Chape e Figueira tropeçam e Avaí cria expectativa de chegar

- Importante vitória avaiana da esperança aos leões

Mudanças no z-2 do campeonato e tropeços importantes na parte de cima, veja tudo sobre a rodada do Campeonato Catarinense no resumão do Futebol na Veia!

Campeonato Catarinense – 11ª Rodada

Sábado – 03/03

Hercílio Luz 1 x 2 Brusque

No duelo que abriu a rodada, jogaram Hercílio Brusque no Sul do estado. Os dois times entraram em campo pressionados por suas últimas partidas, nas quais haviam saído derrotados e também por suas atuais posições na tabela, muito próximas do Z-2. O jogo foi de muito contato físico como era de se esperar, porém recheado de chances de gol. No primeiro tempo o matador Lima já havia acertado a trave do goleiro Dida quando, aos 43 minutos abriu o placar em sua segunda tentativa.

Na volta do intervalo os dois times vieram com posturas diferentes. O Leão do Sul tentava segurar o empate enquanto o Marreco partiu para o ataque. E não demorou para o Brusque chegar a igualdade no marcador. Aos sete minutos da etapa final, o estreante Hélio Paraíba empatou o confronto. O gol visitante fez bem para o jogo que voltou a ficar aberto. Aos 34 minutos, veio o tento que deu números finais à partida, Rafinha marcou em contra-ataque o gol da virada do Bruscão.

Com a vitória no confronto direto contra o rebaixamento, o time do Vale do Itajaí chegou aos 14 pontos, e agora ocupa a quinta posição na tabela. O Hercílio no entanto, entrou na zona de rebaixamento pela primeira vez desde o início do campeonato, o time tubaronense agora é o 9º com 10 pontos.

Concórdia 2 x 5 Criciúma

Em outro confronto direto contra o rebaixamento, melhor para o Tigre que venceu muito bem o Galo fora de casa. O Tigre que ainda não tinha vencido nenhum jogo fora de casa nesse catarinense quebrou o tabu em hora boa. O jogo não ficou muito tempo no 0x0, já que logo aos sete minutos Douglas Moreira abriu o placar para o Criciúma. Concórdia sentiu o golpe e, aos 11 minutos Sandro já marcava o segundo para os visitantes. O time do Oeste ficou perdido em campo e aos 17 minutos Elvis fez o terceiro em cobrança de pênalti, vale mencionar que a penalidade foi mal assinalada, pois a falta ocorreu fora da área. Aos 24 minutos Lucas Coelho marcou o quarto gol do Tigre. Ainda no primeiro tempo o Galo anotou seu gol de honra, com Paulinho aos 29.

Na segunda etapa o jogo esfriou e o time carvoeiro apenas controlou a partida que estava tranquila. Mesmo com a goleada a seu favor, o Tigre não parou de marcar, e aos 9 minutos Mailson anotou mais um. Antes do apito final deu tempo para Gerson diminuir um pouco o vexame concordiense.

Com a goleada, o Tigre subiu duas posições e agora é o 7º na tabela, com 12 pontos. Já o Concórdia foi ultrapassado pelo próprio Criciúma e agora é o 8º, com 10 pontos e fora da zona de rebaixamente apenas pelo saldo de gols.

Comemoração do Tigre que enfim deixou a zona de rebaixamento ( Imagem: Ricardo Artifon)
Comemoração do Tigre que enfim deixou a zona de rebaixamento (Foto: Ricardo Artifon – Concórdia)

Domingo – 04/03

Inter de Lages 0 x 0 Chapecoense

Em jogo de poucas oportunidades, o Inter de Lages conquistou um ponto importante diante da favorita Chapecoense. Foi no Tio Vida que a Chape perdeu seus primeiros pontos jogando com o time todo titular a disposição, pelo menos assim estava até os 39 minutos da etapa inicial, quando Canteros sentiu novamente uma lesão no joelho direito e foi substituído. O Leão Baio fez uma de suas melhores partidas e teve até mais chances de gol do que o verdão, mas não pôde converter nenhuma delas em gol durante os 90 minutos.

O Índio ficou totalmente sem poder de criação após a saída do argentino Canteros, e isso ficou muito claro na segunda etapa, já que a Chape só assustou a meta do lanterna Inter após os 40 minutos. Um jogo com muita falta de criatividade e defesas sólidas, não poderia terminar de outra maneira, 0x0 feio em Lages.

