A UEFA anunciou, nesta quarta-feira (10), que a partida de ida entre Atlético de Madrid e Chelsea, pelas oitavas de final da Champions League 2020/21, ocorrerá na Arena Nacional, em Bucareste, na Romênia. Além disso, o jogo segue programado para acontecer no dia 23 de fevereiro.

Nesse sentido, a alteração do local da partida se deve pelas restrições de entrada de voos na Espanha vindos do Reino Unido, devido ao coronavírus. Assim também, na última terça-feira (9), o governo espanhol prorrogou, até 2 de março, as restrições de voos do Reino Unido, Brasil e África do Sul. Por este motivo, o jogo não acontecerá no Estádio Wanda Metropolitano.

“A Uefa gostaria de expressar a sua gratidão ao Atlético de Madrid e ao Chelsea pelo seu apoio e estreita cooperação, bem como à Federação Romena de Futebol pela sua ajuda e por terem aceitado organizar o jogo”, disse a entidade, em nota oficial.

Da mesma forma, a UEFA já havia anunciado a mudança de outros dois jogos. Borussia Mönchenglabach e Manchester City e Leipzig e Liverpool jogarão suas partidas na Puskas Arena, em Budapeste, na Hungria. Assim como Atlético de Madrid e Chelsea, os dois confrontos não tiveram alteração de data ou horário.

Essas mudanças também se devem por conta do Covid-19. O governo alemão, com as novas medidas, proíbe a entrada de viajantes de países com alta contaminação pela nova variante do vírus. Além disso, Real SociedadManchester United também mudaram de local. Da mesma forma, o jogo, que seria na Espanha, será na cidade de Turim, na Itália. Por outro lado, o jogo de volta entre Benfica e Arsenal ainda não tem estádio definido.

Foto Destaque: Reprodução/Shutterstock

Márcio Moreno
Márcio Moreno
Escolhi o jornalismo pela paixão pelo esporte, tanto para escrever quanto para falar e debater. Já produzi reportagem para TV sobre rotatividade de técnicos no futebol brasileiro, além de ter escrito sobre handebol no jornal impresso da faculdade. Além do futebol, sou fã de tênis, basquete e Pro-Wrestling.