Top 5 Ídolos do futebol: Botafogo-RJ

Garrincha e Nilton Santos, os maiores do Botafogo

Na coluna Nostalgia Brasileira, enumeramos cinco craques que fizeram história com o Botafogo. Dessa maneira, apresentaremos os motivos que levaram cada um destes jogadores a serem os escolhidos entre os maiores do Glorioso, que possui uma das camisas mais pesadas do futebol brasileiro. Apesar disso, é impossível não citar ídolos como

Top 5 Ídolos do futebol: Sport Club do Recife

A coluna Nostalgia Brasileira relembra cinco ídolos do Sport Club do Recife (Foto: Reprodução / Williams Aguiar)

A coluna Nostalgia Brasileira continua a série Top 5 ídolos do futebol. Agora, relembraremos dos cinco maiores craques que vestiram a camisa do Sport Club do Recife, campeão brasileiro de 87 e da Copa do Brasil de 2008. Naturalmente, como toda lista é refém da memória afetiva de quem escreve e

Top 5 Ídolos do futebol: Botafogo-SP

Top 5 Ídolos do futebol: Botafogo-SP

Em um especial Top 5 Ídolos, a coluna Nostalgia Brasileira traz a trajetória dos maiores craques da história dos clubes brasileiros. Assim, nesta semana, enumeramos os ídolos mais importantes do Botafogo-SP. 5 - Baldochi Zagueiro e xerifão, após um jogo contra o próprio Botafogo-SP e boa atuação, o time de Ribeirão foi lá e o

Top 5 Ídolos do futebol: Atlético-MG

Top 5 Ídolos do futebol: Atlético-MG

Nesta semana na coluna Nostalgia Brasileira, enumeramos os cinco craques da história do Atlético-MG. Primeiramente, escolher cinco nomes, de tantos que já ajudaram a fazer a história do Galo mais bonita, é uma responsabilidade e tanto. Uma vez que, para enaltecer os melhores, sempre fica um quê de alguma forma

Top 5 Ídolos do futebol: Vasco da Gama

Top 5 Ídolos do futebol: Vasco da Gama

00Dando início ao especial Top 5 Ídolos da coluna Nostalgia Brasileira, nesta semana trouxemos os craques do Vasco da Gama. Antes de mais nada, ídolos são muito pessoais, já que depende muito da geração do leitor e o peso dos títulos conquistados na época. Obviamente, grandes ídolos do clube não estarão na

Roberto Carlos: o lateral-esquerdo dos gols impossíveis

Roberto Carlos: o lateral-esquerdo dos gols impossíveis

No ano de 2012, Roberto Carlos, um dos maiores laterais-esquerdos de sua geração, despediu-se dos gramados. Com gols impossíveis, títulos de peso, um futebol diferenciado e nome de Rei, até os dias atuais, o craque é um dos jogadores mais marcantes do Brasil. Assim, nesta semana, a coluna Nostalgia Brasileira

Neymar, Ganso e Elano deixaram a América em preto e branco

Neymar, Ganso e Elano deixaram a América em preto e branco

Nesta semana, a coluna Nostalgia Brasileira relembra o grande time do Santos de 2011. O clube não vencia a Libertadores há 48 anos, no entanto Neymar, Ganso e Elano acabaram com esse tabu. Além disso, conquistaram o Campeonato Paulista sobre o Corinthians. A equipe santista quase foi eliminada na fase

Time da fé: relembre o ano de 2005, um dos mais brilhantes do São Paulo

Time da fé: relembre o ano de 2005, um dos mais brilhantes do São Paulo (Getty Images)

Certamente, conquistar um Mundial é uma das mais maiores conquistas de um clube. Posteriormente, a competição abrange autonomia ao campeão e reúne as melhores academias de todas as seis confederações continentais do mundo. No Brasil, o São Paulo é a equipe que detém o maior número de taças, pintando o

Roberto Dinamite: entre altos e baixos

Roberto Dinamite levanta taça

A coluna Nostalgia Brasileira de hoje relembrará a história de um grande nome do futebol canarinho: Carlos Roberto de Oliveira, o Menino-Dinamite. Ídolo do Vasco da Gama, Roberto desperta grande saudade no torcedor cruzmaltino. Conheça agora a trajetória do jogador que foi como um verdadeiro explosivo nas redes adversárias. O COMEÇO DE

Zagallo dentro e fora das quatro linhas

O jogador e técnico que ficou conhecido no Brasil e no mundo

Um dos maiores nomes do vitorioso futebol brasileiro, Mário Jorge Lobo, mais conhecido por seu último sobrenome, Zagallo. Assim, hoje, aos 88 anos coleciona memórias de um campeão dentro e fora do gramado. Com uma coleção de títulos, ele marcou o Brasil em uma mistura de sucesso, sabedoria e talento.

