Pachuca: O único campeão sul-americano de fora da CONMEBOL

Pachuca: O único campeão sul-americano de fora da CONMEBOL

A Coluna Papo Azteca volta nesta semana, contando a história da Copa Sul-Americana de 2006, conquistada pelo Pachuca. Dessa forma, o caneco levantado pelos mexicanos, tem o ineditismo de ser a primeira vez em que uma equipe de fora da CONMEBOL, conquistando uma competição do continente. Além disso, outro clube (...)

Cruz Azul, Chivas e Tigres: mexicanos finalistas da Libertadores

Torcida do Tigres recebe o time na final da Libertadores de 2015, uma das três que os mexicanos bateram na trave. (Foto: Reprodução/Juan Carlos Perez/Notimex)

Por quase duas décadas, a CONMEBOL convidou equipes do México para disputarem a Copa Libertadores da América. Por mais que não tivessem todas as vantagens possíveis, como não poder disputar o Mundial de Clubes em caso de título, os clubes mexicanos e a federação daquele país buscaram uma aproximação maior (...)

México no Mundial de Clubes: As participações na história do torneio

México no Mundial de Clubes: As participações na história do torneio

A Coluna Papo Azteca desta semana, conta a história das campanhas de times do México, em Mundiais de Clubes da FIFA. Desse modo, até 1999, não havia um torneio de caráter mundial que contemplasse todos os continentes. Sendo assim, o consenso era de que o campeão do mundo, saía do (...)

Antonio Villalón: o ídolo do Morelia que atuou sem um braço

antonio villalón

A coluna Papo Azteca desta semana traz a história de Antonio Villalón. O ex meio campo mexicano que ficou conhecido por atuar sem um braço. Entretanto, apesar desta condição resultado de um erro médico, "El Mochito" superou as dificuldades que enfrentou e conseguiu ser titular na maior parte de sua (...)

Butragueño: “El Buitre” no Atlético Celaya

Butragueño

A Coluna Papo Azteca desta semana traz a história de um dos maiores astros do futebol espanhol, que teve o último capítulo de sua carreira escrito no México. Quando foi para o modesto Atlético Celaya Fútbol Club. Estamos falando do El Buitre, Emilio Butragueño. Desse modo, Emilio Butragueño Santos, nasceu (...)

Como uma vaca deu início à história do Atlante

vaca atlante

A coluna Papo Azteca desta semana vem contar uma história inusitada. Dessa forma, falaremos sobre uma vaca que tornou possível a existência do Club de Fútbol Atlante. Mas, calma que eu explico. Antes, vamos conhecer um pouco sobre esse clube. Localizado na Cidade do México, capital do país, o Atlante é (...)

Cláudio Suaréz: o imperador mexicano

Claudio Suaréz

A coluna Papo Azteca desta semana é sobre ele, Cláudio Suaréz: o imperador mexicano. O ex-futebolista  nasceu em 17 de dezembro de 1968 na cidade de Texcoco, e começou sua carreira como zagueiro logo em 1988. Portanto, o Pumas UNAM foi sua primeira casa, e por lá marcou 19 gols, participou (...)

Fernando Marcos: a versatilidade no futebol mexicano

Fernando

A Coluna Papo Azteca desta semana traz a história de um dos maiores jornalistas esportivos da história do futebol mexicano. O multifunções Fernando Marcos. Assim sendo, ao longo de seus 86 anos de vida, desempenhou várias funções dentro do esporte. Atuou como jogador de baseball e futebol, técnico, advogado, árbitro, (...)

O futebol é muito forte no México, sendo um dos países com maior média de público e dos mais apaixonados do mundo. Mas, além da paixão, o futebol mexicano tem muita história para contar, sem contar inúmeros fatos curiosos de não conhecimento geral. A coluna Papo Azteca aparece para trazer ao leitor muitas histórias inéditas do país Ticano.

Com forte influência dos povos pré-colombianos, maias e aztecas, o lado cultural do México influencia suas torcidas e equipes. Chaves, um dos maiores fenômenos da comédia latino-americana, tem inúmeras referências ao futebol local, o que mostra a paixão e o amor dos torcedores, independente da época. Portanto, de Hugo SánchezChicharito, conheças às raízes num ótimo Papo Azteca.