Convocação: O que esperar?

O técnico da Seleção Brasileira, Dunga, fará hoje, 03, a sua primeira convocação do ano de 2016, para os jogos contra o Uruguai, no dia 25 de março, na Arena Pernambuco e contra o Paraguai, no dia 29 de março, em Assunção.

A expectativa fica por conta dos jogadores que foram para a China. Afinal, merecem continuar sendo convocados pelo bom futebol apresentado no Brasil ou agora do outro lado do mundo onde enfrentarão adversários mais fracos e um nível de futebol abaixo do brasileiro, devem dar lugar a outros jogadores?

Everton Ribeiro e Ricardo Goulart foram os melhores jogadores do Cruzeiro na campanha do título do Brasileirão de 2013 e 2014. Ambos foram convocados no segundo semestre de 2014 e depois seguiram destinos diferentes. Foram buscar dinheiro nos Emirados Árabes e na China, respectivamente, e não foram mais convocados. A mesma situação aconteceu com Diego Tardelli. Jogava pelo Atlético Mineiro e ia super bem, marcando gols, chegou a Seleção, foi titular e decisivo. Mas também foi para a China e de lá, recebeu mais duas convocações e depois foi esquecido. Até Robinho, que voltou a vestir a camisa verde e amarela quando estava na sua terceira passagem pelo Santos, foi vendido ao Guangzhou Evergrande e nunca mais foi chamado.

Gil e Renato Augusto foram alguns dos melhores jogadores do Corinthians da última temporada, na qual rendeu o título brasileiro, e ambos já estavam na Seleção, onde inclusive, foram titulares no último jogo da Seleção na temporada 2015, diante do Peru. Será que Dunga dará uma chance aos ex-corintianos e até ou outros jogadores que foram para a China?

A última convocação de Dunga foi em 22 de Outubro de 2015, para os jogos contra a Argentina e Peru, nos dias 13 de novembro, em Buenos Aires e 17 de novembro, na Arena Fonte Nova, ambos válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

A convocação foi:

Goleiros: Alisson (Internacional), Cássio (Corinthians) e Jefferson (Botafogo);
Laterais: Marcelo e Danilo (Real Madrid), Filipe Luís (Atlético de Madrid) e Daniel Alves (Barcelona);
Zagueiros: David Luiz e Marquinhos (P.S.G.), Miranda (Internazionale) e Gil (no Corinthians na época, hoje no Shandong Luneng)
Volantes: Elias (Corinthians), Fernandinho (Manchester City) e Luiz Gustavo (Wolfsburg);
Meias: Renato Augusto (no Corinthians na época, hoje no Beijing Guoan), Oscar e Willian (Chelsea), Lucas Lima (Santos) e Kaká (Orlando City);
Atacantes: Neymar (Barcelona), Douglas Costa (Bayern de Munique), Hulk (Zenit) e Ricardo Oliveira (Santos).

Para a convocação de hoje, Dunga deve manter o trio de goleiros que joga no Brasil. Uma surpresa, mas não novidade, seria a volta de Diego Alves, que foi cortado antes da Copa América por lesão. Marcelo Grohe também pode pintar na lista.

Para a zaga, caso não convoque Gil, na China, cresce as chances do retorno de Thiago Silva, eleito melhor zagueiro do mundo pela FIFA, em 2015 e Jemerson, ex-Atlético-MG, hoje no Mônaco. Nas laterais Marcelo e Daniel Alves parecem consolidados. Danilo é reserva no Real, pode ser a dúvida. Filipe Luís tem a confiança do treinador, mas Maxwell vem muito bem pelo P.S.G.

Para a proteção na frente da zaga, Dunga terá o desfalque de Elias, machucado (1 mês sem jogar). Fernandinho e Luiz Gustavo parecem presença certa. A novidade pode ser Fernando, do Manchester City ou Rafael Carioca, do Atlético Mineiro, eleito melhor volante do último Brasileirão. Na armação, Oscar, Willian e Lucas Lima devem permanecer. Kaká, por jogar nos Estados unidos, um país onde o futebol ainda é fraco, é sempre uma incógnita. Renato Augusto é a dúvida da China. Novidade deve ser Philippe Coutinho, camisa 10 do Liverpool. Alex Teixeira vinha muito bem no Shakhtar Donetsk, mas sua ida para a China pode comprometer.

Para o ataque, parece que se manterá o mesmo. Novidades que podem pintar são Roberto Firmino, do Liverpool ou Lucas, do Paris Saint Germain. Kenedy vive boa fase no Chelsea, xodó da torcida e reserva imediato do treinador dos Blues, mas não deve ser sua chance ainda. Jonas, chuteira de Ouro até o momento na Europa, aos 30 anos, não deve ser chamado, mesmo com a boa fase.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1232 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.

BetWarrior


Poliesportiva


Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo