Sai que é sua, Taffarel: a história do arqueiro do Brasil

- Especialista em pênaltis, Taffarel é o goleiro que mais vestiu a camisa da Canarinho

Sai que é sua, Taffarel: a história do arqueiro do Brasil (Getty Images)

A coluna Nostalgia Brasileira desta semana conta a história de Cláudio André Mergen Taffarel, ou simplesmente Taffarel. O arqueiro é reconhecido como um dos principais jogadores da história da Seleção Brasileira e como o goleiro que mais vestiu a camisa verde e amarela. Marcou seu nome, principalmente, por ser um

Top 10 vezes em que a Ponte Preta bateu na trave

- Macaca campineira bateu na trave por muitas vezes ao longo de sua vasta história

Top 10 vezes em que a Ponte Preta bateu na trave

A Associação Atlética Ponte Preta, no auge de seus quase 120 anos de história, sempre foi considerada uma equipe tradicional no futebol brasileiro. Embora não tenha vencido nenhum título de expressão em âmbito estadual ou nacional, sempre deu trabalho para os clubes grandes da capital paulista. A Macaca é o

Nunes: o artilheiro das decisões

- A coluna Nostalgia Brasileira traz a história de Nunes, o artilheiro que, além de títulos, conquistou milhões de torcedores

João Batista Nunes de Oliveira, mais conhecido como Nunes do Flamengo, foi um grande futebolista que fez muito sucesso no passado. Nascido em 20 de maio de 1954, em Cedro de São João, em Sergipe, mudou-se muito novo para o Rio de Janeiro. Com apenas 14 anos, começou a jogar

Mário Filho: o maior jornalista esportivo do Brasil

- Sua contribuição no futebol brasileiro é tão grande que dá nome ao Maracanã

Mário Filho: o maior jornalista esportivo da história do Brasil

O maior jornalista esportivo do Brasil é o Maracanã. Ou pelo menos quem o nomeia: Mário Filho. Teve seu nome dado ao maior estádio do mundo devido ao reconhecimento pelo seu apoio à construção do palco máximo do futebol. Também nomeou o "Fla-Flu", clássico entre Flamengo e Fluminense. Por outro lado, também foi

Rivellino: o Rei do Corinthians

- Campeão Mundial com o esquadrão de 70, conheceremos a carreira do Rei do Parque

Rivellino: o Rei do Corinthians

Filho de imigrantes italianos, Roberto Rivellino nasceu no dia 1º de janeiro, em São Paulo. Resumindo, foi um dos maiores ídolos da história corintiana, além de ser um dos pilares fundamentais da conquista mundial na Copa de 70. Primeiramente, o meio-campista ofensivo começou sua base no futebol de salão, no

São Marcos: divindade palestrina e brasileira

- A coluna Nostalgia Brasileira conta a história do goleiro do penta e ídolo absoluto da Sociedade Esportiva Palmeiras

Marcos (Gustavo Epifanio/Folhapress)

No dia 4 de agosto de 1973, nascia na cidade de Oriente, no interior de São Paulo, Marcos Roberto Silveira Reis, um dos maiores ídolos do Palmeiras e da Seleção Brasileira. São Marcos, como foi apelidado pela torcida palmeirense, é um daqueles casos de amor à camisa e fidelidade ao

Zico: o deus de uma nação

- A coluna Nostalgia Brasileira traz uma homenagem ao maior ídolo da história do Flamengo

Zico: o deus de uma nação (foto: Reprodução/Lance!)

No dia 3 de março de 1953, subúrbio de Quintino Bocaiúva, zona norte do Rio de Janeiro, nascia Arthur Antunes Coimbra. A paixão pelo futebol veio desde cedo, afinal, o pai, Seu José Antunes Coimbra, jogava como goleiro amador, mas não seguiu no esporte profissionalmente. Por ser baixinho e franzino, o pequeno

A Batalha de Berna entre Brasil e Hungria

- Contextos históricos, esquemas e muita pancadaria envolveram um dos maiores jogos da história da Copa do Mundo

Fallback Image

A  5ª edição da Copa do Mundo FIFA ocorreu em 1954, na Suíça. O evento realizado em um cenário de pós-Segunda Guerra Mundial e bipolarização com a Guerra Fria, trouxe muitas histórias curiosas e marcantes. Ademais, esquemas e fraudes já assombravam o mundo do futebol nessa época. Diante do exposto,

Jairzinho: o Furacão da Copa de 70

- A coluna Nostalgia Brasileira traz uma homenagem ao craque que fez história na Copa de 70

Jairzinho

Jair Ventura Filho nasceu no dia 25 de Dezembro de 1944 na cidade do Rio de Janeiro. Assim como todo garoto brasileiro, desde pequeno, demonstrava muito talento com o futebol. Em 1958, Jairzinho iniciou sua trajetória na área futebolística como gandula em General Severiano, sede do Botafogo. Já em 1961, foi

Brasil reverte o trauma e vence Copa de 1958

- Título em 1958 fez com que o Brasil afastasse o fantasma de 1950

Brasil

Atualmente, é inegável que o Brasil seja uma potência do futebol mundial, no entanto, nem sempre foi dessa forma. Em 1958, a Seleção Brasileira vinha de uma eliminação frustrante na Copa do Mundo de 1954 para a Hungria de Puskás. Além disso, torna-se inevitável não citar o “Maracanazzo”, ou seja,