O Coritiba ainda não tem certeza de quando irá estrear na temporada de 2021. A primeira partida diante do Cascavel CR no Couto Pereira, válida pela primeira rodada do campeonato estadual não aconteceu, em função do decreto do Governo Estadual que impôs um lockdown até o dia 08 de março. Portanto, essa combinação de fatores atrapalhou os planos e o planejamento do Coxa.

Além do duelo frente ao time cascavelense, a partida diante do Maringá, válida pela segunda rodada, também será postergada. Com isso, paira sobre o ar uma grande indefinição sobre quando o time do técnico Gustavo Morínigo irá estrear. Há a possibilidade do time estrear já na Copa do Brasil. Contudo, ainda não é possível garantir, visto às indefinições sobre o Campeonato Paranaense.

Caso disputada, a partida marcaria o início de uma temporada que promete ser intensa e cheia de desafios para o time paranaense. Rebaixado para a Série B e sob nova gestão, a equipe vem apostando na mescla entre jogadores jovens e experientes. Entretanto, a saída de titulares como Sabino, Hugo Moura e Robson promete acirrar a briga por posições entre os contratados e remanescentes.

Enquanto a Federação Paranaense de Futebol não confirma como ou se os próximos irão acontecer, o Coritiba segue se preparando para o início da temporada. Há a possibilidade de que o clube anuncie a contratação de novos jogadores, como Robinho e Willian Farias. Portanto, caso isso ocorra, a tendência é a de que ambos sejam integrados o amis rapidamente ao elenco.

Foto destaque: Coritiba/ Reprodução

Lucca Smarrito
Lucca Smarrito
Desde pequeno sou apaixonado por esportes, principalmente futebol. Decidi fazer Jornalismo justamente porque amo escrever e trabalhar nesta área, principalmente a qual eu sonho, seria fantástico. Já participei da cobertura de um jogo da Suburbana de Curitiba em 2019 como comentarista, através de um projeto ofertado pela Universidade, além de ter escrito artigos de opinião e participado dos programas esportivos de rádio do curso. Também tenho uma página no Instagram não oficial sobre meu time. Acredito fielmente na importância do mesmo como um instrumento de inclusão social e fortalecimento de laços dentro da nossa sociedade, bem como a formação do caráter de um ser humano e sua capacidade de apaixonar e socializar. Sou estudante do segundo ano de Jornalismo da PUC-PR e tenho o objetivo e é claro, o sonho, de cobrir grandes eventos do mundo esportivo, tais como a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos. Sou uma pessoa extremamente dedicada e estou sempre interessado em aprender coisas novas, para adquirir o máximo de conhecimento possível nesta profissão tão incrível como o Jornalismo.

Deixe uma resposta