Com direito a gol contra, Paderborn é o primeiro rebaixado da Bundesliga

Reviravoltas e algo já esperado movimentaram a terça-feira (16) da 32ª rodada da Bundesliga 2019/20. O Paderborn precisava vencer para continuar na luta para ficar na primeira divisão, mas com gol contra de Zolinski, a equipe perdeu para o Union Berlin. Enquanto o Freiburg, em jogo dos gols na segunda etapa, aproveitou falhas da defesa para vencer por 2 x 1 o Hertha Berlin.

Sendo assim, o time da capital alemã não tem mais pretensões no campeonato, pois com 38 pontos na 11° colocação não alcança mais o Freiburg na zona de Europa League com 45 pontos e um jogo a mais que o Hoffenheim. Coisa parecida acontece com os times da outra partida. Sem chances do Fortuna Dusseldorf encostar, o Union Berlin tira férias da competição. Já o lanterna Paderborn com 20 pontos focará na 2.Bundesliga 2020/21.

Bundesliga 2019/20 – 32ª Rodada

Freiburg 2 x 1 Hertha Berlin

Os vistantes buscaram incomodar desde o início e antes dos 30 minutos Stark já tinha isolado chute na grande área após receber cruzamento de Darida. E ainda Ibisevic foi bloqueado por Lienhart quando recebeu lançamento de Grujic. Apesar de Sallai quase ter feito um golaço, as chances do SCF vinham em bolas aéreas.

Na segunda etapa, aos 50′ Lukebakio fez grande jogada e abriu o placar, no entanto, o tento foi anulado devido a falta no começo do lance. E foi de falta o primeiro gol. Aos 60′ após falta no canto da área, Grifo cobrou com perfeição sem chances para Jarstein. A busca pelo empate, o Hertha se lançou ao ataque e conseguiu empatar. Pekarik lutou pela bola, ameaçou chutar e foi derrubado por Koch. Pênalti marcado. Na cobrança, Ibisevic bateu forte, sem chances para Scholow. Darida quase virou a partida nos minutos seguintes. Mas a vitória foi dos Brasillianers. Em confusão na saída de bola, Petersen aproveitou para tirar do goleiro e fechar o placar aos 72′.

Union Berlin 1 x 0 Paderborn

A primeira notícia ruim dos visitantes foi quando Strohdiek saiu lesionado aos 14′. Sem contar a pressão que já vinha sofrendo, em um chute de fora da área, Bulter quase venceu Zingerle. No entanto, isso aconteceu aos 27′. Trimmel cobrou escanteio, Zolinski subiu para afastar, mas acabou jogando no próprio gol, assim, abrindo o placar. Na primeira etapa, as chances foram poucas, as defesas se sobressaíram muito.

Na segunda etapa, Andersson e Andrich assustaram já no começo. Desesperados, o SCP se mandava ao ataque, mas sem organização. A única chance foi com Vasiliadis em chute que Gikiewicz espalmou a pancada de longe. Mesmo assim, teve recorde, nem tão positivo. Gjasula levou cartão amarelo no fim de jogo e chegou ao 17° amarelo na competição em 28 jogos. Quebrando a marca de Hajto na temporada 1998/99.

Foto Destaque: Reprodução/Kay Nietfeld/Getty Iamges.

Guilherme Ribeiro
Sou Guilherme Ribeiro, 20, paulista da região do ABC. Ler e escrever é um hobby, para o esporte que é a minha paixão.

Artigos Relacionados