Contratações para seu time

O final de Dezembro marca o período mais quente do Mercado da Bola. Desta forma, o Futebol na Veia elencou algumas sugestões de contratação para seu time, onde algumas destas são consideradas viáveis financeiramente enquanto outras requerem alguns milhões de reais em caixa, sugeridas para os clubes que não sofrem tanto com a crise econômica do país.

Sugestões econômicas para seu time:

sugestoes 

Helton (goleiro): Revelado pelo Vasco no início dos anos 2000, o atleta de 36 anos defende o Porto (Portugal) há mais de 10 temporadas, onde acumulou centenas de jogos e foi capitão. Jogando ainda em alto nível, Helton deseja transferir-se para o futebol brasileiro antes de encerrar sua carreira, e o clube português não dificultaria sua saída, devido aos anos de serviços prestados.

Pablo Armero (lateral): Recentemente dispensado pelo Flamengo por problemas de contusão, o colombiano de 29 anos com passagens por Napoli, West Ham e Milan, está desempregado e chegaria de graça para o time contratante. O lateral esquerdo titular da Colômbia no último mundial manifesta desejo em continuar no futebol brasileiro.

Dedé (zagueiro): Antes apontado como futuro titular da seleção brasileira, o zagueiro de 27 anos vem de uma temporada difícil, com uma séria lesão no joelho que o afastou dos gramados durante todo o ano de 2015. Por conta disso, sua transferência, antes superior a R$ 30 milhões, hoje pode ser viabilizada com poucos esforços financeiros junto ao Cruzeiro, que não pretende contar com o atleta para 2016. Recuperado, Dedé anseia por uma oportunidade em outro clube de ponta do Brasil, aceitando inclusive uma redução salarial.

Fernando (volante): Meio-campista de 23 anos que surgiu em 2010 no Grêmio, Fernando despertou interesse de Real Madrid e Manchester United, mas foi

vendido em 2013 para o Shakhtar Donetsk (Ucrânia) após ser um dos melhores volantes do Brasileirão daquele ano. Foi para a Sampdoria (Itália) em 2014, mas perdeu espaço no clube e hoje não é titular. Pode retornar ao futebol brasileiro por empréstimo junto ao time italiano.

Júlio Baptista (meia): O veterano de 34 anos que atua tanto pela meia quanto no ataque já foi avisado que não será aproveitado pelo Cruzeiro em 2016, e está, portanto, sem clube. Com porte físico privilegiado, experiência e qualidade técnica, Júlio ainda pode ser útil para muitos clubes do Brasil.

Henrique Dourado (atacante): Em 2014, o “Degolador” (apelido de Henrique devido sua comemoração quando marca gols) fez ótima temporada no Palmeiras. Como o clube paulista não tinha dinheiro na época para garantir sua permanência, Henrique transferiu-se para o Cruzeiro, onde não teve o mesmo sucesso e acabou indo para o Vitória. O atacante de 28 anos deseja jogar a próxima temporada em um clube com aspirações maiores, como disputa de Libertadores ou luta pelo título do Campeonato Brasileiro.

Sugestões não tão econômicas para seu time:

sugestoes2 

Rafael Cabral (goleiro): O jovem de 25 anos que se destacou pelo Santos foi vendido ao Napoli em 2013, porém jogou poucas vezes desde então e estaria disposto a voltar ao futebol brasileiro. Em novembro de 2015 foi procurado pelo São Paulo como possível substituto de Rogério Ceni, mas seu alto salário assustou a diretoria do clube: A paga mensal de Rafael equivale a R$ 450 mil, e o goleiro avisou que não sairá para receber quantia inferior.

Douglas (lateral): Talvez uma das aquisições mais contestadas da história recente do Barcelona, o lateral de 26 anos ex São Paulo não convenceu com a camisa blaugrana, sendo inclusive “rebaixado” para a equipe B do Barça. O clube catalão aceitaria negociá-lo, porém deseja recuperar seu investimento de R$ 4 milhões, quantia paga ao São Paulo por sua transferência.

Alex (zagueiro): Hoje com 33 anos, o defensor foi campeão brasileiro em 2002 pelo Santos, e atua no futebol europeu há mais de 10 temporadas, com passagens vitoriosas por Chelsea e PSG. Atualmente na reserva do Milan, Alex deseja retornar ao Brasil, mas, em final de carreira, deseja fazer um último (e lucrativo) contrato. Seus vencimentos mensais giram em torno de R$ 500 mil.

Felipe Melo (volante): Em baixa na Inter de Milão (foi suspenso recentemente por dar uma “voadora” no jogador adversário), o volante de 32 anos esteve na mira de São Paulo e Inter-RS no final de 2014. Para contar com o jogador, o clube interessado teria que pagar 3 milhões de euros ao clube italiano, além de arcar com salários equivalentes a R$ 490 mil mensais.

Anderson Talisca (meia): Canhoto, criativo e com idade olímpica (21 anos), o armador que se destacou em 2014 pelo Bahia joga hoje pelo Benfica, mas apresenta dificuldades de adaptação ao futebol europeu e já manifestou seu desejo de voltar a jogar no Brasil para ser convocado por Dunga. Talisca pode vestir a camisa de seu clube caso este concorde em pagar a multa rescisória de cerca de R$ 14 milhões junto ao clube lusitano, porém, seu salário é relativamente baixo: R$ 180 mil mensais.

Lavezzi (atacante): Presença constante na seleção argentina, Ezequiel Lavezzi é hoje reserva no PSG e deseja jogar na América do Sul para ficar mais próximo de seus familiares. O canhoto de 30 anos recebe um salário fora dos padrões do futebol brasileiro (350 mil euros, mais de R$ 1 milhão e 200 mil por mês), mas está aberto a negociações e conversa com Flamengo e Velez Sarsfield. Ainda dá tempo de seu time “atravessar” as conversas e contar com o gringo para 2016!

Avatar

Sobre Vinícius Deguar

Vinícius Deguar já escreveu 26 posts nesse site..

Jornalista de 23 anos e estudante de Comunicação Social na UNG/SP, escrevo para o Site Futebol na Veia desde novembro de 2015 e sou especializado no núcleo do futebol paulista, cobrindo principalmente o cotidiano dos quatro grandes do estado de São Paulo. Aprendi como um time deve jogar bola vendo o Barcelona holandês-catalão de Cruiff, Rijkaard, Davids, Overmars e cia. limitada. Possuo o futebol em minhas veias desde criança. Contato: viniciusdeguar@aim.com

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Vinícius Deguar
Jornalista de 23 anos e estudante de Comunicação Social na UNG/SP, escrevo para o Site Futebol na Veia desde novembro de 2015 e sou especializado no núcleo do futebol paulista, cobrindo principalmente o cotidiano dos quatro grandes do estado de São Paulo. Aprendi como um time deve jogar bola vendo o Barcelona holandês-catalão de Cruiff, Rijkaard, Davids, Overmars e cia. limitada. Possuo o futebol em minhas veias desde criança. Contato: viniciusdeguar@aim.com

    Artigos Relacionados

    Topo