Celtic goleia Rangers e fatura a Scottish Premier League

- Celtic arrasa principal rival em casa por 5 x 0, faturando o 49° título nacional e o sétimo consecutivo

Celtic e Rangers fizeram o clássico que encerrou a 35º rodada da Scottish Premier League. E o que se viu nesse jogo foi um verdadeiro massacre do time da casa: 5 x 0.

Para quem achava que seria um duelo difícil para o Celtic, já que o Rangers queria se recuperar do ultimo jogo entre eles, se enganou. Mostrou que hoje, a diferença é enorme entre as duas principais equipes da Escócia.

Edouard comemora seu segundo gol diante do Rangers. Foto: Celtic/Twitter

O Celtic, que não perde no Celtic Park há 45 jogos pela Scottish Premier League, precisava vencer para garantir o titulo, já que o Aberdeen ganhou sua partida no sábado (28). Sabendo disso, o time do técnico Brendan Rodgers começou com uma blitz absurda e não deixava o Rangers respirar. E isso surtiu efeito. Odsonne Edouard, artilheiro do time na Scottish Premier League, abriu o placar logo aos 13 minutos, aproveitando cruzamento da esquerda.

O Rangers, que não vence o Celtic há 13 jogos, desde 25 de março de 2012, não se encontrava em campo, muito devido à marcação do time verde. Os “Gers” só chegaram uma vez no gol do goleiro Gordon, que fez boa defesa.

Com a vantagem no placar, e melhor no jogo, o time da casa se aproveitou de uma falha no ataque do Rangers e, em contra ataque muito rápido, passe para Edouard, que foi em direção ao gol e bateu rasteiro cruzado, sem chances para o goleiro Alnwick.

Se com 2 x 0 no primeiro tempo estava ótimo, um gol a mais antes do intervalo seria excelente. E aconteceu. Grande jogada de Forrest pela direita, que contava com uma péssima partida do lateral esquerdo dos azuis, Halliday, que passou por quatro rivais, bateu sem chances para o arqueiro do Rangers. A essa altura, a torcida já comemorava o titulo. Uma tremenda primeira etapa.

Depois do atropelo no primeiro tempo, o Rangers queria pelo menos resgatar a sua honra para a segunda etapa, mas isso não demorou nem um minuto. O australiano Tom Rogic ampliou: 4 x 0.

Para quem pensou que depois de 4 x 0 o Celtic iria diminuir a velocidade, se enganou. Edouard fez boa jogada pela a esquerda e cruzou para McGregor, que completou para o gol, sem chances para o goleiro. O quinto para o lado católico da Glasgow.

Jogadores comemoram a Scottish Premier League. Foto: Celtic Twitter

Depois do quinto gol, o que se viu foi nova blitz do Celtic para tentar ampliar esse placar, que já era avassalador, porém quem apareceu foi o goleirão Alnwick . Ele salvou pelo menos quatro gols certos. Já o seu time não ajudava muito e mal chegava no gol adversário, e quando chegava praticamente não oferecia perigo ao goleiro Gordon. Steve Gerrard, idolo do Liverpool e provável treinador dos Rangers na próxima temporada, terá muito trabalho para colocar a equipe nos trilhos. Um desafio e tanto.

Forrest comemora seu segundo gol com a torcida. Foto: Celtic Twitter

Goleada no “The Old Firm” e festa no Celtic Park. É 49º titulo da Scottish, o sétimo seguido e vaga garantida na fase preliminar da Champions League. Esse domínio só mostra que hoje não existem rivais para bater de frente com o Celtic na Escócia. Próximo objetivo verde: o segundo tríplete escocês consecutivo. A final da Copa da Escócia é contra o Motherwell, no dia 19 de maio.

Confira a classificação e os resultados da Scottish Premier League aqui.

Complemento da Rodada

Na parte de cima da tabela, o Aberdeen venceu o Hearts em casa pelo placar de 2 x 0 e assumiu a segunda colocação com 68 pontos, passando o Rangers, que estacionou nos 65. A briga agora vale a vaga na Liga Europa. O segundo e terceiros colocados se classificam para a competição intercontinental.

O Hibernian também entrou nessa disputa. Em casa, bateu o Kilmarnock por 5 x 3 e chegou aos 65 pontos, empatando com o Rangers. A diferença agora é no saldo de gols, com vantagem para o time azul de Glasgow.

Já na parte de baixo, o Hamilton Academical se afastou da briga pelo rebaixamento vencendo o Ross County por 2 x 0, pulando para a 9ª colocação com 33 pontos. O Ross County continua na lanterna da Scottish com 27 pontos e agrava ainda mais sua situação contra o rebaixamento.

A próxima partida é contra o vice-lanterna Partick Thistle, que empatou fora de casa contra o St Johnstone por 1 x 1. O jogo vale muito para as duas equipes, já que ao final do campeonato, o último colocado é rebaixado direto. O penúltimo lugar disputa outro playoff contra o segundo, terceiro e quarto colocado da segunda divisão.

Leandro Porto

Sobre Leandro Porto

Leandro Porto já escreveu 45 posts nesse site..

Meu nome é Leandro Martins Porto, tenho 29, paulistano e sou estudante de jornalismo. Além disso, sou formado em educação física e sempre estou nesse meio esportivo e suas áreas como treinamento e mídia. Gosto muito de esportes e de pesquisar sobre eles. Um dos grandes fatores para ser um bom jornalista é a curiosidade em saber sobre determinado tema, e é isso que tento desenvolver em mim. Claro que adoro futebol, mas outros esportes também como: Basquete, F1, Handball, entre outros Participo de uma web rádio em Taboão da Serra desde 2016, voltada ao esporte, chamada Rádio Esportesnet. Trabalho como comentaristas e repórter em alguns jogos locais de futebol e futsal e também em jogos do campeonato Paulista e Brasileiro. Em 2018 comecei a trabalhar no Esporte Interativo, na parte de operações de estúdio, com os programas de São Paulo.

BetWarrior


Poliesportiva


Leandro Porto
Leandro Porto
Meu nome é Leandro Martins Porto, tenho 29, paulistano e sou estudante de jornalismo. Além disso, sou formado em educação física e sempre estou nesse meio esportivo e suas áreas como treinamento e mídia. Gosto muito de esportes e de pesquisar sobre eles. Um dos grandes fatores para ser um bom jornalista é a curiosidade em saber sobre determinado tema, e é isso que tento desenvolver em mim. Claro que adoro futebol, mas outros esportes também como: Basquete, F1, Handball, entre outros Participo de uma web rádio em Taboão da Serra desde 2016, voltada ao esporte, chamada Rádio Esportesnet. Trabalho como comentaristas e repórter em alguns jogos locais de futebol e futsal e também em jogos do campeonato Paulista e Brasileiro. Em 2018 comecei a trabalhar no Esporte Interativo, na parte de operações de estúdio, com os programas de São Paulo.

    Artigos Relacionados

    Topo