Clássico da Anvisa: Brasil x Argentina ganha nova data

A partida entre Brasil x Argentina, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, já tem nova data definida. Assim sendo, o “Clássico da Anvisa” ocorre no próximo dia 22 de setembro. Aliás, a Fifa informou às confederações dos países na última sexta-feira (22). No entanto, ainda não há local definido. Mas a entidade tem até o dia 22 de junho para informar qual será o palco do duelo. Vale lembrar que o Brasil é o mandante da partida. No entanto, caso haja acordo entre Fifa, CBF e AFA, o clássico poderá ser em outro país.

A saber, inicialmente marcado para setembro do ano passado, no Estádio do Corinthians, em Itaquera, pela 6ª rodada, foi interrompido aos cinco minutos. Posto que agentes da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) entraram no gramado para deter quatro jogadores argentinos que violaram regras sanitárias do Brasil. Visto que atuavam na Inglaterra e não seguiram os protocolos.

Punições aos envolvidos no “clássico da Anvisa”

Em fevereiro, a Fifa anunciou que Brasil x Argentina será realizado. Bem como definiu punições aos envolvidos. Dessa maneira, a CBF recebeu multa de 550 mil francos suíços (cerca de R$3,1 milhões) por conta de falhas na organização do jogo. Além da invasão de campo dos agentes da Anvisa.

Ao passo que a multa aplicada a AFA foi de 250 mil francos (R$ 1,4 milhão). Posto que jogadores argentinos burlaram as regras sanitárias brasileiras. A saber, foram eles: Cristian Romero, Emiliano Buendía, Emiliano Martínez e Giovanni Lo Celso. Inclusive, os quatro foram suspensos por dois jogos. A saber, cumprirão a punição na data Fifa de março. Dessa maneira, podem estar presentes na nova convocação para Brasil x Argentina.

Relembre como foi a interrupção no clássico Brasil x Argentina

O clássico, que seria em 5 de setembro de 2021, foi interrompido aos cinco minutos de jogo quando técnicos da Anvisa tentavam notificar os jogadores argentinos que teriam burlado as normas sanitárias do Brasil. Já que os quatro atuam na Inglaterra e, naquela época, pessoas que vinham do país tinham que fazer quarentena de 14 dias ao entrar no Brasil.

Mas os jogadores chegaram ao Brasil dois dias antes do clássico entre Brasil x Argentina e omitiram esse fato das autoridades brasileiras. Além disso, a Anvisa só se deu conta disso no dia seguinte, quando eles já tinham treinado e circulado pelo país. Mesmo que os atletas estivessem vacinados e apresentado testes negativos para Covid-19, houve a “invasão de campo” da Anvisa, como relatado pelo então árbitro da partida, o venezuelano Jesús Noel Valenzuela.

Na época a CBF se defendeu afirmando que alertou os argentinos sobre as regras sanitárias do país e que não teria como impedir a entrada em campo das autoridades da Anvisa. Ao passo que a AFA frisou que o mandante é o responsável por garantir a realização dos jogos. Bem como que enviou toda a documentação de seus jogadores.

Brasil e Argentina já estão classificados para a Copa do Mundo

O jogo entre Brasil x Argentina, que também ficou conhecido como “Clássico da Anvisa”, não terá nenhum impacto na tabela das Eliminatórias para a Copa do Mundo. Visto que o Brasil terminou em primeiro lugar isolado, com 45 pontos. Ao passo que a Argentina ficou em segundo, com 39 pontos.

Aliás, esse será o último teste antes da Copa do Mundo, que começa em novembro. Anteriormente ao clássico, o Brasil ainda fará mais quatro amistosos, sendo três em junho e outro também em setembro. Dessa maneira, em junho a seleção brasileira enfrenta Coreia do Sul, Japão e também teremos um Brasil x Argentina. Posteriormente, em setembro, o Brasil terá o México pela frente. Aliás, todos serão nas chamadas Datas Fifa.

Foto destaque: Lucas Figueiredo/CBF

Jéssica Albuquerque
Sou formada em Letras e atualmente curso Jornalismo. Sempre gostei de ler e de escrever, o que me levou a seguir nessas áreas.