Com Ronaldo como protagonista, Real Madrid abre vantagem sobre Barcelona na Supercopa

Real Madrid e Barcelona escreveram ontem mais um capítulo em sua grandiosa rivalidade. No primeiro dos embates válidos pela Supercopa da Espanha 2017/18, os merengues terminaram com uma grande vantagem após o apito final.

Assim como fez na Supercopa da Europa, Zinedine Zidane deixou sua estrela maior, Cristiano Ronaldo, no banco de reservas durante a primeira etapa. Do outro lado, Ernesto Valverde escalou o recém-repatriado Deulofeu pela ponta esquerda, posição que era ocupada por Neymar.

No primeiro tempo, poucas chances de gol, e após o apito o placar de 0x0 se mantinha intacto. Mas não por muito tempo.

Já nos primeiros minutos do segundo tempo os times mostraram porque este é considerado o maior clássico do mundo para muitos. Após muita correria no começo, Marcelo avançou pelo lado esquerdo e buscou o cruzamento, que foi desviado por Piqué contra o próprio gol, abrindo o placar para os merengues.

Após a abertura do placar, Zidane tirou Benzema para a entrada de Cristiano Ronaldo, aos 12 minutos. E o gajo foi o principal protagonista da partida nos 24 minutos em que atuou, marcando logo aos 26 minutos de etapa final, gol que foi corretamente anulado.

Tendo que buscar o resultado, Valverde optou por fazer duas substituições: saíram Iniesta, que já mostra sentir a idade, e Deulofeu para a entrada de Sergi Roberto e Denis Suarez respectivamente. Com sangue novo em campo, o Barça passou a controlar as principais ações da partida e teve duas grandes oportunidades, uma aos 28 minutos com Busquets chutando por cima da baliza após sobra de Denis Suárez na área, e outra aos 29, com chute rasteiro de Messi que Navas voou para defender.

Aos 30, porém, o goleiro merengue acabou saindo como vilão ao cometer pênalti sobre Luis Suárez na visão do árbitro Ricardo de Burgos Bengoetxea (guarde este nome). No replay foi mostrado que Suárez se jogou, simulando a penalidade. Messi, que não tem nada a ver com isso, bateu firme no canto direito do costarriquenho e empatou a partida.

E é a partir daí que se inicia a principal história do confronto. Cristiano Ronaldo tratou logo de mostrar porque é o atual melhor jogador do mundo pela FIFA. Quatro minutos após o empate do Barça, o gajo recebeu lançamento, partiu em contra-ataque pela esquerda e ao chegar na ponta da grande área, deixou Piqué para traz e acertou um chutaço no ângulo de Ter Stegen, desempatando a partida. Na comemoração, CR7 tirou a camisa e recebeu cartão amarelo.

O revés fez com que o Barcelona partisse para o ataque, abrindo espaços para os contra-ataques mortais dos merengues, principal característica dos atuais bicampeões europeus. E em um deles Cristiano Ronaldo foi lançado e caiu na área após driblar o zagueiro Umtiti. Ricardo de Burgos Bengoetxea viu simulação no lance e aplicou o segundo cartão amarelo e consequentemente expulsou o atacante. O lance gerou revolta da equipe madrilena e do português, que perdeu a cabeça e empurrou o árbitro antes de sair de campo. Acabava ali os 24 minutos de protagonismo do gajo.

Mas para quem pensa que acabou por aí está muito enganado. O Barcelona resolveu ir para cima e Valverde trocou Rakitíc por Paco Alcácer, buscando ter mais chances no ataque. Mas quem soube aproveitar, mesmo com um a menos, foi o Real. Em mais um contra-ataque, aos 45 minutos, Lucas Vasquez, que havia entrado no lugar de Gareth Bale, lançou para o promissor Marco Asensio, que tirou Piqué da jogada e com um belíssimo chute acertou o ângulo direito de Ter Stegen, dando números finais a partida.

O campeão da Supercopa da Espanha será conhecido na próxima quarta-feira, a partir das 18h (de Brasília), no Santiago Bernabéu. Com os três gols marcados fora de casa, o Real ficará com o título se empatar ou até se perder por 2 a 0 para o Barcelona em casa. Expulso, Cristiano Ronaldo estará fora da partida.

Cristiano Ronaldo pega cinco jogos de suspensão

A expulsão e o empurrão de CR7 renderam muita dor de cabeça ao jogador e ao Real Madrid. O jogador foi punido com cinco jogos de suspensão pela Federação Espanhola nesta segunda-feira (14). O árbitro relatou a agressão na súmula, dizendo que Ronaldo o “empurrou levemente em sinal de descontentamento”. Segundo o código de conduta da Federação, a punição prevista para lances como este é de suspensão de quatro a 12 partidas.

Além do gancho, tanto jogador, quanto clube foram multados pelos incidentes. O Real terá que pagar 1,75 mil euros (R$ 6,4 mil), enquanto Ronaldo, pagará pouco mais de 3,8 mil euros (R$ 14 mil).

Redação FNV

Sobre Redação FNV

Redação Futebol na Veia já escreveu 1625 posts nesse site..

Um site destinado ao esporte que corre na veia da maioria dos brasileiros: O futebol! No nosso site você encontra tudo sobre o futebol, tanto nacional, quanto internacional, além de poder acompanhar nossos palpites e análises para os jogos da semana e as belas musas

BetWarrior


Poliesportiva


Redação FNV
Redação FNV
Um site destinado ao esporte que corre na veia da maioria dos brasileiros: O futebol! No nosso site você encontra tudo sobre o futebol, tanto nacional, quanto internacional, além de poder acompanhar nossos palpites e análises para os jogos da semana e as belas musas

Artigos Relacionados

Topo