Com egos e vagas em disputa, semana 34 da MLS terá início

Faltando poucos dias para o início da pós-temporada na MLS os jogos começam a se tornar cruciais para as equipes que ainda buscam uma vaga dentro do grupo dos seis selecionados dentro de cada Conferência. Na Leste, quatro dos seis já estão classificados, com o Crew quase dentro e a última sendo disputada pelo D.C. e o Impact. Do outro lado, apenas três times carimbaram sua vaga nos playoffs, o que mostra o quão disputada é a Oeste. Os três jogos desta quarta podem apontar alguns possíveis novos garantidos. Confira:

MLS – Semana 34

Orlando City x Seattle Sounders

Orlando City é o lanterna da Conferência Leste, com incríveis 25 pontos conquistados. Se é que serve de consolo, é o segundo pior time da liga, atrás apenas do SJ Earthquakes, os quais possuem 20 pontos até a rodada iniciar. Sem marcar um gol em 450 minutos, a equipe da Flórida vem de quatro derrotas em seis jogos, com dois empates a cada dois jogos, o que foi o assunto da última entrevista do técnico dos leões da Flórida:

“Nós tínhamos jogadores fora (por conta da Data FIFA), mas quando uns saem, outros precisam aparecer e darem as caras para ajudar a equipe. Isso se chama elenco. Podíamos ter alguns jogadores representando suas seleções, mas outros precisam agarrar a chance e mostrar que podem jogar. Se esconder será pior para eles.”

Provável escalação: Adam Grinwis; Scott Sutter, Shane O’Neill, Lamine Sane, Carlos Ascues, RJ Allen; Cristian Higuita, Will Johnson, Sacha Kljestan, Chris Mueller; Dom Dwyer – Técnico: James O'Connor.

Por outro lado, a equipe de Seattle vive bom momento. Em seu último jogo, contra o Houston Dynamo, a vitória por 4 x 1 dá um gás extra para os comandados de Brian Schmetzer. Na semana em que a cidade perdeu Paul Allen, co-fundador da Microsoft e fundador do Seattle Seahawks, time que divide o estádio com os Sounders, faleceu as 65 anos. No momento difícil, a equipe precisa se unir e focar no seu jogo, pois ainda não se classificou aos playoffs.

A ausência de Nico Lodeiro, ex-Corinthians, pode ser um pouco sentida pela equipe, já que o uruguaio está defendendo a Celeste, em seus amistosos internacionais, além de Ruidíaz, quem defende a seleção do Peru, Gustav Svensson, na Suécia e Jordy Delem, quem defende Martinique, uma federação parceira da FFF, Federação de Futebol Francesa.

Provável Escalação: Stefan Frei; Kelvin Leerdam, Kim Kee-Hee, Chad Marshall, Nouhou Tolo; Osvaldo Alonso, Henry Wingo; Handwalla Bwana, Cristian Roldan, Victor Rodriguez; Will Bruin – Técnico: Brian Schmetzer.

https://twitter.com/SoundersFC/status/1052236405601067008

D.C. United x Toronto FC

Depois de quase toda a temporada regular da Major League Soccer, a equipe de Wayne Rooney está acima da linha do Equador, ou melhor, a linha que divide os classificados dos eliminados. Buscando um lugar ao sol, o time da capital depende apenas dele mesmo, portanto, enfrentar um time já eliminado e em casa, os três pontos são obrigação se o time ainda almeja algum reconhecimento dentro da atual temporada. A equipe quer transformar sua casa em uma fortaleza, já que ainda tem dois jogos em casa, e foi sobre isso que Rooney falou:

“Os torcedores vem sendo brilhantes, especialmente dentro da nossa casa. Eu sinto que a cada semana que passa, a nossa torcida só fica melhor e melhor. Nós precisamos deles, nos precisamos de ajuda para darmos esse gás final nos últimos jogos da temporada para chegarmos aos playoffs. E se chegarmos, eles terão sido muito importante para nós, como já são.”

Provável Escalação: Bill Hamid; Nick DeLeon, Frederic Brillant, Steve Birnbaum, Joseph Mora; Russell Canouse, Chris Durkin; Zoltan Stieber, Luciano Acosta, Yamil Asad; Wayne Rooney – Técnico: Ben Olsen.

