: Antigo sonho de Jesualdo pode não vir para o Santos, devido a punição da FIFA e grave crise financeira no clube alvinegro. (foto destaque: reprodução/ Getty Images). Link Interno:

Com a difícil situação financeira desde que retornou da pandemia, o Santos não pensa em futuras contratações. Desejo antigo de não deve ser contratado e nem receber proposta do time da Vila Belmiro, após deixar o clube turco, Kasimpasa.

O Santos pensou em contratar o português no início do ano, mas acabou desistindo devido a alta pedida salarial do atleta. Além disso, Quaresma também é grande fã de Jesualdo, os dois chegaram a atuar juntos no Porto, de Portugal.

Neste momento é inviável a contratação de Quaresma não somente pela condição financeira que o clube passa no meio desse ano, mas também pela divida que tem com o Hamburgo, da Alemanha, com a contratação do zagueiro Cléber Reis, que não está sendo utilizado pelo treinador. Gerando uma punição da FIFA, impedindo que o Santos contrate outros jogadores

Mesmo se o Santos quitar a dívida com a FIFA, o clube alvinegro não pensa em fazer uma contratação do porte do atleta português, para não ter outra dívida no futuro. Além disso, Robinho, ídolo do time e da torcida, parece estar distante de ser contratado neste momento.

Quaresma tem 36 anos e no clube turco fez 27 partidas, com quatro gols marcados.  O ponta português chegou a atuar no Besiktas, conquistando dois Campenatos Turcos e uma Taça Nacional.

ELOGIOS AO TREINADOR DO SANTOS

Pelo jornal português A Bola, Quaresma deu entrevista em abril, ressaltando o trabalho de Jesualdo, o elogiando, porém comentou que ele foi o treinador que mais pegou no pé dele, entretanto é quem deu mais liberdade para atuar.

“Jesualdo foi quem mais me entendeu. Me massacrava muito durante a semana, mas nos jogos me dava a maior liberdade do mundo. Ele sabia que eu ia falhar três ou quatro jogadas, mas que na quinta ou sexta ia resolver o jogo, com uma assistência ou um gol. Depois do treino sentava-se comigo e falávamos muito sentados em cima de uma bola. Foi o treinador com quem senti mais liberdade e que soube aproveitar mais as minhas qualidades”, disse em entrevista ao jornal “, disse ao jornal.

Foto Destaque: Reprodução / Getty Images

Luiz Felipe Silva
Eu escolhi jornalismo pelo amor ao esporte. Ele sempre fez parte da minha vida e gostaria de viver ao lado dele. Já trabalhei em web rádio, fiz podcast e atualmente faço o Babá arretado, junto com artigos no site www.brunoperes.tv.

Artigos Relacionados