Crespo no Futebol Italiano: Ídolo de Parma e Internazionale

Um dos melhores atacantes sul-americanos da história: ambidestro, exímio cabeceador e finalizador preciso. O argentino Crespo atuou boa parte de sua trajetória em clubes do futebol italiano, marcando época no Parma, onde encerrou a carreira. Além disso, ele se tornou o maior artilheiro da história do clube (94 gols). Já na Internazionale, foi onde faturou três scudettos consecutivos na segunda passagem. Teve boas passagens na Lazio e no Milan, e uma apagada pelo Genoa.

PARMA (1996-2000 e 2010-2011)

Tudo começou em 14 de agosto de 1996. No ano, ele foi o responsável por levar o River Plate ao bicampeonato da Libertadores, marcando dois gols sobre o América de Cali na final. Assim também, conquistou a Medalha de Prata pela Seleção Argentina, na Olimpíada de Atlanta, marcando na decisão contra a Nigéria. Dessa forma, sob o comando de Carlo Ancelotti, marcou 12 gols no Campeonato Italiano de 1997, onde o clube amargou o vice para a Juve.

Sendo assim, em 1999, veio o ápice, onde conquistou dois títulos: os bicampeonatos na Copa da Itália, marcando nas duas finais contra a Fiorentina de Edmundo, e sendo artilheiro do torneio com seis gols. Na Copa da UEFA, marcou o primeiro na final, por 3 x 0, sobre o clube francês Olympique de Marselha. Na ocasião, foi eleito o melhor em campo no estádio Lujniki, em Moscou, palco da última Copa do Mundo, em 2018. Por fim, conquistou a Supercopa, disputada em 21 de agosto, assinalando o primeiro na virada por 2 x 1 sobre o Milan, em pleno estádio San Siro.

Desse modo, no início de 2010, aos 34 anos, retornou ao seu primeiro clube no futebol europeu, marcando somente na última rodada do campeonato, na goleada por 4 x 1 sobre o Livorno, em casa. Já na temporada seguinte, sua derradeira! Ele foi o artilheiro do clube, marcando 11 gols. O último, em 11 de fevereiro, sobre o Cesena, no Ennio Tardini, sua casa, encerrando sua brilhante carreira.

LAZIO (2000-2002)

Foi contratado por 51 milhões de euros – a transferência mais cara da história até então. Sendo assim, na estreia, em 8 de setembro, conquistou a Supercopa pela segunda vez na carreira, em uma vitória emocionante por 4 x 3 sobre a Internazionale, do brasileiro Vampeta. Desse modo, logo na primeira temporada, foi o artilheiro do clube, com 28 gols, e do Campeonato Italiano, conquistado pela arquirrival Roma, com 26 gols.

Reprodução/ S.S. Lazio
Reprodução/ S.S. Lazio

INTERNAZIONALE (2002-2003 e 2006-2009)

Em 31 de agosto de 2002, após o fracasso na Copa do Mundo com a Seleção, Crespo foi contratado pelos Nerazzurri, que procuravam um substituto para o brasileiro Ronaldo Fenômenoque foi para o Real Madrid. Sendo assim, amargou o vice-campeonato para a Juve e a eliminação na semifinal da UEFA Champions League para o arquirrival Milan.

https://www.youtube.com/watch?v=8LEY6OUp5To

Após disputar uma boa Copa do Mundo na Alemanha pela Seleção, voltou a defender as cores nerazzurri. Sendo assim, a reestreia triunfal ocorreu em 26 de agosto de 2006, conquistando a Supercopa, marcando o terceiro gol na vitória por 4 x 3 sobre a Roma, no estádio San Siro. Dessa maneira, totalizou 14 gols no título italiano. Nos anos seguintes, mais dois Scudettos foram levantados.

MILAN (2004-2005)

Após ser campeão  inglês no Chelsea, voltou para a cidade de Milão, desta vez para o arquirrival. Conquistou mais uma Supercopa, em 21 de agosto, na vitória por 3 x 0 sobre a Lazio, seu ex-clube, em hat-trick de Shevchenko, entrando no lugar de Tomasson e substituído pelo brasileiro Serginho. Dessa maneira, Crespo marcou dois gols no primeiro tempo da final da UEFA Champions League, mas, inexplicavelmente, o time sofreu um apagão na etapa final, levando o empate em 3 x 3 e perdendo o título nas penalidades.

Reprodução/ Getty Images
Reprodução/ Getty Images

GENOA (2009-2010)

Sendo assim, em 2009, Crespo foi contratado pelo arquirrival da Sampdoria, onde teve o compatriota Palacio como parceiro de ataque. Dessa maneira, no Campeonato Italiano, foram míseros cinco gols em 16 partidas.

Foto Destaque: Reprodução/Facebook

Renan Silva
26 anos, natural de Osasco. Graduado em Jornalismo pelas Faculdades Integradas Rio Branco. Apaixonado por Esportes e Rock n Roll, durante a infância jogou Futebol de Salão e na adolescência praticou Artes Marciais. Sempre teve gosto pela leitura, sendo um fã assíduo das revistas TATAME e PLACAR (da qual possui coleção até hoje).

Artigos Relacionados