Nesta quinta-feira (30), Sampaio x Remo se enfrentaram pela 27ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Assim, o destaque da partida foi Léo Artur, que marcou seu primeiro gol com a camisa tricolor, em sua quarta partida. No entanto, a vitória escapou das mãos bolivianas no final do jogo, deixando um gosto amargo para o torcedor.

O primeiro de Léo Artur

O gol foi construído todo pelo lado esquerdo de ataque do Tubarão e, ao chegar na área, a bola sobrou nos pés do camisa 10, que só teve o trabalho de empurrar para a rede.

Presença de Léo Artur em campo

A princípio, Léo Artur chegou para servir aos atacantes da Bolívia Querida, mas vem sendo bem mais ofensivo do que o previsto, penetrando em mais jogadas de ataque. Antes do seu primeiro gol, diante do Remo, o meia havia atuado em três outras partidas, contra Confiança, Brusque e Botafogo, com uma média de 66 minutos por partida, segundo o SofaScore.

1° tempo perfeito do Sampaio

Além do gol de Léo Artur, o 1° tempo da partida foi de domínio total do Sampaio, com várias chances criadas a partir dos pés dos dois homens de frente da equipe, Pimentinha e Ciel. Além disso, o goleiro remista Thiago trabalhou nos primeiros 45 minutos de partida, em chances do próprio Léo Artur e de Pimentinha, alem de uma falta batida com perigo por Ciel. Ao todo, foram nove finalizações durante todo o primeiro tempo, com quatro delas na direção do gol.

Poderia ter sido mais

Ainda, aos 32′, Ciel tentou driblar o goleiro adversário e acabou sendo derrubado. A princípio, o árbitro Rafael Martins de Sá marcou pênalti, mas o bandeira Thiago Gomes Magalhães havia marcado o impedimento, confirmado pelo VAR.

No fim, o castigo e o jejum continua

Aos 16′, Pimentinha sofre entrada dura de Victor Andrade. Primeiramente, o árbitro deu apenas amarelo, mas o VAR o chamou, alegando conduta perigosa do jogador remista. Por fim, o cartão amarelo foi revertido em vermelho e o Sampaio passou a jogar com um a mais.

O que poderia ser algo favorável para o Sampaio Corrêa, não aconteceu na prática. Logo após a expulsão, o Remo começou a criar melhores chances de gol, até que, aos 43′, Lucas Tocantins recebeu livre na intermediária e chutou forte, no ângulo de Luiz Daniel, castigando o torcedor presente no Castelão e dando números finais ao jogo. Diante disso, o placar deu um sabor amargo ao Sampaio, e um gosto doce aos remistas.

A esperança do Sampaio agora estará na terra do café

No próximo domingo (4), o Sampaio terá o Londrina pela frente, fora de casa, às 20h30 (horário de Brasília). Assim, poderá ter mais uma chance de sair dessa sequência de seis jogos sem vitórias na Série B.

Foto destaque: Divulgação/John Wesley/Sampaio Corrêa

Payciúma Luiz