Família Scolari: a jornada da Seleção Brasileira em 2002

FAMÍLIA SCOLARI: A JORNADA DA SELEÇÃO BRASILEIRA EM 2002

30 de junho de 2002. Uma data para a posteridade com os dois gols que consagraram Ronaldo Fenômeno e o Brasil como pentacampeões mundiais. Daquele jogo contra a Alemanha, a cena eternizada foi o "eu te amo" de Cafú ao subir no púlpito e erguer a taça. No entanto, aquela

Vasco da Gama: Resposta Histórica e Camisas Negras

Vasco da Gama: Resposta Histórica e Camisas Negras (Foto: Arquivo CRVG)

A coluna Nostalgia Brasileira desta semana traz a história da luta contra o racismo no futebol nacional. O Vasco da Gama, personagem importante no enredo, já nasceu combatendo o preconceito. Dessa maneira, o Gigante da Colina venceu dentro e fora dos gramados. Além disso, é uma publicação especial por conta da

Luiz Ademar Jr.: o comentarista mais raiz do jornalismo esportivo brasileiro

Luiz Ademar Jr.: o comentarista mais raiz do jornalismo esportivo brasileiro

No futebol, somos acostumados ou até, ouso a dizer, induzidos a acompanhar grandes campeonatos Brasil afora. Posteriormente, o empoderamento dos grandes clubes faz com que todo o foco se volte para eles mesmos. Entre patrocínios milionários, jogadores cobiçados e visibilidade, equipes de menor expressão acabam não contemplando desse espaço. Nesse

14 anos de saudade: relembre a trajetória do mestre Telê Santana

14 anos de saudade: relembre a trajetória do mestre Telê Santana

No dia 21 de abril de 2006, aos 74 anos de idade, Telê Santana nos deixava. Seu falecimento comoveu todos os brasileiros que, em algum momento, acompanharam sua vasta carreira. Posteriormente, após sua partida, nascia um legado. Dessa maneira, a coluna Nostalgia Brasileira relembra a trajetória gloriosa do mestre Telê, considerado até

Cafu: de capitão do penta à unanimidade no futebol mundial

Um dos jogadores mais completos e queridos da Seleção Brasileira chama-se Marcos Evangelista de Morais ou, simplesmente, Cafu. Se traduzirmos o apelido, associamo-nos a um gavião, porém o craque ganhou a alcunha por ser comparado ao ex-jogador Cafuringa, que atuou pelos times de Fluminense e Atlético Mineiro nas décadas de 60

Conheça Walter Abrahão, narrador esportivo inventor do replay

Considerado um dos mais importantes nomes da narração esportiva da televisão brasileira, Walter Abrahão começou como radialista nas Emissoras Associados de São Paulo. Posteriormente, fez sucesso na TV Tupi, como locutor esportivo nas décadas de 1960 e 1970. Apresentou também programas esportivos junto a outros nomes da profissão. https://www.youtube.com/watch?v=r42J-18kyOA Um gigante chamado Walter Abrahão Mas

Ronaldo Fenômeno supera as dores e o penta é nosso

Ronaldo Fenômeno

Nesta semana, a Coluna Nostalgia Brasileira conta a história da conquista do penta com Ronaldo Nazário. O craque passou por muita coisa no período entre as finais de 1998 e 2002. Entretanto, o artilheiro foi forte e superou todas as barreiras. Provavelmente, nunca se teve uma história de superação tão incrível

Vampeta: o craque da camisa 5 do Corinthians

Vampeta: o craque da camisa 5 do Corinthians

Esta semana, a coluna Nostalgia Brasileira conta a história de Marcos André Batista dos Santos, mais conhecido como Vampeta. O volante foi ídolo do Corinthians e teve uma boa passagem pelo PSV. No entanto, colecionou polêmicas durante a sua carreira, em especial, com o São Paulo e Flamengo.    VAMPETA E SUAS ORIGENS Vampeta nasceu em

