O líder da Premier League 2020/21 mostrou o porquê está na ponta da tabela. Dessa forma, na tarde desse sábado (13) o Manchester City dominou o Tottenham do inicio ao fim e venceu por 3 x 0. O alemão Gundogan, artilheiro dos Cityzens, brilhou novamente ao marcar dois gols no jogo. Rodri, de pênalti, abriu o placar. Esse resultado garantiu a 11ª vitória consecutiva do time de Guardiola no Inglês. Em todas as competições são 23 jogos de invencibilidade.

1º tempo

José Mourinho escalou o Tottenham mais ofensivo, da mesma maneira que na última rodada. Só que isso não se refletiu na postura da equipe. O City dominou todas as ações ofensivas, mas pecava no passe final. Por outro lado, na primeira subida ao ataque, os Spurs quase abriram o placar. Kane recebeu lançamento e sofreu falta próximo à área. O camisa 10 foi para cobrança e mandou a bola na trave de Ederson, por pouco não entrou. Essa chance esfriou os Cityzens, entretanto, o time de Londres não aproveitou.

Dessa forma, com 20 minutos, Gundogan tabelou e entrou dentro da grande área. O alemão tentou cortar para perna boa, mas foi tocado por Hojbjerg e a penalidade foi marcada. O espanhol Rodri foi o escolhido para cobrança e não decepcionou: chute rasteiro, Lloris até chegou a tocar com o braço direito, porém a bola entrou. Mantendo a posse e sem conseguir criar chances, o Manchester voltou a criar no final da primeira etapa. Sterling foi lançado às costas de Davies, deixou o lateral para trás e serviu Gundogan na área. O chute do meio-campo, que tinha o endereço do gol, acabou sendo evitado por Davidson Sanchéz. Na sobra, Gabriel Jesus finalizou e a bola triscou no travessão.

2º tempo

Para a segunda etapa, Mourinho tirou Lucas Moura e colocou Sissoko, a fim de avançar Ndombèlé no campo. Entretanto, o City não deu nem tempo dos Spurs se adaptarem a mudança. Sterling, na ponta direita do ataque, passou por toda entrada da área do Tottenham mas não finalizou. O inglês esperou a ultrapassagem de Gundogan e passou ao meia. O alemão infiltrou a defesa e finalizou de perna esquerda, novamente Lloris ficou no quase: 2 x 0 com apenas cinco minutos.

Com 15′, se esgotou a última esperança do torcedor do clube londrino. Ederson, sem pressão nenhuma, lançou Gundogan entre a defesa dos Spurs. O alemão limpou facilmente Davidson Sanchéz e chutou rasteiro de perna esquerda, sem chances para Lloris. Três minutos depois, o ex-meio-campo do Borussia Dortmound foi substituído por Mahrez e finalizou sua atuação de gala. O Tottenham, que mal assustou a meta dos azuis de Manchester, conseguiu sua principal chance aos 35′. Gareth Bale vindo do banco fez grande jogada, limpou três defensores do City e exigiu boa defesa do goleiro brasileiro Ederson.

E agora? – Manchester City x Tottenham

O meio de semana está marcado pela volta das competições europeias. Mas os Cityzens só atuam no final do mês (dia 24) pela Champions. Assim, na próxima quarta-feira (17), o Manchester City enfrenta o Everton em jogo atrasado da 16ª rodada. Posteriormente, pela Liga Europa, o Tottenham viaja para Áustria e duela com o Wolfsberger na quinta-feira (18).

Melhores momentos – Manchester City x Tottenham

Foto Destaque: Divulgação/Manchester City

Carlos Vinícius Amorim
Carlos Vinícius Amorim
Carlos Vinícius Amorim, 21 anos, atualmente cursando jornalismo pelo amor ao futebol, que se iniciou lá em 2005, com apenas seis anos de idade, já imaginam qual o clube né. Sempre se informando e informando aos outros, buscando referências e fontes. Como o jornalismo manda.