Conheça um pouco mais sobre Brendan Rodgers, técnico do Leicester

Ao vencer a Premier League na temporada 2015-16, o Leicester surpreendeu a todos e protagonizou um dos maiores feitos na história do futebol. O time adotou um estilo de futebol vertical, colaborativo e reativo. No entanto, a filosofia de jogo proposta pelo ex-treinador da equipe, o italiano Claudio Ranieri, não se sustentou após a saída de jogadores importantes. O italiano saiu na temporada seguinte e o clube não conseguiu figurar entres os primeiros nas temporadas seguintes pós-título.

Chegada de Brendan Rodgers e uma nova cara ao Leicester

Treinador experiente com passagens por grandes clubes como Liverpool e Celtic, Brendan Rodgers passou os últimos anos no futebol escocês. Seu trabalho no Celtic foi excelente a nível nacional, mas o treinador tinha o sonho de voltar ao futebol inglês e viu no Leicester uma ótima oportunidade de realizar um trabalho sólido na Premier League. Desde a chegada de Rodgers no final da temporada passada, o Leicester cresceu consideravelmente de produção. Assim, é uma das melhores equipes do futebol inglês nesses primeiros meses de temporada. Atualmente, o clube ocupa a vice-liderança da Premier League com 26 pontos somados. Também tem a defesa menos vazada e o segundo melhor ataque após 12 rodadas disputadas.

Conheça um pouco mais sobre Brendan Rodgers, técnico do Leicester
Conheça um pouco mais sobre Brendan Rodgers, técnico do Leicester

Jogando um futebol envolvente, hoje o Leicester tem um padrão de jogo de alta intensidade e rápidas transições. Mas também sabe valorizar a bola nos momentos propícios e consegue ótima solidez defensiva. Segundo dados estatísticos do site Infogol, mesmo encarando equipes do calibre de Tottenham, Liverpool, Manchester United, Arsenal e Chelsea no caminho, o Leicester não perdeu sequer um duelo de posse de bola nas 12 primeiras rodadas de Premier League. Mas o treinador não conseguiu implantar esse padrão de jogo da noite para o dia. Como ele foi contratado pelo Leicester na reta final da temporada passada, ele utilizou as últimas rodadas da Premier League (2018-19) para conhecer o time e dar início à sua filosofia de jogo.

“Pude entrar no Leicester e avaliar jogadores enquanto eles estavam sob pressão, porque é aí que você pode realmente fazer julgamentos. Eu senti utilizaria os últimos 10 ou 11 jogos da temporada para avaliar o que o Leicester tinha e o que precisava ser feito”, disse Rodgers, em entrevista ao jornal Daily Record.

Com bom planejamento pensando na atual temporada, Rodgers conseguiu deixar a sua equipe forte o suficiente para jogar de igual para igual contra qual rival da Premier League. Claude Puel, treinador francês que antecedeu Rodgers no comando do Leicester, utilizava o esquema tático foi 4-2-3-1, com dois volantes, dois pontas e James Maddison jogando como armador atrás do atacante Jamie Vardy. Quando Rodgers substituiu Puel em fevereiro deste ano, uma das primeiras medidas do novo treinador foi alterar o esquema tático da equipe para o 4-1-4-1, que em alguns momentos se transforma em um 4-3-3. Logo em seu primeiro dia no Leicester, em entrevista coletiva, deixou claro qual seria a sua filosofia de futebol a ser trabalhada no clube.

“Espero que possamos criar uma estrutura para a forma como jogamos, o que primeiro significa que você precisa se defender bem, então precisa pressionar o jogo. Os torcedores talvez tenham visto minhas equipes em Swansea, Liverpool e Celtic e reconhecerão com que intensidade tentamos pressionar o jogo. Essa é a base para usar suas qualidades tecnicamente”, enfatizou.

Uma das principais exigências de Rodgers com seus jogadores é que eles recuperem a bola antes que o adversário complete quatro passes. Para colocar isso na prática e não deixar o time exposto com essa estratégia, a equipe realiza treinos de alta intensidade para ter a bola o mais rápido possível. Rodgers impôs seu estilo de futebol ao Leicester de maneira natural e os jogadores entendem muito bem as instruções que são passadas pelo treinador. Além disso, ele moldou os jogadores para se adequarem ao seu sistema. O atual elenco do Leicester conta com uma mescla de jogadores jovens e experientes. Do time campeão em 2016, ainda permanecem no time titular o goleiro Kasper Schmeichel e o atacante Jamie Vardy, principal jogador do clube e artilheiro da Premier League com 11 gols.

Conheça um pouco mais sobre Brendan Rodgers, técnico do Leicester
Conheça um pouco mais sobre Brendan Rodgers, técnico do Leicester

“Eles têm sido fantásticos desde que eu entrei e muito importantes em termos de liderança no vestiário”, disse Rodgers ao canal de TV Sky Sports.

Outas peças fundamentais no elenco são os meio-campistas Wilfred Ndidi, Youri Tielemans e James Maddison, jogador mais habilidoso da equipe. O zagueiro Jonny Evans, com passagem pelo Manchester United, também é uma importante peça para o equilíbrio tático do time.

Vaga na Champions League é o objetivo

Por mais que o Leicester tenha começado muito bem a temporada, dificilmente a façanha da temporada 2015-16 irá se repetir em 2019-20. O Liverpool, líder da Premier League e um dos melhores times do mundo, somou 11 vitórias nas 12 rodadas iniciais e já abriu oito pontos de vantagem para o Leicester. Portanto, uma vaga conquistada para a próxima edição da UEFA Champions League seria um enorme feito para o Leicester na atual temporada, visto que, para efeito de comparação, há times com elencos melhores e maior poderio financeiro para investir na janela de transferências de fim de ano.

Redação FNV
Um site destinado ao esporte que corre na veia da maioria dos brasileiros: O futebol! No nosso site você encontra tudo sobre o futebol, tanto nacional, quanto internacional, além de poder acompanhar nossos palpites e análises para os jogos da semana e as belas musas
Você está aqui
Futebol Na Veia > Destaques > Conheça um pouco mais sobre Brendan Rodgers, técnico do Leicester

Artigos Relacionados