Seleção de todos os tempos da Champions League

O jornal francês ‘L'Équipe realizou uma votação popular para escolher a seleção da Champions League. Na ocasião, foi consideraodo os torneios de 1992 até os dias atuais. Contudo, apenas um brasileiro esteve presente na escalação: Daniel Alves. Desse modo, o brazuca esteve ao lado de companheiros de equipe na época de Barcelona: Carles Puyol, Xavi Hernández, Andrés Iniesta e Lionel Messi. A seleção, por sua vez, foi dominada por jogadores do Barça e do Real Madrid.

A SELEÇÃO DA CHAMPIONS LEAGUE

O Barcelona levou aos onze iniciais cinco jogadores. O Real Madrid, por sua vez, também teve cinco representantes: Casillas, Sergio Ramos, Zidane, Cristiano Ronaldo e Raúl. O único jogador que não esteve representando os espanhóis foi o zagueiro italiano Paolo Maldini, que teve carreira histórica no Milan, tendo levantado a orelhuda em cinco edições. A seleção, portanto, estampou ao todo, seis jogadores da seleção espanhola.

REAL MADRID NA CHAMPIONS LEAGUE

O Real Madrid é o maior campeão da UEFA Champions League. Ao todo, são 13 títulos conquistados. O clube madrilenho viveu dois períodos onde emplacou uma sequência de conquistas. Em primeiro plano, de 1955 a 1960 foram cinco títulos de forma consecutiva. Por outro lado, os Merengues viveram de 1966 a 1996 sem um título sequer. No entanto, na era Cristiano Ronaldo, foram campeões em quatro temporadas: 2013-14, 2015-16,2016-17 e 2017-18. Além disso, os Blancos derrotaram o maior rival local duas vezes, o Atlético de Madrid. Juventus e Liverpool foram os outros batidos pelo time.

RECORDES NO TORNEIO

O currículo mais especial, portanto, pertence a Zinedine Zidane. O francês foi campeão da Champions League em 2001,  como jogador, na época dos Galáticos. Contudo, como treinador do Real Madrid, levantou a taça três vezes, de forma consecutiva. No entanto, quanto a títulos conquistados como jogador, Francisco Gento detém o recorde, tendo sido campeão em seis oportunidades. Porém, em todas esteve vestido a camisa do clube madrilenho.

Foto Destaque: Reprodução/FCBarcelona

Matheus Aquino
Matheus Aquino, 19 anos, estudante de Jornalismo - 2° período na UFPB. A paixão pelo jornalismo surgiu desde pequeno. Aos 17 anos entrou para uma rádio comunitária com um programa chamado Na Marca do Pênalti, onde era apresentador. No ano seguinte, ingressou no principal site de seu município como colunista de esportes e repórter jornalístico. Em 2019, entra para uma outra rádio local, dessa vez, fazendo comentários todos os domingos sobre futebol. A facilidade na escrita e a intimidade com o microfone e as câmeras tornaram o jornalismo ainda mais a sua paixão.

Artigos Relacionados