Com o placar a Chape segue em segundo, agora com 24 pontos. O time do oeste ainda deu sorte já que o Figueira também tropeçou na rodada. Porém o verdão viu a diferença para o Avaí cair para quatro pontos. Já o Inter segue na lanterna, mas agora com 8 pontos, a apenas dois atrás do primeiro time fora do Z-2.

Jogo de muito contato físico e placar fechado em Lages ( Imagem: Greik Pacheco - Inter de Lages)
Jogo de muito contato físico e placar fechado em Lages (Foto: Greik Pacheco – Inter de Lages)

Joinville 0 x 2 Avaí

Na Arena Joinville, um jogo muito equilibrado no primeiro tempo, mas amplamente dominado pelo Leão no segundo. O Joinville, mandante do jogo, até tentou pressionar nos primeiros minutos, mas a pressão durou pouco e no restante da primeira etapa o que se viu foi um jogo muito equilibrado com as duas equipes passando perto de abrir o placar.

Na segunda etapa, o Leão da Ilha logo abriu o marcador, com apenas um minuto de jogo Romulo anotou o primeiro gol do confronto. A partir daí o JEC pareceu sentir o golpe, e não conseguiu mais atacar o time da capital. O Avaí dominou as ações e chegou ao segundo gol com o eterno Marquinhos, que fez um golaço de falta aos 26 minutos, apenas um minuto depois de ter entrado. Controlando o jogo até o final o Leão ainda colocou uma bola na trave. Os pouco mais de 4 mil torcedores que foram ao estádio, maior público do JEC na temporada, se irritaram com o Coelho e mesmo antes da partida terminar muitos já deixavam o local.

Com a vitória o time azzurra dá sinais de que pode brigar por uma vaga na final, já que ainda terá pela frente os dois adversário diretos pela vaga em confrontos que deverão ser decisivos. O Leão está agora com 20 pontos, a quatro da Chape e cinco do Figueira. O Joinville, no entanto, praticamente deu adeus a disputa pelo título, mas segue na quarta posição, com 16 pontos ganhos.

Jogo foi brigado no primeiro tempo no clássico ( Imagem: Beto Lima - JEC)
Jogo foi brigado no primeiro tempo no clássico (Foto: Beto Lima – JEC)

Figueirense 0 x 0 Tubarão

No outro 0 x 0 da rodada jogaram no Scarpelli Figueirense Tubarão. O time do estreito levou a campo uma equipe modificada, já que a derrota no confronto de quarta-feira diante do Atlético Mineiro pela Copa do Brasil trouxe algum desconforto. O alvinegro começou o jogo pressionando o adversário e criou algumas oportunidades na primeira etapa. Também reclamou de um pênalti, mas Héber Roberto Lopes nada marcou.

No segundo tempo, o jogo seguiu igual, com o Figueira chegando mais, mas também levando alguns sustos atrás. O certo é que a chuva prejudicou um pouco a partida, já que o gramado estava pesado e os dois times, que gostam de um jogo veloz e contra-ataques, não puderam atuar de acordo com suas características. Ao final, o placar ficou como iniciou em Floripa, nada para um lado e nada para o outro.

Com o empate o Figueirense segue na liderança graças ao tropeço da Chape em Lages. O alvinegro soma agora 25 pontos na tabela de classificação. O Peixe por sua vez chegou aos 14 pontos, se mantendo a uma distância segura da briga na parte de baixo, mas perdendo uma posição na tabela, o time de Tubarão ocupa agora a 6ª posição.

Muita chuva em Floripa (Imagem: Luiz Henrique - Figueirense FC)
Muita chuva em Floripa (Foto: Luiz Henrique – Figueirense FC)

[soccer-info id='137′ type='table' highlight='303||Figueirense' /]

Jery Souza

Sobre Jery Souza

Jery Souza já escreveu 24 posts nesse site..

Olá, meu nome é Jery Souza, 21 anos, aluno do curso de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina, apaixonado por futebol e por todas as histórias que ele proporciona! Jornalismo esportivo sempre foi minha vocação, então mesmo quando cursava direito (mais de dois anos inclusive) nunca me desliguei dessa área, sendo um ávido leitor de textos esportivos em geral.

BetWarrior


Poliesportiva


Jery Souza
Jery Souza
Olá, meu nome é Jery Souza, 21 anos, aluno do curso de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina, apaixonado por futebol e por todas as histórias que ele proporciona! Jornalismo esportivo sempre foi minha vocação, então mesmo quando cursava direito (mais de dois anos inclusive) nunca me desliguei dessa área, sendo um ávido leitor de textos esportivos em geral.

    Artigos Relacionados

    Topo