A última derrota dentro da Major League Soccer doeu em todos os corações defendidos pelas cores do Toronto, pois a derrota para o Vancouver Whitecaps,em casa, eliminou a equipe canadense da pós-temporada. Depois de uma temporada de extremos, ou estava muito bem ou muito mal, a exclusão da pós-temporada foi até justa, pois o futebol apresentado não os fez merecer mais do que o acontecido. Porém, o time não jogou a toalha e quer fazer bonitos nos jogos que faltam, segundo o técnico Vanney:

“Jogamos contra o D.C. United, que é um time que está lutando para se classificar para os playoffs, portanto, não iremos deixar barato para eles. Depois, contra nosso rival, o Impact, onde podemos deixar uma leve alegria aos torcedores. E depois vamos á Geórgia enfrentar o time de Atlante, que está lutando pelos 69 pontos, além de sempre ser divertido jogar lá. São jogos importantes para nós.”

Provável Escalação: Alex Bono; Auro, Eriq Zavaleta, Drew Moor, Chris Mavinga, Justin Morrow; Lucas Janson, Liam Fraser, Ryan Telfer;  Ayo Akinola, Jordan Hamilton – Técnico: Gregg Vanney.

https://twitter.com/torontofc/status/1052303168640552963

Vancouver Whitecaps x Sporting Kansas City

Com certeza, é o jogo mais esperado do dia, e, como de costume, o mais importante fica para o horário nobre da televisão americana. No BC Place, a vida de um pode se complicar, seja lá qual for seu objetivo. Para os canadenses, a vitória significar empatar com o primeiro time na zona dos playoffs, o que pode pressionar os Real Salt Lake. A dramática vitória contra o Toronto FC ainda deixou esperanças para a equipe, a qual precisa vencer em casa.

O fantasma do primeiro jogo entre as equipes pode perambular dentro da cabeça, pois um 6 x 0 na primeira partida entra as equipes, no dia 30 de Abril, no Children's Mercy Park, casa do Sporting KC. Além de ter um técnico interino, os canadenses não contam com seis jogadores, os quais estão defendendo suas seleções nessa rodada de Data FIFA. Entre eles, Alphonso Davies, quem está com a seleção canadense e pode começar a dar adeus ao time, já que o Bayern de Munique pode pedi-lo ao fim da temporada.

Provável Escalação: Stefan Marinovic; Jake Nerwinski, Jose Aja, Aaron Maund, Brett Levis; Felipe; Brek Shea, Jordon Mutch, Nicolas Mezquida, Erik Hurtado; Kei Kamara – Técnico (interino): Craig Dalrymple.

https://twitter.com/WhitecapsFC/status/1052591192167182336

Como explicado, um time pode ver seu objetivo ficar um pouco mais distante depois do jogo de hoje. Para o time de Kansas, uma melhor colocação na tabela é a prioridade, pois, quão melhor for sua colocação, um time de pior colocação será seu adversário. O empate dramático na última rodada tirou a possibilidade dos mesmos colarem de vez nos dois líderes, pois empataram com o LA Galaxy em casa, depois de Ibrahimovic converter um pênalti muito discutível.

“Eles estão brigando por uma vaga nos playoffs. Nessa reta final de temporada, não tem nenhum jogo fácil, o time sempre estará brigando por algo, seja por vagas ou por orgulho. Essa (contra o Vancouver) será mais uma muito difícil, obviamente. Nós só precisamos nos preparar direito e focar nos nosso objetivos.”

Provável Escalação:  Tim Melia; Graham Zusi, Ike Opara, Matt Besler, Seth Sinovic;  Roger Espinoza, Ilie Sanchez, Yohan Croizet; Gerso Fernandes, Diego Rubio, Daniel Salloi – Técnico: Pete Vermes.

Mathias Galdi
Andreense, nascido e criado na única cidade do ABC representada por um campeão da Copa do Brasil. Tenho 19 anos, faço graduação em Jornalismo, o que era mais certo na minha vida do que qualquer outra coisa. Naquelas atividades bobas da escola, eu já me saia bem, ou seja, era eu quem passava vergonha pra sala toda. Brincadeiras á parte, a comunicação sempre esteve presente em mim, principalmente na área dos esportes, onde atuo hoje. Sou apaixonado pelo esporte, seja qual for. Amante da tática e da estratégia.

Artigos Relacionados