Cruzeiro anuncia rescisão com Robinho e Edilson

- Os dois jogadores faziam parte do grupo de jogadores que tinham remunerações acima do “teto” de R$ 150 mil estipulado pelo conselho gestor no início da temporada
Robinho e Edilson juntos no Cruzeiro

Na manhã desta segunda-feira (5) o Cruzeiro fez um anuncio que certamente irá influenciar para o restante da temporada. Isso porque Robinho e Edilson foram avisados do processo de rescisão no clube. Ainda no comunicado, a Raposa diz buscar o acordo de forma amigável, o fim da relação entre as partes. Contudo, o motivo da tal decisão seria por conta da atual situação de muitos clubes pelo mundo, problemas financeiros.

“Infelizmente, devido ao cenário que envolve o clube nos últimos anos, precisamos chegar a essa decisão extrema. Robinho e Edilson são atletas vitoriosos, que contribuíram para o time com grandes conquistas, e nós os agradecemos muito. Mas a realidade e necessidade de austeridade do Cruzeiro daqui pra frente nos impõe essa mudança. Um dos principais compromissos da nossa gestão é preservar a saúde financeira do Clube, e foi isso o que pesou na decisão”, diz a nota oficial do Cruzeiro.

https://twitter.com/Cruzeiro/status/1268907630833143809?s=20

ROBINHO E EDILSON NO CRUZEIRO

Robinho e Edilson faziam parte do grupo de jogadores que tinham remunerações acima do “teto” de R$ 150 mil estipulado pelo conselho gestor no início da temporada. Com salário de R$ 500 mil, o lateral-direito tinha contrato com a Raposa até dezembro de 2020, enquanto o meio-campista, cujo ordenado girava em torno de R$ 450 mil, estava vinculado até o fim de 2021.

O camisa 19 chegou ao Cruzeiro em 2016, depois de um bom ano com a camisa do Palmeiras. O meia viveu altos e baixos, mas tinha uma identificação com o clube, ainda mais pelas saídas de Arrascaeta e problemas com Thiago Neves. Ao todo, foram 180 jogos e 25 gols, conquistando duas Copas do Brasil. Inclusive, em uma delas, contra o Corinthians em 2018 marcou gol na final.

Em contrapartida, Edilson desembarcou em Minas em 2018, para receber um grande salário, após ser bem valorizado no Grêmio. No ano passado passou por alguns problemas físicos, além das lesões na panturrilha, e acabou vendo Orejuela tomar a posição. Entretanto, em 2020 era titular absoluto e gostaria de voltar a elite do futebol brasileiro com o clube. Foram 75 jogos e três gols marcados pelo lateral.

No Campeonato Brasileiro de 2019, Robinho e Edilson ficaram marcados pela péssima campanha que decretou o inédito rebaixamento celeste à 2ª divisão. O Cruzeiro terminou o Campeonato Brasileiro em 17º lugar, com 36 pontos e encerrou um ano manchado por suspeitas de corrupção na administração do ex-presidente Wagner Pires de Sá.

Recentemente, Robinho até se colocou com um dos responsáveis pela queda do clube e disse que se via obrigado em permanecer até o acesso para a Série A. De acordo com o balanço financeiro divulgado pelo clube, foi contabilizado um déficit de R$ 394 milhões na temporada passada.

 Foto: Divulgação/Cruzeiro

BetWarrior


Poliesportiva


Thiago Lopes
Thiago Lopes
Thiago Lopes, 20 anos. Estudante de jornalismo - 6º semestre.

Artigos Relacionados

Topo