Criciúma e Brasil de Pelotas estarão a frente a frente nesta terça-feira (9), em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O pontapé inicial será dado às 20h30 (horário de Brasília) e terá como palco o gramado do estádio Heriberto Hülse, localizado em Criciúma, Santa Catarina. Dessa maneira, os mandantes, com uma vitória e um empate, não perdem há dois jogos. Assim, sonham em escapar do rebaixamento à Série C. Por outro lado, os visitantes vivem momento semelhante ao rival. Embalados depois de baterem o Operário-PR, ficarão, em caso de vitória, ainda mais longe da zona da confusão.

CRICIÚMA

Ocupando a 18ª colocação na tabela de classificação, com 27 pontos conquistados, a equipe comandada pelo técnico Roberto Cavalo pode, caso conquiste os três pontos e uma combinação de resultados aconteça, subir duas posições e, assim, deixar a zona do descenso. Cabe ressaltar que o Tigre figurou entre os quatro piores  por 13 rodadas ao longo da competição. Para isso, o pior sistema ofensivo, com apenas 18 gols marcados, precisará prosseguir com o bom momento. Nas últimas duas partidas, período no qual Cavalo está no comando técnico, três bolas balançaram as redes dos adversários. Assim, a boa notícia é que o Criciúma não terá desfalques, seja por contusão ou suspensão. Desse modo, a tendência é que a mesma escalação que iniciou a partida frente ao Vila Nova seja mantida. Léo Gamalho, artilheiro com seis gols, é a esperança ofensiva da equipe.

Provável escalação: Luiz; Carlos Eduardo, Sandro, Thales e Marlon; Eduardo, Wesley, Foguinho e Daniel Costa; Vinícius e Léo Gamalho. Técnico: Roberto Cavalo. 

BRASIL DE PELOTAS

Ocupando a 12ª colocação na tabela de classificação, com 33 pontos somados, o conjunto, que possui à frente o técnico Bolivar, em caso de vitória, pode ganhar até três posições. Para isso, o ex-jogador do Internacional conta com o zagueiro Leandro Camilo, que anotou os dois gols do triunfo Xavante no último sábado, e também com o goleiro Carlos Eduardo que foi enfático ao afirmar: “Temos que lutar para manter o Brasil na Série B para a próxima temporada. Esse é um objetivo importante que vamos continuar batalhando para conquistar”. A princípio, a única dúvida na escalação está na lateral-esquerda. Logo, caso Pará não reúna condições de atuar, Jatobá preencherá a lacuna.

Provável escalação: Carlos Eduardo; Ricardo Luz, Leandro Camilo, Bruno Aguiar e Pará (Jatobá); Leandro Leite, Eduardo Person, Murilo Rangel e Diogo; Rodrigo Alves e Guilherme Queiroz. Técnico: Bolivar.

https://twitter.com/GEBrasilOficial/status/1181304315903905799

RETROSPECTO

Já foram realizados 20 jogos oficiais envolvendo os dois times, sendo que o Criciúma venceu a equipe adversária em dez partidas. Enquanto isso, o Brasil de Pelotas superou seu rival em oito combates. Além disso, a história registra também dois empates. No geral, o Criciúma já marcou 29 gols neste duelo, enquanto o time do Brasil de Pelotas balançou as redes adversárias 23 vezes.

APOSTA INDICADA

No total, o Criciúma venceu apenas seis partidas, das quais cinco foram em casa, na Série B. Além disso, dos 18 gols anotados pela equipe, 12 tiveram as redes do estádio Heriberto Hülse como destino. Por outro lado, dos seis empates do Brasil de Pelotas, quatro foram conquistados longe de casa. Sendo assim, o empate prevalecerá no placar.

Odds: 1 (3,80)

Pedro Ferri
Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

Artigos Relacionados