Danilo: o maestro multicampeão

Danilo: o maestro multicampeão (Foto: Reprodução/Leandro Moraes/UOL)

Nascido na cidade de São Gotardo, interior de Minas Gerais, Danilo Gabriel de Andrade seria, mais tarde, um dos jogadores mais vitoriosos do Brasil. Dessa maneira, a coluna Nostalgia Brasileira traz a história do craque da camisa 20. Podem chamá-lo de Danilo ou, se for da Fiel, apresento-lhes Zidanilo. Início da

Sai que é sua, Taffarel: a história do arqueiro do Brasil

Sai que é sua, Taffarel: a história do arqueiro do Brasil (Getty Images)

A coluna Nostalgia Brasileira desta semana conta a história de Cláudio André Mergen Taffarel, ou simplesmente Taffarel. O arqueiro é reconhecido como um dos principais jogadores da história da Seleção Brasileira e como o goleiro que mais vestiu a camisa verde e amarela. Marcou seu nome, principalmente, por ser um

Top 10 vezes em que a Ponte Preta bateu na trave

Top 10 vezes em que a Ponte Preta bateu na trave

A Associação Atlética Ponte Preta, no auge de seus quase 120 anos de história, sempre foi considerada uma equipe tradicional no futebol brasileiro. Embora não tenha vencido nenhum título de expressão em âmbito estadual ou nacional, sempre deu trabalho para os clubes grandes da capital paulista. A Macaca é o

Mário Filho: o maior jornalista esportivo do Brasil

Mário Filho: o maior jornalista esportivo da história do Brasil

O maior jornalista esportivo do Brasil é o Maracanã. Ou pelo menos quem o nomeia: Mário Filho. Teve seu nome dado ao maior estádio do mundo devido ao reconhecimento pelo seu apoio à construção do palco máximo do futebol. Também nomeou o "Fla-Flu", clássico entre Flamengo e Fluminense. Por outro lado, também foi

Brasil reverte o trauma e vence Copa de 1958

Brasil

Atualmente, é inegável que o Brasil seja uma potência do futebol mundial, no entanto, nem sempre foi dessa forma. Em 1958, a Seleção Brasileira vinha de uma eliminação frustrante na Copa do Mundo de 1954 para a Hungria de Puskás. Além disso, torna-se inevitável não citar o “Maracanazzo”, ou seja,

Bodas de Ferro: 65 anos da conquista do Paulista-B do EC Taubaté

Taubaté

Há exatos 65 anos, precisamente em 1955, o Esporte Clube Taubaté trilhava um brilhante trajeto rumo ao título do Campeonato Paulista da 2ª Divisão. Um dos principais responsáveis pela conquista foi nada menos que Antônio Julio Taino, o Monstro Sagrado. Posteriormente, foram cerca de oito temporadas vestindo a camisa Alviazul

Para sempre Joelmir Beting: o mago do jornalismo brasileiro

Beting

Nascido na cidade paulista de Tambaú, Joelmir Beting foi uma grande figura do jornalismo brasileiro, até o ano de 2012, quando nos deixou aos 75 anos de idade. Acima de tudo, um profissional de grande contribuição jornalística, bem como para a economia e a comunicação, além de pioneiro na tradução

Nelson Rodrigues: o maior cronista esportivo do Brasil

Nelson Rodrigues: o maior cronista esportivo do Brasil

Nelson Rodrigues ajudou a fazer do Brasil o país do futebol. Assim, o esporte que move sonhos e paixões, muito se tem dos dedos dele nisso. Decerto, era capaz de transmitir sentimentos em palavras como ninguém. Dessa forma, foi o maior dramaturgo e um dos maiores cronistas esportivos do país. Suas frases

Osmar Santos: o maior narrador esportivo do rádio brasileiro

Osmar Santos: o maior narrador esportivo do rádio brasileiro

O "Pai da Matéria", como ficou conhecido Osmar Santos, é, segundo o livro "Os Mestres do Espetáculo", o maior narradores esportivo da história do rádio brasileiro. Icônico na Jovem Pan, Record e Globo, Osmar nunca quis "fazer apenas o seu trabalho", de fato estava fadado a mudar a história do jornalismo esportivo no

