Com esperança de título, San Lorenzo enfrenta Newell’s Old Boys

- El Ciclón tem um jogo a menos e precisa vencer se quiser continuar perto do líder Boca Juniors

A 16ª rodada da Superliga Argentina de Futebol começa nesta sexta-feira (16/02) com confronto direto por vaga na Libertadores de 2019. No sábado, o San Lorenzo joga contra o Newell’s Old Boys e precisa vencer para encostar no líder Boca Juniors e manter esperança de título. Vale lembrar que o San Lorenzo tem uma partida a menos. Já no domingo, o vice Talleres visita o San Martín; o River Plate pega o Godoy Cruz; e o Xeneize tem duelo com o Banfield. O fechamento da rodada é na segunda-feira.

Supeliga Argentina – 16ª RODADA

16/02 – Sexta-feira

Estudiantes x Unión de Santa Fé – 20h

O duelo entre Estudiantes e Unión de Santa Fé é decisivo. Não por causa do título – que provavelmente será do Boca -, mas sim pela disputa por uma vaga na Libertadores do ano que vem. No estádio Ciudad de La Plata, o Estudiantes, oitavo colocado, com 24 pontos, vai contar com o apoio da torcida pincha, para superar o Tatengue, quinto lugar, com 26 pontos.

Se el Pincha vencer, além de ultrapassar o rival santafesino, pode entrar no G5. O histórico de confronto entre as duas equipes na elite do campeonato argentino é favorável ao Estudiantes. Os platenses venceram 28 vezes, o Unión ganhou 10 e houve 20 empates.

Racing x Lanús – 20h

O Racing vem crescendo nessa segunda metade da Superliga e ronda a zona de classificação para a Sul-Americana. Para tanto, o compromisso diante do Lanús é importante para ingressar entre os 11 primeiros. No estádio Presidente Perón, em Avellaneda, la Academia, 13º colocado, com 22 pontos, recebe el Granate que está tentando sair de uma situação não muito confortável.

O Lanús é 21º colocado, com 18 pontos, e vem com um pouco de confiança após derrotar o River Plate, por 1 a 0, na rodada passada. Já o Racing fez uma virada em cima do Olimpo, por 2 a 1, e pode encaixar a terceira vitória consecutiva. Racing e Lanús se enfrentaram 124 vezes na primeira divisão. La Academia ganhou 59, el Grana venceu 36 e houve 29 empates.

Belgrano x Vélez Sarsfield – 22h15

O Belgrano sonha em disputar pela primeira vez uma Libertadores. Feito que seu arquirrival Talleres já conseguiu. Os Piratas recebem o Vélez, no estádio Gigante de Alberdi, e só a vitória interessa para alcançar o objetivo de ir à maior competição continental de clubes das Américas. O Belgrano está na nona posição, com 24 pontos, dois a menos que o quinto colocado, o Unión de Santa Fé. Já o Vélez é o 22º segundo, com 17 pontos. Os times duelaram 33 vezes no Argentino, sendo que foram 15 triunfos para o Vélez, 14 para o Belgrano e quatro empates.

17/02 – Sábado

Argentinos Juniors x Atlético Tucumán – 18h

Os colorados jogam contra o Atlético Tucumán, no estádio Diego Arando Maradona, numa briga direta na tabela de classificação. Ambos com 23 pontos, o Argentinos é o 11º colocado e el Decano é 10º. As duas equipes se enfrentaram apenas 8 vezes no campeonato argentino, são quatro vitórias para o Tucumán, três para os colorados e um empate.

San Lorenzo x Newell’s Old Boys – 18h

El Ciclón, do artilheiro Nicolas Blandi, vai para cima do Newell’s Old Boys, com o apoio da torcida, no estádio El Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires. O San Lorenzo é o terceiro colocado, com 28 pontos, e tem uma partida a menos (contra o Independiente que será no dia 04 de abril). Os cuervos precisam vencer para não deixar o líder Boca Juniors, com 37 pontos, se distanciar.

Já os leprosos estão na 23ª posição, com 13 pontos, e praticamente não têm objetos nessa Superliga, pois está a 10 pontos da zona de classificação para a Sul-Americana. No histórico na elite argentina, o duelo entre as duas equipes é parelho. O San Lorenzo triunfou 59 vezes, o Newell’s ganhou 46 e houve 47 empates.

Temperley x Independiente – 20h15

O Temperley enfrenta o Independiente, no estádio Alfredo Beranger, com o objetivo de somar pontos para fugir do rebaixamento. Os donos da casa estão na 26ª posição na tabela de descenso, com promédio de 1.044. O Vélez, 24º, é o primeiro fora da degola, com 1.175.

Já o Independiente está na sexta colocação, com 25 pontos, e tem um jogo a menos (contra o San Lorenzo que acontece no dia 4 de abril). El Diablo Rojo deve ir com o time reserva, pois vai fazer a partida de volta da Recopa contra o Grêmio, na próxima quarta-feira, em Porto Alegre. A primeira partida foi 1 a 1.

As duas equipes jogaram entre si 18 vezes no campeonato argentino. O Independiente venceu 10, o Temperley ganhou duas e houve seis empates.

Rosário Central x Olimpo – 22h30

Os canalhas podem engatar a terceira vitória consecutiva, se vencerem o Olimpo. A partida acontece no estádio Gigante de Arroyito, na cidade de Rosário, na província de Santa Fé. O Central cresceu e agora 17ª posição, com 20 pontos, almeja uma vaga na Sul-Americana de 2019. O Olimpo é penúltimo, com nove pontos, e briga para escapar do rebaixamento. Em 16 partidas disputadas entre os dois clubes no Argentino, o Rosário Central ganhou quatro, o Olimpo venceu três e teve nove empates.

