Nesta quarta-feira, às 16 hrs (Horário de Brasília), Real Madrid e Atlético de Madrid decidem a Supercopa da Europa, na Estônia. A grande final será a primeira partida oficial de ambas equipes na temporada 2018/2019. A Supercopa é disputada entre o campeão da Champions League, Real Madrid, e o campeão da Europa League, Atlético de Madrid. Esta será a primeira final do time merengue sem seu maior craque.

Apesar de não ter mais Cristiano Ronaldo como a grande estrela do jogo, as equipes de Madrid se fortaleceram nessa janela de transferência. E as novas “caras” dos times foram relacionadas para partida.

Real Madrid

Os brancos de Madrid foram mais pontuais nessa janela de verão. Trouxeram somente três novos jogadores para o plantel, além dos que voltaram de empréstimo. Mas vale destacar os três novos contratados: o ponta Vinicius Júnior, o lateral direito Álvaro Odriozola e o goleiro Thibaut Courtois. Em contrapartida o time merengue perdeu sua maior estrela, Cristiano Ronaldo, que se transferiu para Juventus da Itália. Além dele, Achraf, Theo Hernandez e Kovacic também saíram.

O Real Madrid fez quatro partidas na pré-temporada. Venceu três e perdeu uma. O brasileiro Vinicius Jr, jogou as quatro partidas, agradou ao treinador Julen Lopetegui e foi relacionado para final da supercopa. Odriozola seguiu o mesmo rumo do atacante brasileiro. Já o goleiro Courtois, foi contratado um pouco mais tarde e acabou não jogando nenhuma partida da pré-temporada. Apesar de não ter jogado, o belga foi relacionado para final.

Provável Escalação: Navas; Carvajal, Sergio Ramos, Varane e Marcelo; Casemiro, Kroos, Bale, Asensio e Isco; Benzema. Técnico: Julen Lopetegui

Vincius Jr. está relacionado para a final da SuperCopa (Foto: Reprodução/Twitter Real Madrid)
Vincius Jr. está relacionado para o seu primeiro jogo oficial pelo Real Madrid (Foto: Reprodução/Twitter Real Madrid)

Atlético de Madrid

Já o rival do Real, Atlético de Madrid. Foi muito mais ativo na janela de transferências. Os colchoneros contrataram seis novas peças para fortalecer e compor o elenco. Foram eles: o ponta Thomas Lemar, volante Rodri, atacante Kalinic, lateral direito Santiago Arias, goleiro Antonio Adán e o ponta Gelson Martins. O último sendo o de maior destaque, pois ele era um jogador especulado em vários outros grandes times da Europa.

O Atlético acabou se desfazendo do atacante Gameiro, do ponta Jota, meia Kunde, lateral direito Vrsaljko, zagueiro Velázquez, volante Gabi, atacante Fernando Torres e o ponta Vietto. Mas a contratação que mais se destacou na equipe de Diego Simeone, que na verdade não é uma contratação, e sim a manutenção do elenco e de sua maior estrela Griezmann. Que começou a negociar com Barcelona, mas acabou decidindo ficar no time de Madrid.

Os colchoneros fizeram três jogos na pré-temporada, foram duas derrotas e uma vitória. Somente Kalinic ainda não jogou com a camisa do atlético. Pois o mesmo foi apresentado na terça-feira. Simeone levou todos que tem a disposição para a grande final.

Provável Escalação: Oblak; Juanfran, Godín, Giménez e Filipe Luís; Saúl, Koke e Lemar; Griezmann, Diego Costa e Kalinic. Técnico: Diego Simeone

Atlético de Madrid aposta na manutenção de seus principais jogadores para a temporada 18/19
Atlético de Madrid aposta na manutenção de seus principais jogadores para a temporada 18/19 (Foto: Reprodução/Facebook Atlético de Madrid)

Histórico de Confrontos

O Atlético de Madrid está engasgado com o Real em finais. As últimas duas finais foram vencidas pelo time merengue, ambas na Liga do Campeões, em 2014 e 2016. Essa será a oitava final entre eles na história. Os colchoneros já gritaram é campeão quatro vezes, enquanto os blancos três. O último título do Atlético contra o Real foi em 2013, na Copa do Rei da Espanha.

O Atlético de Madrid não perde para o Real há três jogos. Foram dois empates e uma vitória dos colchoneros. A última vitória do time merengue foi na Liga dos Campeões na temporada 16-17.

Francisco Rodrigo
Francisco Rodrigo, natural de Canindé-CE, atualmente mora em Porto Velho-RO. Estudante de Jornalismo e torcedor de um clube por país, no Brasil é Flamengo, Na Espanha é Barcelona e por assim vai. Amante e fanático por futebol, assisto qualquer jogo que esteja passando. Outro esporte que gosto muito é NBA. Falar de futebol é o que mais faço, seja na faculdade, em casa e em bares. Humildade acima de tudo, tudo que é simples me cativa.

Artigos Relacionados