Corinthians e Galo criam chances, mas não saem do 0x0 em Itaquera

Corinthians e Atlético Mineiro empatam sem gols nesta quarta-feira (05), em Itaquera, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Está foi a sexta partida seguida que o alvinegro paulista saiu de campo sem a vitória na competição. Com grandes oportunidades criadas pelas duas equipes, principalmente a mineira, os 17.371 torcedores presentes na Arena, pior público da história do estádio, viram seus times finalizarem com perigo várias vezes, mas sem êxito.

O Corinthians iniciou a partida com uma boa chance. Logo no primeiro minuto, o atacante Gustavo recebeu livre de marcação o cruzamento de Rodriguinho e cabeceou por cima do gol. Robinho tentou surpreender Walter chutando de longe, mas não houve perigo algum para o goleiro corintiano. O atacante atleticano tentou novamente aos 8, finalizando para a linha de fundo. A primeira chance clara da partida veio dos visitantes. Robinho deu um belo passe por trás defesa corintiana para o atacante Hyuri, que saiu livre na área e chutou em cima do goleiro adversário aos 16. O alvinegro paulista chegou a abrir o placar com Gustavo, porém o árbitro marcou falta do atacante no zagueiro Gabriel. Hyuri perdeu uma nova grande oportunidade aos 28. Ao receber mais um bom passe de Robinho, o atacante do Galo saiu frente a frente com Walter outra vez, mas desta vez Hyuri chutou mal, e a bola nem tomou a direção do gol. A defesa dos donos da casa parecia querer dar trabalho para seu goleiro. Aos 34, foi a vez do atacante Clayton sair livre na área de Walter e finalizar, obrigando o goleiro a fazer uma bela defesa. As últimas chances de gol do primeiro tempo vieram dos donos da casa. Aos 45, Gustavo deixou de letra para Marquinhos Gabriel mandar rasteira da linha de fundo e Rodriguinho chegar de trás e bater para fora. No minuto seguinte, Marlone teve espaço e de fora da área tentou o arremate, mas a bola passou por cima do goleiro Victor.

Gol mal anulado de Gustavo

O meia Marquinhos Gabriel se livrou da marcação de Fábio Santos, ex-Corinthias, e cruzou para dentro da área. O atacante Gustavo chegou por trás de Gabriel e cabeceou firme para balançar as redes em Itaquera. Porém, o juiz assinalou a falta de Gustavo no adversário ao cabecear a bola, interpretando um contato faltoso do camisa 9 corintiano. “Não entendi o que ele deu. Bola estava quase dentro do gol”, disse o atacante no intervalo. “Eu perguntei o que eu fiz. Ele disse que eu empurrei”, complementou.

O Corinthians começou a segunda etapa assustando Victor. Com apenas dois minutos do recomeço da partida, Marquinhos Gabriel encontrou Marlone livre na ponta direita da área. O meia cortou para o meio e chutou forte, no contrapé do goleiro atleticano, que apenas olhou a bola passar perto de seu gol. Superior em relação a seu adversário, a equipe paulista seguia dominando o segundo tempo, criando mais chances. Uma delas com Rodriguinho, que girou em cima da marcação e finalizou para a defesa de Victor após boa jogada de Gustavo aos 15. O meia corintiano tentou novamente aos 23, mas desta vez de bicicleta. O Atlético levou perigo em um contra-ataque com o lateral direito Carlos César, quando seu cruzamento tomou a direção do gol e quase surpreende Walter, que fez a defesa aos 27. A situação dos donos da casa pareceu melhorar aos 34, quando Leandro Donizete foi expulso após receber o segundo cartão amarelo por cometer falta dura em Rildo. Em vantagem numérica, o Corinthians seguiu pressionando, empurrando o time adversário inteiro para a defesa, mas sem conseguir oportunidades claras. O drama do torcedor presente na Arena durou até os 48, quando o árbitro apitou o final da partida depois da cobrança de falta de Giovanni Augusto.

Marquinhos Gabriel faz fila!

O meia corintiano, considerado “o driblador” do elenco, fez jus a seu apelido. Marquinhos Gabriel driblou três marcadores na mesma jogada, direito à elástico. Na hora de cruzar, Fábio Santos, o primeiro a ser driblado no lance, conseguiu se recuperar e desviar a bola para escanteio.

O empate não foi bom para nenhuma das equipes. O Corinthians não conseguiu se aproximar do G6, estando a três pontos de diferença deste grupo e podendo ver esta distância aumentar até o término do fim de semana. Por outro lado, o Atlético Mineiro manteve-se distante do Palmeiras, estando no momento quatro pontos atrás do líder do campeonato. O alvinegro paulista enfrenta na quarta-feira (12) o Santa Cruz, às 21:45h. Já o Galo tem um derby pela frente, contra o América Mineiro na próxima quinta-feira (13), às 19:30.

Guilherme Papa

Sobre Guilherme Papa

Guilherme Papa já escreveu 268 posts nesse site..

Guilherme Papa é estudante, de 21 anos, da turma do 5º semestre de Jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo. Completamente louco por futebol, tem como objetivo transmitir informações do mundo da bola da melhor maneira possível.

BetWarrior


Poliesportiva


Guilherme Papa
Guilherme Papa
Guilherme Papa é estudante, de 21 anos, da turma do 5º semestre de Jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo. Completamente louco por futebol, tem como objetivo transmitir informações do mundo da bola da melhor maneira possível.

Artigos Relacionados

Topo