Coréia do Sul

No começo desta quinta-feira (7), a Coréia do Sul recebeu a Síria em confronto válido pela 3ª rodada da 3ª fase das Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2022. Com sofrimento, os sul-coreanos bateram os adversários pelo placar de 2 x 1, com gol salvador de Son já nos minutos finais.

ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DE CORÉIA DO SUL X SÍRIA

1° TEMPO: PRESSÃO DOS MANDANTES

A etapa inicial foi toda da Coréia do Sul. A seleção da casa teve grande parte da posse de bola e pisou muito mais na área adversária, chegando até a acertar uma bola no travessão e perdendo outras chances com chutes que acabaram tomando o destino errado. Por outro lado, a Síria pouco fez.

2° TEMPO: VITÓRIA NO FIM

Não demorou muito para que a pressão sul-coreana fizesse efeito no começo da etapa final. Aos dois minutos, Hwang In-Beom arriscou um chute de esquerda, cruzado, e não deu chances para o goleiro adversário. Por outro lado, o tento marcado diminuiu o ritmo dos mandantes que quase levaram o empate no chute de Khribin, que parou na defesa de Kim. Contudo, o arqueiro nada pôde fazer quando o mesmo atacante aproveitou sobra na área e soltou o voleio no canto direito alto, deixando tudo igual.

Entretanto, quando tudo parecia definido na capital da Coréia do Sul, a estrela de Son brilhou. O camisa 7 do time da casa recebeu livre dentro da área, aos 43′. Assim, só teve o trabalho de tocar para o fundo do gol e garantir o triunfo dos sul-coreanos.

https://twitter.com/theKFA/status/1446096632118857728

CORÉIA DO SUL X SÍRIA – E AGORA?

Decerto, o resultado positivo manteve a Coréia do Sul em uma das vagas diretas para a Copa do Mundo. Assim, o país aparece com sete pontos, em 2° lugar, logo atrás do Irã. Enquanto isso, a Síria fica na última posição, com apenas um. A saber, os sul-coreanos visitam os iranianos na próxima terça-feira (12), enquanto que os sírios recebem o Líbano, no mesmo dia.

Foto Destaque: Divulgação/Coréia do Sul

Renan Liskai
Muito prazer! Sou Renan Liskai, paulista, natural de Santo André. Desde 1998 falando, respirando, sorrindo, chorando e enlouquecendo por futebol. A vida de goleiro não deu certo, mas o jornalismo sempre esteve ali. Descobri que se não podia estar dentro de campo ou das quadras, eu poderia estar do lado de fora, mas sempre vivendo tudo isso. Sou daqueles que não perde um jogo de futebol por nada, seja ele qual for. Costumo dizer que esse esporte é assunto mundial e que não há uma pessoa no mundo que nunca tenha falado sobre tudo que acontece dentro e além das quatro linhas. Assim como todo mundo, carrego uma história e experiências. Sou filho, irmão, neto, amigo e sempre serei um eterno aprendiz dessa vida.

Deixe um comentário