Antes da reapresentação do elenco no CT Joaquim Grava após a derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG – visando se precaver de novos casos de Covid-19 – o Corinthians realizou 105 testes para diagnosticar possíveis novos casos de Covid-19 no clube. Assim, dentre os testados estão jogadores, comissão técnica e todos funcionários do CT Joaquim Grava. Contudo, nenhum dos 105 deu positivo.

Na última semana, o meia Mateus Vital e atacante testaram positivo para o vírus e ficaram 14 dias afastados das atividades no CT. Isso acendeu um sinal de alerta dentro do clube, por conta também do cenário vivido por alguns clubes brasileiros, que tem sofrido com os inúmeros infectados nos últimos dias, como é o caso dos arquirrivais Palmeiras e Santos.

Dessa forma, o Alvinegro intensificou o trabalho de prevenção. Em nota oficial divulgada hoje (16), o Timão alegou  que novos testes serão realizados na quinta-feira. Na apresentação do elenco após o período de isolamento social, ainda em julho, cerca de 22 jogadores do plantel estavam com o vírus ativo no organismo ou com anticorpos, o que significa que em algum momento já estiveram em contato com à Covid-19.

REAPRESENTAÇÃO NO CT E SEMANA LIVRE

O elenco corintiano se reapresentou com novidades: o atacante argentino Mauro Boselli iniciou a transição para o campo após se recuperar de uma pubalgia, além de Gabriel Pereira, meia recém promovido da base, que também está no processo de transição para o campo.

O técnico Vagner Mancini contará os retornos de Xavier – que volta de suspensão – Fabio Santos, que ficou fora do duelo contra o Galo por questões contratuais, e Otero, que esta com a seleção venezuelana, mas retorna quarta ou quinta-feira.

O Corinthians tem a semana livre para trabalhar e volta à campo somente no domingo contra o Grêmio, às 20:30 (Horário de Brasília), na Neo Química Arena, em jogo válido pela 22ª rodada do Brasileirão 2020.

Foto Destaque: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Gabriel Ricardo
Gabriel Ricardo
Instagram: @gabriel_ricardo77 Meu nome é Gabriel, sou estudante de jornalismo pela UNIP. Fascinado por esportes, futebol principamente, e fã da resenha e dos debates, percebi desde cedo que jornalismo seria o caminho que eu iria trilhar. Com o amor pelo futebol e vivência na arquibancada, vi e sinto na pele que o futebol é muito mais que 11 contra 11. E é essa mensagem que tentarei transmitir a todos enquanto me for possível.

Artigos Relacionados