Corinthians e sua busca por títulos

Por Letícia Rizzo

Depois da conquista do Hexa do Brasileirão, o Corinthians começa a desenhar seus novos objetivos. Em janeiro, além do começo do Paulistão no fim do mês, tem também o curto torneio internacional Florida Cup. O campeonato, que acontece do dia 10 a 20 de janeiro, conta com nove equipes para sua segunda edição e tem um objetivo preparatório para os times que participam dele.

O Corinthians é um dos clubes do torneio, do qual participam também os brasileiros Internacional, Fluminense e Atlético Mineiro. Que concorrem ao título com os alemães Bayer Leverkusen e Schalke 04, além do Shakhtar, da Ucrânia, Independiente Santa Fé, da Colômbia, e o americano Fort Lauderdale Strikers.

Disputada num dos principais pontos turísticos dos Estados Unidos, a competição terá três sedes, o complexo do Wide World of Sports, o Lockhart Stadium (Strikers) e o Florida Atlantic University. Com a programação já definida, o time paulista entra em campo pela primeira vez no dia 17 de janeiro contra o clube mineiro Atlético-MG, no Florida Atlantic University (14h). E no dia 20 de janeiro, o time joga contra o ucraniano Shakhtar, no Wide World of Sports (18h45).

Cada clube disputa dois jogos e, depois das nove partidas, o time que conseguir o maior número de pontos e saldo de gols será definido o campeão do torneio. No começo desse ano, o clube alvinegro ficou com a terceira colocação. Será que depois da conquista do Campeonato Brasileiro de 2015, o Corinthians embala mais uma vitória, dessa vez em terra americana?

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Letícia Rizzo
Estudante de jornalismo, divido minha vida entre atividades na faculdade ou ligadas à ela, como estágio, atlética de comunicação, bateria universitária. Sou apaixonada por esportes e tenho uma queda pelo esporte mais brasileiro de todos, o futebol. Péssima com a bola nos pés, decidi praticar outras atividades, como o basquete, no momento, mas não deixo de acompanhar qualquer partida de futebol que posso, seja do meu time ou não. Creio que a escolha da profissão tenha me ajudado a seguir tão perto desse gosto que tenho em acompanhar o esporte. E assim pretendo seguir por muito tempo, lado a lado com essa paixão nacional.

    Artigos Relacionados

    Topo