Charlotte FC

Nesta quarta-feira (22) mais um clube da expansão da MLS fez seu anúncio oficial. Embora muitos já soubessem se tratar do time de Charlotte, a nova equipe fez o anúncio oficial do seu nome, cores e do escudo em seu Twitter. O nome da nova franquia será Charlotte Football Club ou também Charlotte FC. O clube também usará CLTFC como uma segunda referência. O nome Charlotte, faz referências a Rainha Charlotte Sophia de Mecklenburg-Strelitz. Além disso, no centro do seu escuto está uma coroa com quatro pontos, que representa cada uma das quatro divisões do centro da cidade.

No seu escuto existe também a palavra “Minted”, que faz referência a primeira casa da moeda dos Estados Unidos. A equipe terá quatro cores: azul, preto, prata e branco, assim como um outro time da Carolina do Norte, o Carolina Panthers, time da NFL.

“Nosso nome é Charlotte Football Club, mas somos maiores que uma cidade. Nascemos uma equipe de expansão. Não acreditamos em começar pequeno. Só sabemos como crescer. Para jogar grande, é preciso todos nós. Se você ama o belo jogo, você pertence aqui. Se você ligar para a casa das Carolinas, você pertence aqui. Somos feitos do norte e do sul. Nós viemos de todo o mundo. Nós jogamos como um. Somos o Charlotte FC Bem-vindo ao clube ”, é o que você lê no site oficial deles.

Antes mesmo da divulgação oficial em 2020, quando a equipe recebeu a nomeação como uma nova franquia da MLS em 2019, eles foram atrás de um jogador.  Revelaram que o espanhol Sergio Ruiz, jogador do Racing, será o primeiro jogador da história do Charlotte FC.

CURIOSIDADE

Por fim, o Charlotte FC será mais um time com um nome “tradicional” dentro do Futebol fora dos EUA. Sendo assim, o Montreal Impact em 2012 foi o último time com “apelido”, de lá pra cá foram criadas oito equipes com os nomes “tradicionais”.

Foto Destaque: Divulgação/Charlotte FC


Marcos Sibinel
Marcos Sibinel
Olá, me chamo Marcos Sibinel, tenho 23 anos e curso jornalismo na Anhembi Morumbi. Nunca tinha pensado em seguir uma carreira como jornalista, mas foi quando cursava Relações Internacionais que percebi que tinha uma vontade de trabalhar com esportes. Fui então pesquisando sobre o curso de jornalismo esportivo que surgiu um grande interesse, além de amar nosso futebol, tenho vontade também de fazer o outro futebol, o americano, crescer ainda mais aqui no Brasil. Foi então que decidi que queria jornalismo esportivo. Twitter: @masibinel / Instagram: @masibinel

Artigos Relacionados