Ceni lamenta dificuldade de contratar

- Treinador projeta reencontro contra o Sampaoli
ceni

O Fortaleza insistiu, foi melhor e quase saiu com a vitória contra o Atlético-GO. Entretanto, o Leão apenas empatou, dentro de casa pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Agora, Rogério Ceni projeta o reencontro com o Sampaoli. Além disso, Ceni relembrou o retrospecto equilibrado contra o argentino:

“Sempre equilibrado. Ano passado, foi talvez um dos melhores jogos que fizemos no Brasileiro, aquele 2 a 1, tive a felicidade de jogar contra o Sampaoli, quando eu estava no Cruzeiro, fizemos 2 a 0 no Santos. Agora, vamos para mais um duelo.”, relembrou Rogério.

Entretanto, o técnico destacou o investimento e como vai ser difícil jogar contra um time intenso e que investiu pesado para temporada:

“Lógico que o Atlético-MG é um time que investiu muito dinheiro, fez um time praticamente novo. Tem um elenco maior do que o nosso, mas nós vamos fazer um time que consiga competir contra um estilo de jogo que é de alta intensidade o tempo todo, principalmente que só tem uma competição para jogar, enquanto nós temos Cearense, Brasileiro e Copa do Brasil”, salientou o treinador.

Com o elenco sem muitas alternativas, o Fortaleza vem tentando ter jogo de cintura para fazer os rodízios nas três competições diferente que o clube está jogando. Além disso, o Leão não está tendo sucesso nas tentativas de compra de atletas para a sequência dos jogos.

 “Temos que conversar, ver com a direção. Estamos tentando contratações, não estamos conseguindo concretizar essas vindas, e não podemos perder jogadores lesionados. Às vezes as pessoas não entendem, mas não podemos perder atletas por lesão, temos que manter esse grupo em funcionamento.”, ressaltou o técnico.

Foto destaque:  Thiago Gadelha/SVM

Gustavo Oliveira

Sobre Gustavo Oliveira

Gustavo Oliveira já escreveu 52 posts nesse site..

Bom, eu escolhi jornalismo pois quero estar cada vez mais perto do esporte e também por querer ter uma certa relevância e poder, através do esporte, influenciar pessoas a fazerem o bem. Além disso, acho prazeroso fazer qualquer coisa que esteja ligada com o esporte e o jornalismo me proporciona isso.

BetWarrior


Poliesportiva


Gustavo Oliveira
Gustavo Oliveira
Bom, eu escolhi jornalismo pois quero estar cada vez mais perto do esporte e também por querer ter uma certa relevância e poder, através do esporte, influenciar pessoas a fazerem o bem. Além disso, acho prazeroso fazer qualquer coisa que esteja ligada com o esporte e o jornalismo me proporciona isso.

    Artigos Relacionados

    Topo