cruzeiro e Fluminense entraram em campo na noite desta quarta-feira (5), em partida válida pelo confronto de volta das oitavas de finais da Copa do Brasil. Após o jogo de ida ter terminado na igualdade de placar em 1 x 1, no estádio do Maracanã, à três semanas atrás, uma vitória de qualquer lado hoje classificava qualquer uma das equipes. O duelo terminou 2 x 2 no tempo normal, com direito a gol de pênalti e golaço no último lance, a Raposa se deu bem nas penalidade e avançou após a vitória por 3 x 1.

1º TEMPO

Logo aos oito minutos, Brenner foi lançado pela esquerda, o jovem atacante avançou, invadiu a área e após choque com o zagueiro Dedé o jogador caiu alegando penalidade. Rapidamente o árbitro é acionado para rever a jogada no VAR, hora em que consta o pênalti. Paulo Henrique Ganso foi o responsável pela cobrança, o camisa 10 cobrou no canto inferior direito para defesa de Fábio, na sobra Luciano apareceu embaixo da trave e cabeceou para o gol, abrindo o placar, entretanto o gol foi anulado, segundo arbitragem houve invasão na área. Ganso voltou a cobrar no mesmo canto, dessa vez o goleiro cruzeirense pulou para o outro lado, 1 x 0 Fluminense.

Os visitantes permaneciam no ataque buscando o segundo gol, aos 19′, com Luciano que cruzou na área, a bola passou por todos e obrigou Fábio a espalmar para escanteio. Já aos 30 minutos foi a vez do garoto Brenner, que pegou a bola sobrada na entrada da área e arriscou para o gol, a bola subiu demais e foi para fora. Essa foia a última grande chance do primeiro tempo, após isso ambas equipes tentaram mas não conseguiram chegar com perigo aos respectivos gols adversários.

2º TEMPO

Na etapa final o Cruzeiro voltou querendo mudar a história do jogo, aos 13′, após cobrança de escanteio na área, a do Fluminense, a defesa afastou o perigo, mas Ariel Cabral na segunda trave cabeceou para o meio, na cabeça de Thiago Neves, livre em baixo da trave que apenas escorou para o gol, empatando o confronto. Aos 18 minutos, Pedro Rocha recebeu no bico esquerdo da área, o camisa 32 balançou o corpo e driblou Gilberto, porém, o camisa 2 derrubou o atacante cruzeirense originando em penalidade. Sassá foi para a cobrança na marca da “cal”,  o jogador partiu e cobrou no canto direito, para defesa de Agenor que espalmou, na sobra a defesa tricolor afastou o perigo.

Aos 31 minuto, Lucas Romero recebeu do lado direito o jogador invade a área driblando  Caio Henrique que derrubou o cruzeirense, Rafael Tracci mandou o jogo seguir mas rapidamente foi informado para consultar o VAR, feito isso mais pênalti marcado no Mineirão. Dessa vez Thiago Neves foi o responsável pela cobrança, o veterano cobrou no meio do gol e colocou a raposa na frente novamente. A partida caminhava para vitória e classificação cruzeirense, foi ai que no último lance de jogo, foi ai que Daniel levantou na área, o jovem artilheiro João Pedro apareceu livre e de bicicleta marcou um golaço empatando a partida e levando para os pênaltis.

PÊNALTIS

o Cruzeiro começou a série de penalidades com o volante Lucas Silva, o jogador partiu par a bola e de perna direita chutou rasteiro porém para fora. Foi a vez de Ganso ir para os visitantes, o meia cobrou de perna esquerda, a bola explodiu no travessão pára festa da torcida cruzeirense. Romero foi para a cobrança o argentino bateu forte, mas também acertou o travessão. Enfim a rede foi balançada, Caio Henrique cobrou rasteiro no meio do gol e abriu o placar para o Fluminense.

Pedro Rocha partiu, deslocou Agenor e empatou a série de pênaltis. Foi ai que a estrela de Fábio brilhou, João Pedro bateu forte no canto direito, o goleiro saltou e defendeu a cobrança. Sassá partiu para a Raposa, o camisa 99 dessa vez colocou a bola no fundo do barbante. Em sua última a equipe carioca teve Gilberto como responsável, o lateral cobrou forte de perna direita, entretanto a bola explodiu na trave. Foi a vez de Thiago Nevez cobrar, se fizesse os mineiros se classificariam, o camisa 10 não desperdiçou, marcou e colocou o Cruzeiro nas quartas de finais, após fechar a série em 3 x 1.

E AGORA?

Com o resultado o Cruzeiro garantiu a vaga e agora espera o adversário que sairá em sorteio realizado pela CBF, já o Fluminense volta as atenções para Copa Sul-Americana e Brasileiro. Pela competição nacional os mineiros tem pela frente o Corinthians, no sábado 8, às 19h (horário de Brasília) no Mineirão, enquanto isso o Flu mede forças com o Flamengo no clássico Fla x Flu, no estádio do Maracanã, no domingo 9, às 19h.

MELHORES MOMENTOS

 

 

 

 

 

Raphael Almeida

Sobre Raphael Almeida

Raphael Almeida já escreveu 428 posts nesse site..

Raphael Almeida, jornalista 30 anos, apaixonado por futebol, tenho como sonho ser repórter de campo, desde pequeno frequento a várzea de futebol, vendo meu pai jogar. Ali vi que minha vontade era de falar sobre esse esporte, frequentador das arquibancadas do maior palco de futebol paulista. Sou torcedor, mas acima de tudo sou esportista!

BetWarrior


Poliesportiva


Raphael Almeida
Raphael Almeida
Raphael Almeida, jornalista 30 anos, apaixonado por futebol, tenho como sonho ser repórter de campo, desde pequeno frequento a várzea de futebol, vendo meu pai jogar. Ali vi que minha vontade era de falar sobre esse esporte, frequentador das arquibancadas do maior palco de futebol paulista. Sou torcedor, mas acima de tudo sou esportista!

Artigos Relacionados

Topo