Clássico Paisa é destaque dos jogos de sábado no Clausura Colombiano

Abrindo os confrontos da 13ª rodada do Clausura Colombiano, quatro jogos acontecem neste sábado (5) e com direito a clássico. O primeiro duelo é entre Atlético Huila Alianza Petrolera, equipes longe das vagas internacionais e do rebaixamento, também não brigam por nada, por enquanto, no Clausura. O Derby de Paisa entre Independiente Medellín e Atlético Nacional será o segundo jogo e tem tudo para ser o melhor, devido a ampla rivalidade. Deportivo CaliPatriotas será o terceiro jogo e os embates de sábado se encerram com Rionegro Águilas e Santa Fe. Veja todos os detalhes do Campeonato Colombiano.

Clausura Colombiano – 13ª rodada

Atlético Huila x Alianza Petrolera – 17h15

Os donos da casa perdem há dois jogos e vem de empate com o América de Cali, fora de casa, sem gols. Porém, antes destes jogos de invencibilidade, foram intermináveis 16 jogos sem vencer, chegando a ter sete derrotas consecutivas. A equipe titular não vai mudar muito em relação ao último jogo, embora seja possível que o treinador argentino Néstor Craviotto coloque, no ataque, um parceiro para o argentino Maximiliano Barreiro. As alternativas são Juan Sebastián Herrera e Camilo Rosero. A boa notícia é que o departamento médico habilitou o lateral esquerdo Michael Lopez, que vai para o banco de reservas.

https://twitter.com/AtleticoHuilaof/status/1048218839413088257

No lado de Alianza Petrolera as sessões de treinamento realizadas durante a semana mostrou uma equipa sólida e que procura defender, além de ter trabalhado continuamente nas movimentações da zaga para encontrar segurança e construir um futebol ofensivo do setor meio-campo. Os oilmen terão sete dias para definir seu caminho antes da temporada de 2019, o objetivo é somar o maior número de pontos ainda a serem jogados e melhorar a posição na tabela de descida.

Independiente Medellín x Atlético Nacional – 19h30

O time da casa está na 10ª posição e fora da zona de classificação para os playoffs, mas uma vitória, com combinação de resultados, pode fazer com que El Poderoso de la Montaña entre no G8. Por outro lado, seu rival é o atual líder da tabela geral do Campeonato Colombiano, o sempre forte Atlético Nacional. O clássico vai brilhar no estádio Atanasio Girardot. Nos últimos cinco jogos, ambos os clubes venceram dois jogos cada e houve um empate. Este será o Clássico Paisa de número 298 na Liga Águila.

Independiente Medellín vem de vitória no último jogo sobre o Patriotas por 3 x 0 e terá o atacante Leonardo Castro a disposição após quase um mês lesionado. Na tabela geral, a equipe está em 3º lugar, com 59 pontos, o que não lhe permite vaga na Libertadores 2019, mas, caso o rival de hoje, atual líder, vença a Copa da Colômbia, abre mais uma vaga para a maior competição da América do Sul, mas precisam manter a posição e só vitórias fazem isso. O técnico Octavio Zambrano expressou sua vontade atacar na partida:

“Vamos partir da ideia de que temos que vencer e vamos sair e enfrentar o Nacional da mesma forma que enfrentamos os outros. O Deportivo Independiente Medellín não se escondeu em nenhuma partida, nós saímos para jogar. Embora o Nacional mude os protagonistas, têm uma ideia muito clara. É uma equipe altamente criticada, mas continua a vencer. Independentemente do que muitos dizem, continuam somando (pontos) e estão vivos nas competições em que participaram”.

