No primeiro jogo oficial entre Sport e Brasil de Pelotas na história das duas equipes, ninguém conseguiu alterar o placar. Os times se enfrentaram nesta segunda-feira (22) às 20h (horário de Brasília) pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Na terceira partida após o retorno da pausa para a Copa América, o Leão pressionou, apertou, mas não conseguiu competência o suficiente para abrir o placar. Posteriormente quando conseguia finalizar bem, o goleiro Carlos Eduardo se destacava cada vez mais.

1º TEMPO

A chuva e o estado do gramado da Ilha do Retiro atrapalharam o início do jogo. Apesar da dificuldade das duas equipes nas trocas de passes, os visitantes tiveram mais posse de bola. Mas mesmo assim não conseguiram assustar  goleiro Mailson. O Sport teve dificuldades em aparecer no ataque, mas quando chegou assustou. Primeiro Juninho obrigou Carlos Eduardo a fazer boa defesa, e logo depois foi Yago em uma cabeçada perigosa. Com muita água e sem balançar as redes, os times foram para o intervalo empatando em 0 x 0.

2º TEMPO

O Leão voltou com mais posse de bola, e consequentemente chegou mais perto do gol. Yago novamente assustou de cabeça, quase tirando o zero do placar em uma jogada aérea. E aos poucos a pressão foi aumentando: Elton, Guilherme, Yan e Ezequiel desperdiçaram chances. O Sport atacava, mas quem marcou foi o Brasil-RS com Grampola, mas teve o gol anulado pelo juiz por impedimento.

https://twitter.com/sportrecife/status/1153453183894728704?s=19

E AGORA?

Com o empate, os donos da casa chegam a 18 pontos e sobem três posições, alcançando a quinta colocação. Enquanto o time visitante não se mexeu, permanecendo em 12º lugar, com 13 pontos. Agora o Sport entra em campo novamente na sexta-feira (26): vai até Curitiba enfrentar o Paraná, às 21h30 (horário de Brasília). Já o Brasil-RS joga às 19h (horário de Brasília) no próximo sábado (27) contra o Cuiabá, novamente fora de casa.

MELHORES MOMENTOS

Rhaíssa Oliveira
Rhaíssa de Oliveira Cortes, mineira de 30 anos, jornalista em formação e apaixonada por esportes, sobretudo amante do futebol. Resolvi fazer da minha paixão pelo esporte a minha profissão. Ouço muito que arquibancada e futebol não são coisas de mulher, e é por isso que vou descer da arquibancada e cobrir os jogos de dentro do campo!

Artigos Relacionados