A final da Champions League desta temporada 2019/20 certamente não será mais realizada na Turquia, como estava previsto anteriormente, antes da paralisação do futebol. Inicialmente, a decisão estava marcada para acontecer no Estádio Olímpico Atatürk, na capital Istambul, contudo, alguns fatores ser tornaram um impasse para que isso aconteça.

Vale lembrar que a finalíssima aconteceria no dia de hoje, 30 de maio. Além disso, há também plano para que as duas competições, Champions League e Liga Europa aconteçam em sede única, para assim, de forma planejada, o calendário seja finalizado.

https://twitter.com/falasantin/status/1266715387992903680?s=20

PLANO DE RETOMADA DO FUTEBOL

Com a situação aos poucos se normalizando na Europa, a UEFA vêm desde então viabilizando planos de retorno e finalização da Champions League e Liga Europa. Além do mais, alguns campeonatos nacionais já retornaram, já outros tem previsão de volta em junho. No entanto, ainda há um impasse sobre essa questão.

A ideia é realizar os jogos restantes das oitavas de final (já estão classificados Paris Saint-Germain, Atalanta e RB Leipzig) e, a partir das quartas, seria feita uma grande maratona de jogos para que fosse recuperado o tempo perdido. Assim, as quartas de final seriam disputadas em dois dias. Logo depois, haveria um intervalo de dois dias para as disputas das semifinais. E por fim, após um mesmo período, ocorreria a grande final.

“- Foi criado um grupo de trabalho com a participação de representantes das ligas e clubes para examinar soluções de calendário e opções de formato que permitiriam a conclusão da temporada atual. Uma variedade de opções está sendo analisada e nenhuma decisão foi tomada nesta fase – disse um porta-voz da UEFA”.

No entanto, a proposta ainda está no papel e não há nada confirmado. Além do mais, o impasse sobre a sede da final se dá por motivos de dirigentes locais não concordarem com o planejado. A possibilidade da partida ser realizada com portões fechados não os agrada. Assim, de acordo com os bastidores, o “plano B” seria a transferência da decisão para Lisboa.

Foto Destaque: Divulgação/ FutebolNews/ Twitter

Avatar
Lucas Marllon
Escolhi jornalismo pois é a área que me atrai interesse em estudar e me vejo atuando. O Jornalismo esportivo é uma das áreas que pretendo interesse em atuar porém não é a única ambição. Aquilo que surgir oportunidade estarei pronto pra antes de tudo ser um bom jornalista.

Artigos Relacionados