Com novo calendário, Copa do Brasil e Brasileirão vão ser finalizados apenas em 2021

- Mesmo fora da época de costume, a CBF já divulgou as datas de retomada e estreia dos torneios
Copa do Brasil e Brasileirão

A coluna Rasgando o Verbo de hoje, vai falar sobre a Copa do Brasil e o Brasileirão. Mesmo fora da data de costume, a CBF já divulgou as datas de estreia. Sendo assim, a Copa do Brasil retorna no dia 26 de agosto, e o Campeonato Brasileiro no dia 8 de agosto. Contudo, por causa do começo tardio devido à pandemia, os dois torneios só irão ser finalizados em 2021.

COPA DO BRASIL

Antes da parada do futebol em todo o mundo por causa do coronavírus, já tinha acontecido duas rodadas da Copa do Brasil. No entanto, o campeonato foi suspenso no dia 12 de março, quando aconteceu a última partida. Porém, já existe um novo calendário de jogos divulgado pela CBF. Nesse calendário o início está previsto para o dia 26 de agosto. Anteriormente, o campeonato estava com término previsto para 16 de setembro.  Entretanto, até a final do torneio ainda faltam 11 jogos.

Sendo assim, a solução encontrada pela entidade responsável pelo futebol brasileiro foi marcar a grande final para o próximo ano. Desse modo, a nova data da final ficará para o dia 10 de fevereiro de 2021. Contudo, a CBF irá seguir os protocolos de saúde e irá garantir a realização de testes de COVID-19 e avaliações constantes. Além disso, os testes não só serão feitos em atletas, mas também em outros membros do clube e até mesmo em seus familiares.

BRASILEIRÃO

O Campeonato Brasileiro também teve seu calendário revisto pela CBF. O torneio iria começar no dia 3 de maio, mas nessa data o futebol já estava suspenso no Brasil. Após a mudança das datas, o torneio estreia hoje – 8 de agosto. Sendo assim, para conseguir manter o mesmo formato dos anos anteriores, o clube que ganhar o Brasileirão na temporada 2020, só será conhecido na última semana de fevereiro de 2021.

Dessa forma, o torneio continuará com as 38 rodadas de jogos de ida e volta e 20 equipes permanecerão disputando a taça, e vagas para outros torneios. No entanto, como as férias dos jogadores foram adiantadas por causa da paralisação, os times só deverão parar no dia 25 de dezembro, no Natal, e no Ano Novo. Porém, por causa desses dois dias sem jogar, a CBF já agendou outros dois dias para os jogos, que acontecerão em 27 de dezembro e 3 de janeiro.

OPINIÃO

Analisando o fato de vários lugares do mundo seguirem o padrão europeu no calendário do futebol, nesse sentido não faria tanta diferença dois grandes campeonatos começarem em 2020 e terminarem a temporada no próximo ano. Contudo, aqui no Brasil, esse tipo de calendário vai implicar com as datas de outros campeonatos que começariam entre fevereiro e março do próximo ano.

Dessa forma, quando a Copa do Brasil e o Brasileirão acabarem, logo na sequência já terá o início dos estaduais. O que, se acontecer de fato, será puxado para os jogadores. Até mesmo porque está indo em uma direção oposta, em relação à datas, do que estamos acostumados. Sendo assim, eventualmente teria que ser reavaliado o calendário do ano que vem.

A questão aqui não é o fato do campeão da temporada 2020 ser coroado somente em 2021. O que pode implicar muito é na questão de condicionamento físico dos jogadores. Ou seja, caso não seja bem organizado o próximo ano, o desgaste físico pode ser muito grande se não houver um tempo hábil para a recuperação. Lembrando que um jogador desgastado pode ter sérias lesões e não render como deveria.

Foto destaque: Reprodução/Buda Mendes/Getty image 

 

Tereza Crescencio

Sobre Tereza Crescencio

Tereza Crescencio já escreveu 83 posts nesse site..

Biografia: Sempre fui uma pessoa muito determinada com o que quero e disposta a aprender. No jornalismo já tive oportunidade de entrevistar várias pessoas, conhecer suas histórias e conta-las. Eu escolhi o jornalismo esportivo por que acho importante que mais mulheres falem sobre o assunto. E eu quero falar sobre isso.

BetWarrior


Poliesportiva


Tereza Crescencio
Tereza Crescencio
Biografia: Sempre fui uma pessoa muito determinada com o que quero e disposta a aprender. No jornalismo já tive oportunidade de entrevistar várias pessoas, conhecer suas histórias e conta-las. Eu escolhi o jornalismo esportivo por que acho importante que mais mulheres falem sobre o assunto. E eu quero falar sobre isso.

    Artigos Relacionados

    Topo