Colón x Independiente Como Aconteceu – Resultado, Destaques E Reação

Em partida válida pela 10ª rodada da Superliga Argentina, enfim o Independiente mostrou certo fulgor. Apesar do empate por 2×2, o time apresentou criatividade, maior repertório de jogadas. Tal como saídas interessantes para problemas de longa data. Assim, o clube agora se encontra na 6ª posição, quatro pontos atrás do Boca Juniors, que é o último da zona de classificação.

Desse modo, caso o Boca vença seu compromisso perante o Lanús, ficar-se-á quase impossível o ingresso dos Diablos para a próxima fase. Pois, vale lembrar de que só os quatro primeiros avançam. Porém, a atuação de ontem foi plausível, diria até que tão surpreende quanto uma obra shakespeariana. Nesse sentido, vamos agora aos melhores momentos do confronto de ontem. Colón x Independiente– como aconteceu.

Colón x Independiente – Assista aos Melhores Momentos

1° Tempo: Aguerrido, Independiente sofre um gol e empata

Após a finalização inicial de Damián Batallini, parecia que assistiríamos a um Independiente óbvio. Mais uma vez refém dos tiros de longa distância. Entretanto, o posicionamento dos atletas melhorou, havendo mais aproximação. Com isso, nota-se uma evolução quanto à troca de passes. Dessa maneira, apesar de Domínguez repetir seu 4-3-3, houve ao menos mais organização.

Minutos depois da finalização citada. Diga-se, que passou perto da meta de Burián, goleiro adversário. O Independiente recebe um contra-ataque, devidamente hifenizado. E gol do Colón. 1×0! A saber, o gol foi constituído por uma ótima tabela envolvendo Beltrán e Rodríguez. Ou seja, o primeiro puxou o contra-ataque, tocou para Pulga, que retribuiu. E, num chute cruzado, aos 22 minutos, Beltrán levanta a torcida.

Aos 29 minutos, Batallini recebe bom lançamento  pela esquerda e cruza na cabeça de Domingo Blanco. 1×1! Inclusive, poderia a equipe ter obtido a virada numa roubada de Pozzo. Que tocou de calcanhar para Batallini. Mas, a pelota foi para fora. Em resumo, houve mais algumas boas jogadas do Colón. Sem embargo, o resultado parcial terminou mesmo no 1×1.

2° TEMPO: Jogo bom, com riscos e gols de lado a lado

Não há outro modo, outra maneira, senão preambularmos com o gol de falta de Pulga. Portanto, um gol no ângulo esquerdo de Sosa, aos 54 minutos, digno de todos os elogios inexpugnáveis. De comparação com a beleza de uma sinfonia de Johann Sebastian Bach. 2×1! Em resposta, houve a boa triangulação de Soñora, Batallini e Pozzo, resultando na finalização do último, com boa defesa do goleiro.

Aos 65 minutos, depois de afastada a bola pela zaga do Colón. Soñora domina, já driblando o adversário. Passa para o zagueiro Laso. Que cruza na cabeça de Benegas. É o empate. 2×2! Enfim, uma atuação à altura da camisa. Com 55% de posse de bola, o Independiente finalizou 19 vezes, 5 em direção ao alvo. O Colón finalizou 11, duas em direção à meta.

Colón x Independiente – E Agora?

O próximo compromisso do Independiente será contra o Aldosivi, vice-líder do grupo B. Em síntese, o duelo será válido pela 11ª rodada, terça-feira (19), às 21h:30 (horário de Brasília). Os Diablos jogam em casa, precisam de um tropeço do Boca hoje. E, claro, de um êxito na próxima batalha. Em suma, ainda é possível sonhar. Pois, precisamente ontem, o Independiente voltou a ser o que é. Portanto, uma camisa com expressão, que transborda um sangue capaz de sublevar paixão.

Foto destaque: Divulgação/Independiente

Daniel Muzitano
Formado em Publicidade pela faculdade Estácio de Sá, pós-graduado em Letras na instituição Veiga de Almeida, contribuiu, lexicograficamente, para o E-Dicionário de Termos Literários (Portugal), é revisor do Colégio Santo Agostinho, fluente em Espanhol, e, ainda hodiernamente, revisa teses de mestrado e de doutorado, dedica-se à área de etimologia e é colunista do Futebol na Veia, possuindo conhecimento amplo na ramificação do futebol.