https://twitter.com/DIM_Oficial/status/1047958545008906242

O Atlético Nacional vai em busca de sua terceira vitória seguida e dos líderes do Clausura, estando atualmente está na 6ª posição com 21 pontos, a cinco do líder Tolima. Carlos Cuesta, que recuperou de uma pancada no joelho, volta ao time, assim como Hayen Palacios. Por outro lado, também tem várias baixas neste jogo. O lateral esquerdo Deiver Machado sofreu uma contusão no tornozelo direito. Esta lesão não o impedirá de estar com a Seleção Nacional da Colômbia, mas não joga hoje. Aldo Leao Ramírez, Raúl Loaiza e Vladimir Hernandez também estão lesionados. Gerardo Madrigal está em fase final de recuperação e Jeison Steven Lucumí acumulou cinco cartões amarelos e está suspenso. Hernán Darío Herrera, treinador do Los Verdolagas, falou da importância do clássico:

“Você tem que ganhar o clássico. O clássico é um jogo complicado para ambos. Medellín quer vencer e queremos vencer. Medellín tem uma boa equipe, bons jogadores e um ataque que vai bem com Cano e Caicedo. Eles têm seus argumentos e nós temos os nossos. É um jogo muito equilibrado que vai ganhar o melhor”.

https://twitter.com/nacionaloficial/status/1048224719202373632

Deportivo Cali x Patriotas – 20h

Deportivo Cali e Patriotas vão estrelar um duelo em que ambas as equipes precisam dos três pontos. A equipe da casa, comandada por Gerardo Pelusso, vai buscar mais uma vitória para permanecer no G8. Os anfitriões vem de uma semana tranquila após triunfo sobre o Santa Fe, na última rodada da Liga Águila. Estão na 8ª posição e qualquer derrota pode por a classificação aos playoffs em risco. Carlos Carbonero deve voltar ao time, pois já se recuperou de lesão. Entretanto, Danny Rosero, Didier Delgado, Matías Cabrera e Macnelly Torres estão entre os desfalques. Com isso, Juan Sebastián Quintero, Kevin Balanta, Andrés Pérez e o jovem Kevin Velasco serão os substitutos.

“Assim como o campeonato, o combate, e com um placar muito próximo, aquele que vence dois jogos, sobe muito na tabela, e é isso que estamos tentando fazer, e vamos buscar no sábado”, disse Pelusso, comandante dos Los Azucareros.

https://twitter.com/AsoDeporCali/status/1048222624252420102

Já os visitantes vem de dura derrota para o Independiente Medellín. O treinador Diego Corredor quer manter as chances de jogar os playoffs e, há oito pontos do primeiro time dentro da zona de classificação, que é, justamente, o Deportivo Cali, necessita da vitória. Por outro lado, a visita não teve um bom torneio devido a sua irregularidade mostrada em cada um dos jogos, chegando a ficar 15 jogos sem vitórias.

Rionegro Águilas x Santa Fe – 21h45

Os mandantes estão na 4ª posição, com 22 pontos e buscando a liderança, estando apenas a quatro pontos de distância do líder Tolima. A boa fase, estando a quatro jogos sem perder, faz do time favorito na partida de hoje. Um triunfo aliado a uma combinação de resultados pode colocar os anfitriões perde de uma vaga na próxima Copa Sul-Americana. O Rionegro Águilas é a melhor equipe de Antioquia neste semestre e quer continuar assim, galgando degraus rumo as primeiras posições.

https://twitter.com/AguilasDoradasR/status/1047538839382892544

Já o Santa Fe, que não vence há cinco partidas, saiu do G8 na última rodada e precisa vencer com combinação de resultados para tentar voltar a zona de classificação. O treinador manterá a base de seu time titular. Javier López, Diego Guastavino e Carmelo Valencia, ausentes do time titular na Sul-Americana, podem retornar.

“Nenhuma classificação de dúvida em Suramericana tem sido de grande valor para levantar o ânimo do grupo. Mas agora devemos virar a página e trabalhar para marcar pontos no campeonato. Temos de enfrentar um grande rival como Rionegro, que tem uma grande treinador e é isso que está mostrando nos bons resultados, então temos que ir para fazer um jogo muito inteligente, com muita concentração, para trazer um bom resultado”, disse o técnico Guillermo Sanguinetti.

6

Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, criado em Taboão da Serra, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
https://bit.ly/EricFilardi

Artigos Relacionados