Conquistas em 2019 e fracassos em 2020. O que aconteceu com o Flamengo?

Na última terça-feira (1), Flamengo e Racing disputaram o jogo de volta da Libertadores. Vale lembrar que a partida de ida deputada na Argentina, terminou empatada em 1 x 1. Portanto, a equipe carioca precisava somente de um empate para garantir a classificação para as quartas de finais. Porém, o roteiro desse duelo não aconteceu como muitos esperavam, o time argentino abriu o placar e antes do fim o Rubro Negro empatou. Sendo assim, a classificação foi decidida nos pênaltis e os argentinos ficaram com a vaga.

A eliminação para o Racing, já é a segunda na temporada do Flamengo, sendo que a outra foi na Copa do Brasil diante do São Paulo. Além disso, quem esteve no comando do time nessas ocasiões foi Rogério Ceni, o mesmo foi escolhido pela diretoria para substituir Doménec Torrent. No entanto, está muito claro que desde que Jorge Jesus deixou o clube, a diretoria não encontrou um substituto a altura. Desse modo, a Coluna Rasgando o Verbo faz um retrospecto de tudo que aconteceu no flamengo após a saída do treinador português.

CAMPEONATO CARIOCA: O TÍTULO DE DESPEDIDA

Em julho, após a volta do futebol, o Flamengo conquistou o Campeonato Estadual diante do Fluminense. Naquele momento, Jorge Jesus ainda era o comandante do Rubro Negro, porém eram grandes as especulações que o português deixaria o clube. Ademais, o time carioca estava bem estável nas competições que disputava, tendo duas vitórias na Libertadores e aguardando o inicio do Campeonato Brasileiro.

Mas, dias depois da conquista do Campeonato Carioca, Jorge Jesus deixou o Flamengo. Assim, o treinador deixou um legado conquistando cinco títulos e alcançando números incríveis, sendo 43 vitorias, 10 empates e apenas quatro derrotas. Desse modo, a temporada do clube carioca desandou e os resultados dentro de campo começaram a ser negativos e desagradar a torcida.

https://twitter.com/campcarioca/status/1283586858375667715

DOMÈNEC TORRENT: DEFESA INCONSTANTE

Após a saída de Jorge Jesus, o Flamengo foi direto para Europa buscar um substituto. Alguns treinadores portugueses foram cogitados, mas o auxiliar de Pep Guardiola, Domènec Torrent foi o escolhido para comandar o time. Ademais, o até então auxiliar já  tinha comandado alguns clubes na carreira como New York City e o Girona, porém não foram trabalhos longevos nem vitoriosos. Assim, o espanhol começou seu trabalho no Rubro Negro sempre comparado a figura do Jorge Jesus.

Dessa forma, a comparação entre os dois treinadores começou a virar uma dificuldade do treinador encontrar uma entidade para equipe. Assim, Domènec não conseguiu fazer um bom trabalho e acabou demitido. Foram 24 jogos à frente da equipe carioca, com 14 vitórias, quatro empates e seis derrotas. Neste período, o time fez 42 gols e sofreu 36, porém algo que acabou sendo crucial para a demissão foram as goleadas sofridas pelo time.

  • 5 x 0 Independente Del Valle – Libertadores 
  • 4 x 1 São Paulo – Campeonato Brasileiro
  • 4 x 0 Atlético-Mg – Campeonato Brasileiro 
  • 3 x o Atlético-Go – Campeonato Brasileiro 

ROGÉRIO CENI: AS ELIMINAÇÕES

Horas depois da demissão de Doménc Torrent, o Flamengo anunciou a contratação de Rogério Ceni para ser o treinador da equipe. Porém, Rogério assumi o time em um momento crucial para equipe na Libertadores e Copa do Brasil. Assim, um dia depois de ser apresentado o Rubro Negro foi a campo para disputar o jogo de ida das quartas de finais da Copa do Brasil. A partida contra o São Paulo foi a estreia de Ceni já com uma derrota de 2 x 1. Na outra semana, na partida de volta, o time carioca precisava de uma vitória para se classificar, mas sofreu uma derrota de 3 x 0.

Desse modo, após a eliminação na Copa do Brasil, o time mudou seu foco para a Libertadores. Assim, o Flamengo enfrentou o Racing, nas oitavas de finais. O primeiro jogo na Argentina acabou 1 x 1. No entanto, a partida de ida foi repleta de polêmicas com arbitragem e as expectativas só aumentaram para o jogo de volta no Maracanã. Então, no duelo em território brasileiro a equipe carioca não conseguiu superar os argentinos. Após o mesmo placar de 1 x 1, na decisão de pênaltis o Flamengo é eliminado.

https://twitter.com/Flamengo/status/1333963816841990150

OPINIÃO: QUAL FOI O ERRO DO FLAMENGO?

É importante fazer um retrospecto dos resultados do Flamengo desde a temporada passada. Assim, podemos ver que Jorge Jesus assumiu a equipe e no começo teve resultados ruins, sendo eliminado na Copa do Brasil. Logo após, perdeu o jogo de ida para o Emelec na Libertadores, mas conseguiu a classificação no jogo de volta. Então, o treinador português conseguiu encaixar uma forma de jogar que agradou a todos e deu bons frutos ao time.

ERRO NAS ESCOLHAS DE TREINADOR

No entanto, após fazer uma temporada avassaladora o Flamengo gastou muito dinheiro com contratações e aumento de salário dos jogadores. Partindo desse principio, é necessário que o clube gere receita o suficiente  para manter essas despesas que aumentaram. Mas, 2020 está sendo um ano atípico, estamos em meio de uma Pandemia e por conta disso os estádio não podem receber público. Sendo assim, a única alternativa para conseguir aumentar a arrecadação é conquistando títulos e após a saída de Jorge Jesus, o Flamengo resolveu apostar novamente em um treinador estrangeiro achano que conseguiria ter o mesmo sucesso. Porém, isso não aconteceu.

Rogério Ceni fazia um bom trabalho no Fortaleza, então foi o escolhido para tentar salvar a temporada do Rubro Negro. No entanto, mesmo Rogério tendo um dos melhores elencos do brasil não conseguiu classificar o time nas competições mata-mata. Mas, é necessário deixar claro que o Flamengo tem um sério problema em sua defesa, tem bons jogadores para a função de zagueiro, mas nenhum vive um bom momento. Ademais, o treinador insistiu em escalar Vitinho que não agradou a torcida e dentro de campo perdeu chances que poderia dar a classificação para o time.

E AGORA?

Sendo assim, a conclusão de tudo isso é que o Flamengo não estava preparado para a saída de Jorge Jesus. Além disso, errou em contratar o Domènec, somente por que o mesmo auxiliar do Pep Guardiola. A sombra de Jorge Jesus sempre vai pairar enquanto algum não treinador não repetir o mesmo feito que ele. Contudo, Rogério tem sim sua parcela de culpa, mas por estar a pouco tempo no clube, assim se torna o menos culpado. Por fim, todo mundo sabe que o futebol gira em torno de resultado e o Flamengo sempre será cobrado por isso, agora é focar no Brasileirão e fazer a melhor campanha possível. Ano que vem, na próxima temporada buscar encaixar um bom time e brigar para ser campeão novamente.

Foto Destaque: Reprodução / Uol.com

Leonardo Lopes da Silva
Estudante de jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Eu escolhi jornalismo porque me identifico muito com os ofícios desta profissão. Aos 10 anos , tive a minha primeira experiência sendo fundador de uma rádio comunitária. Pretendo seguir minha carreira na editoria de esportes. Instagram - @leo_lopes77

Artigos Relacionados