México e Suécia lideram grupo F com três pontos e mesmo saldo de gols (um) e Alemanha e Coreia do Sul ocupam o terceiro e quarto lugares, respectivamente, sem pontos e sem gols. No segundo jogo da primeira fase, Tricolor e Tigres Asiáticos se enfrentam para decidir quem continua na competição já que qualquer resultado pode: ou deixar os mexicanos sossegados para o terceiro e último jogo ou oferecer mais um suspiro para os sul-coreanos tentarem a classificação para a próxima fase do Mundial. Por tanto, ganhar é primordial para ambas seleções. A disputa acontece neste sábado (23), às 12h (horário de Brasília), na Arena Rostov.

COREIA DO SUL

Mesmo com a derrota de 1 x 0 no jogo de estreia, a Seleção fez frente à Suécia, aproveitou sua habilidade de rapidez e manteve um bom desempenho em campo impedindo contra-ataques suecos. Se compararmos com a geração da Copa de 2002, quando a Seleção atingiu seu ápice chegando à semifinal na competição, a esperança para 2018 está em dois jogadores: o meia Ki Sung-yueng e o atacante Son Heung-Min.

Apesar de não realizar lances comprometedores no último jogo, contra a Seleção do México será necessário fazer diferente. Só a vitória interessa pela luta de continuar na Copa do Mundo. O técnico Tae-Young Shin sabe dessa necessidade para evitar a volta antecipada para casa: “O que posso dizer é que vamos ter que dar um jeito de ganharmos do México e depois da Alemanha. Mas como a tarefa não pode ser considerada tranquila, vamos pensar em uma de cada vez”.

Após lesão na coxa direita, o lateral Park Joo-Ho está fora da competição, dando lugar ao Kim Min-Woo. O atacante Son Heung Min, com maior qualidade técnica do time, pretende ser a diferença no jogo.

Resultado de imagem para coreia do sul e suécia
Coreia do Sul perde em seu jogo de estreia contra Suécia por 1 x 0, gol marcado por Granqvist (Reprodução/Tribuna do Norte)

Possível Escalação: Kim Seung-Gyu; Lee Yong, Jang Hyun-soo, Kim Young-Gwon e Joo-Ho Park; Lee Jae-sung, Koo Ja-Cheol, Ki Sung-yueng e Lee Seung-Woo; Son Heung-Min e Hwang Hee-Chan.

 

MÉXICO

Protagonista da principal zebra da primeira rodada na Rússia, a Seleção precisa pelo menos manter o mesmo nível do jogo contra os alemães para permanecer na liderança do grupo e partir para a segunda fase.

O técnico Juan Carlos Osorio tem certa preocupação para o jogo contra a Seleção Sul-Coreana, mesmo com o triunfo de ter abatido os alemães: “Nós não podemos ficar pensando no que aconteceu no jogo passado, pois ele já aconteceu e temos uma Coréia do Sul perigosa pela frente, acostumada a jogar Copas do Mundo e que já foi semifinalista. Não é um time qualquer, com grande consistência defensiva. Vamos precisar jogar ainda mais bola, pois estamos visados”.

Ele pretende repetir a mesma escalação do último jogo para manter os mesmos lances perigosos, mas com uma única diferença: emplacar mais gols.

Resultado de imagem para méxico e alemanha copa do mundo
México bate a campeã da Copa do Mundo, Alemanha, por 1 x 0 no jogo de estreia na Rússia (Reprodução/IG Esporte)

Possível Escalação: Ochoa; Layún, Moreno, Reyes e Salcedo; H.Herrera, Guardado e Jonathan dos Santos; Lozano, Corona e Chicharito.

RETROSPECTO

Coreia do Sul e México duelaram uma única vez, há 20 anos, na Copa do Mundo de 1998. Placar final de 3  x 1 para os mexicanos.

Avatar
Beatriz do Vale
Comunicativa desde pequena, graduada em Rádio e TV e também em Jornalismo pela FIAM, e pós-graduada pela Cásper Líbero. Tudo o que envolva pesquisa, escrita, locução, entrevista e criação, busco me aprimorar e fazer o melhor. Futebol na Veia surgiu sem qualquer pretensão e, hoje, me proporciona uma verdadeira imersão neste mundo esportivo, com ensinamentos pessoais e profissionais a cada dia. Sou paulistana, 30 anos, não sou parente do Luciano, mas vou experimentando...

Artigos Relacionados