18/02 – Domingo

San Martín de San Juan x Talleres – 18h

O San Martín, 15º colocado, com 21 pontos, recebe o vice-líder Talleres, no estádio Ingeniero Hilario Sánchez. A partida deve ser interessante, pois el Verdinegro quer chegar entre os 11 e o Talleres segue mirando o Boca. La T tem 30 pontos, sete a menos que a equipe boquense. As duas equipes se enfrentaram só uma vez na primeira divisão, e o Talleres levou a melhor.

Arsenal de Sarandí x Huracán – 18h

El Arse encara o Huracán, no estádio Julio Humberto Grondona, em busca da segunda vitória na Superliga. Pois é, o Arsenal é o lanterna, com sete pontos, e venceu apenas uma vez (2 a 1 em cima do Banfield, fora de casa, pela 5ª rodada). Numa situação melhor, el Globo é o sétimo colocado, com 24 pontos, e joga para voltar a figurar no G5. As equipes duelaram 12 vezes entre si, com quatro triunfos para o Arsenal, três para o Huracán e cinco empates.

River Plate x Godoy Cruz – 20h15

19ª posição, com 18 pontos. Nem parece, mas essa é a atual classificação do River Plate. São 19 pontos a menos que o arquirrival Boca Juniors. É nesse contexto que o Millonário recebe o Godoy Cruz, no Monumental de Nuñez. A imprensa argentina fala em crise, mas o técnico Gallardo insiste que não. Fato é que alcançar uma vaga na Libertadores de 2019 pela Superliga é quase impossível. Portanto, o River vai ter quer ser campeão da atual Libertadores ou ser bi da Copa da Argentina.

Do outro lado, el Tomba é o quarto colocado, com 27 pontos, e vem numa campanha bastante regular. O time de Godoy Cruz triunfou 8 vezes, empatou três e perdeu quatro nessa Superliga. No histórico de confrontos na elite entre os dois, o River ganhou sete, el Tomba venceu seis e houve três empates.

Banfield x Boca Juniors – 22h30

El Taladro, 18º, com 19 pontos, tem duelo contra o líder Boca Juniors, no estádio Florencio Sola, e deve ir com o time reserva por causa da pré-Libertadores. O Banfield viaja à Montevidéu para encarar o Nacional do Uruguai, na partida de volta (na Argentina, o jogo foi 2 a 2). O Boca é o grande favorito para essa partida contra el Taladro e provavelmente vai chegar aos 40 pontos. O time xeneize deve ter a estreia do meia Emanuel Reynoso. Os dois clubes se encontraram 91 vezes no campeonato argentino. O Boca ganhou 52 vezes, o Banfield venceu 18 e teve 21 empates.

19/02 – Segunda-feira

Tigre x Defensa y Justicia – 20h

O Tigre enfrenta o Defensa y Justicia, no estádio José Dellagiovanna, na cidade de Victoria, na província de Buenos Aires. El Matador de Victoria precisa somar pontos para não correr o risco de entrar na zona de rebaixamento. Já o Defensa y Justicia visa os 11 primeiros para garantir vaga na Sul-Americana do ano que vem. O Tigre é 25º colocado, com 12 pontos, e el Halcón é o 14º, com 21 pontos. As duas equipes jogaram quatro vezes na primeira divisão, foram duas vitórias para o Defensa y Justicia, uma para o Tigre e um empate.

Patronato x Chacarita – 20h

Em duelo de rubro-negros, o Patronato, 16º colocado, com 20 pontos, recebe o Chacarita, 24º, com 12 pontos, no estádio Presbítero Bartolomé Grella. O Patronato é da cidade de Paraná, capital da província de Entre Ríos, no interior, e nunca foi campeão argentino. Já o Chacarita é da cidade General San Martín, na Grande Buenos Aires, e foi campeão nacional uma vez, em 1969.

Colón de Santa Fé x Gimnasia de La Plata – 22h15

El Sabalero enfrenta o Gimnasia, no estádio Cementerio de Elefantes, na cidade de Santa Fé. O Colón é o 12º colocado, com 23 pontos, e pode entrar na zona de classificação para a Sul-Americana e também encostar no G5. Já el Lobo é o 20º, com 18 pontos, e mira os 11 primeiros. As duas equipes se enfrentaram 61 vezes no campeonato argentino. O Gimnasia venceu 27, o Colón 12 e teve 22 empates.

[soccer-info id='12' type='table' /]

Vitor Hugo Souza

Sobre Vitor Hugo Souza

Vitor Hugo Souza já escreveu 61 posts nesse site..

Futebol é legal. Jornalismo também. Então, faz as contas ⚽��❤ Sou Vitor Hugo Souza, jornalista formado, eterno jogador do “10 minutos ou dois gols”, e em busca da onda perfeita. Chuteiras nos gramados, jogos decisivos, golaços, dribles, time do coração, bastidores, torcida, emoção, tudo isso mexe com o imaginário. Mais do que um esporte, é futebol na veia.

BetWarrior


Poliesportiva


Vitor Hugo Souza
Vitor Hugo Souza
Futebol é legal. Jornalismo também. Então, faz as contas ⚽��❤ Sou Vitor Hugo Souza, jornalista formado, eterno jogador do “10 minutos ou dois gols”, e em busca da onda perfeita. Chuteiras nos gramados, jogos decisivos, golaços, dribles, time do coração, bastidores, torcida, emoção, tudo isso mexe com o imaginário. Mais do que um esporte, é futebol na veia.

    Artigos Relacionados

    Topo