Coréia do Sul x Iraque

Na manhã desta quinta-feira (2), a Coréia do Sul recebeu o Iraque em duelo válido pela estreia da 3ª fase das Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2022. A princípio, os donos da casa pressionaram a todo instante, mas não conseguiram furar o grande bloqueio defensivo armado pelos visitantes. Assim, cada país acabou somando um ponto ao final do jogo.

ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DE CORÉIA DO SUL X IRAQUE

1° TEMPO: PRESSÃO SUL-COREANA

Os primeiros 45 minutos foram de total domínio da seleção da casa. Assim, com a bola, a Coréia do Sul tentou de todas as formas ir às redes adversárias. Entretanto, quando não parou na defesa e no goleiro adversário, acabou cometendo erros inacreditáveis. No lance mais perigoso, Son bateu um escanteio para a área, o ataque sul-coreano ganhou pelo alto, mas um zagueiro iraquiano salvou em cima da linha. Na sobra, Lee teve a chance de estufar as redes, porém acabou isolando. Por sua vez, o Iraque tentou chegar somente através de cruzamentos e bolas longas, mas sem sucesso.

2° TEMPO: FALTOU PRECISÃO

A volta do intervalo repetiu o que foi a etapa inicial. Dona do jogo, a Coréia do Sul continuou martelando em busca do gol, mas novamente se deparou com uma defesa disposta a todo custo evitar isso. Na melhor chance que tiveram, os sul-coreanos viram Talib aparecer bem posicionado para defender o cabeceio de Hwang Hee-Chan. Enquanto isso, o Iraque passou os 45 minutos finais apenas se defendendo e de novo apostando na bola área no ataque, mas sem qualquer perigo. Assim, o duelo se encerrou em 0 x 0.

https://twitter.com/theKFA/status/1433413688354955268

CORÉIA DO SUL X IRAQUE – E AGORA?

Decerto, o empate não era o resultado esperado, principalmente pela seleção da casa. Sendo assim, cada país somou um ponto e aparecem iguais na tabela. Na próxima rodada, a Coréia do Sul vai receber o Líbano, na terça-feira (7), às 8h (horário de Brasília). Enquanto isso, no mesmo dia, o Iraque encara o Irã, em casa, às 15h (horário de Brasília).

Foto Destaque: Divulgação/Iraque

Renan Liskai
Muito prazer! Sou Renan Liskai, paulista, natural de Santo André. Desde 1998 falando, respirando, sorrindo, chorando e enlouquecendo por futebol. A vida de goleiro não deu certo, mas o jornalismo sempre esteve ali. Descobri que se não podia estar dentro de campo ou das quadras, eu poderia estar do lado de fora, mas sempre vivendo tudo isso. Sou daqueles que não perde um jogo de futebol por nada, seja ele qual for. Costumo dizer que esse esporte é assunto mundial e que não há uma pessoa no mundo que nunca tenha falado sobre tudo que acontece dentro e além das quatro linhas. Assim como todo mundo, carrego uma história e experiências. Sou filho, irmão, neto, amigo e sempre serei um eterno aprendiz dessa vida.