Criciúma e Figueirense protagonizaram mais um clássico catarinense na manhã deste sábado (27). Desta vez, o confronto entre os rivais, marcado para às 11h (horário de Brasília), no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, será válido pela 12ª rodada do batidos pelo Paraná. Desse modo, uma vitória é fundamental para ambas as equipes. No entanto, atendem a propósitos distintos, visto que o Tigre flerta com a zona de rebaixamento, o Figueira está de olho no G4.

CRICIÚMA

Situado na 15ª colocação na tabela de classificação, com 12 pontos conquistados, isto é, apenas três acima do Z4, a equipe comandada pelo técnico Gilson Kleina pensa, portanto, somente na vitória. Desse modo, o treinador contará com os retornos do zagueiro Caíque e do meia Eduardo, mas não contará com o volante Liel, suspenso com três cartões amarelos. Assim, Adilson preencherá a lacuna no meio-campo. Contudo, para sair vitorioso o conjunto Tricolor terá que superar suas próprias limitações. Até o momento, o Criciúma soma míseros 36% de aproveitamento nos pontos conquistados. Tal estatística é justificada pela escassez de gols. Os números são assustadores, visto que apenas sete tentos foram anotados. Desses, quatro foram de autoria do centroavante Léo Gamalho, que está confirmado. Além disso, em 12 oportunidades o time foi vazado, isto é, uma média de 1,09 gols sofrido por partida.

FIGUEIRENSE

Depois da parada para a Copa América, o Figueira pode ser caracterizado como sendo uma das boas surpresas da competição. Ocupando a 9ª colocação na tabela de classificação, com 17 pontos somados, a equipe comandada por Hemerson Maria conquistou quatro pontos. Na escalação, a única mudança em relação aos últimos compromissos é no ataque. Matheus Lucas entra na vaga de Rafael Marques, fora por conta de uma pancada na cabeça. Detentor do segundo melhor sistema defensivo do campeonato, tendo sido vazado em apenas sete ocasiões, ou seja, uma média de 0,67 gols sofrido por partida. Assim, o Figueirense aposta na solidez defensiva para alcançar a vitória. Além disso, o ataque balançou as redes rivais 11 vezes.

RETROSPECTO NEGATIVO DO CRICIÚMA

O retrospecto do confronto também é favorável aos visitantes. São quatro vitórias, três empates e uma derrota desde o Majestoso no Campeonato Brasileiro de 2014. Ao todo ocorreram 49 jogos oficiais. Assim, o Criciúma venceu 18 partidas, ao passo que o Figueirense superou seu rival em 21 combates. Ademais, a história registra 10 empates. No geral, o Criciúma já marcou 74 gols neste duelo. Enquanto o Figueirense balançou as redes adversárias 72 vezes.

APOSTA INDICADA

O confronto deve ser parelho, no entanto os visitante devem superar seu rival.

Odds: 1 (2,90)

 

 

 

Pedro Ferri
Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

Artigos Relacionados