Luciano do Valle, o “Bolacha”: uma trajetória impecável no jornalismo esportivo

Luciano do Valle, o "Bolacha": uma trajetória impecável no jornalismo esportivo

Narrador esportivo, radialista, apresentador de TV e um jornalista completo. Luciano do Valle foi um ícone do jornalismo esportivo. Narrou inúmeras Copas do Mundo e era protagonista em todas as emissoras, como Globo, Record e Bandeirantes. Foi o responsável por introduzir "outros esportes" no Brasil nas décadas e 1980 e 1990, quando

Conheça Pedro Luiz Paoliello, narrador que fez escola na comunicação esportiva brasileira

Conheça Pedro Luiz Paoliello, narrador que fez escola na comunicação esportiva brasileira

Narrador, comentarista, radialista, diretor, enfim, um jornalista completo. Decerto, Pedro Luiz Paoliello é considerado um dos mais técnicos e completos narradores esportivos da história do rádio brasileiro. Portanto, segundo o livro "Os Mestres do Espetáculo", feito através de opinião de jornalistas que conviveram com os personagens, Pedro é o terceiro maior narrador

Conheça Orlando Duarte: “O Eclético” e gigante jornalista poliesportivo

Conheça Orlando Duarte: "O Eclético" e gigante jornalista poliesportivo

Um dos mais completos jornalistas esportivos do Brasil ainda está vivo. Decerto, Orlando Duarte Figueiredo faz parte do jornalismo raiz brasileiro, digamos assim. É um dos "dinossauros" do jornalismo. Dezenas de jornais brasileiro publicavam sua coluna "O Informal". Apresentou o "Câmara Esporte Clube", na TV Câmara, e tem extensa experiência em Copas,

Everaldo: a Estrela Dourada do Grêmio

Everaldo Marques da Silva, mais conhecido como Everaldo, é considerado um dos maiores laterais-esquerdos da história do futebol brasileiro. Nascido em Porto Alegre no dia 11 de setembro de 1944, o Estrela Dourada, como fora apelidado, iniciou sua carreira de grande sucesso no Grêmio, aos 13 anos, em 1957. Assim, em

Conheça Nicolau Tuma, o precursor na narração esportiva no Brasil

Nicolau Tuma

Provavelmente desconhecido dos mais jovens, Nicolau Tuma foi um importante jornalista e radialista nos primórdios do rádio. Ficou famoso quando, com apenas 20 anos, transformou a narração esportiva brasileira. O Brasil foi campeão sul-americano em 1919 e os torcedores começaram a ter pressa para receber notícias sobre o andamento dos jogos, ainda

Conheça o Dream Team das Copas do Mundo

Conheça o Dream Team das Copas do Mundo

Todo mundo que ama futebol tem seus 11 ideais. Seja os que viu jogar, os melhores do seu time, os que estão melhor na atualidade, enfim, todos já fizeram sua seleção. Parando para pensar que já foram disputadas 21 Copas do Mundo, o que não falta são jogadores para eleger o Dream Team das

Top 10 jornalistas esportivos mais importantes do Brasil

Top 10 jornalistas esportivos mais importantes do Brasil

O Brasil é recheado de ótimas histórias. Como país do futebol, é natural que tenhamos, além de muitos craques com a bola no pé, outros tantos com o lápis e papel, microfone, celular, computador, gravador ou sei lá, na mão. Fato é que essa riqueza do nosso futebol foi muito

Grafite: escrevendo história no futebol

Grafite: escrevendo história no futebol

Edinaldo Batista Libânio. Dina. Grafite. Graffa. Começou a jogar profissionalmente aos 22 anos de idade na Sociedade Esportiva Matonense, em Matão, no interior de São Paulo. Antes disso, enquanto fazia teste e participava de peneiras para entrar em um clube, vendia sacos de lixo. Depois da Matonense e da Ferroviária,

Romário: carnaval, gols e futebol

Romário: carnaval, gols e futebol

Contando os tentos em jogos festivos, divisões de base, amistosos e, claro, em partidas oficiais, Romário Faria somou 1002 gols em sua carreira. Assim, o milésimo foi anotado em duelo contra o Sport no dia 20 de maio de 2007. Na ocasião, pelo Brasileirão, o Vasco venceu por 3 x

Edmundo, o Animal ídolo de Vasco e Palmeiras

Edmundo, o Animal ídolo de Vasco e Palmeiras

Além de ser conhecido por seu futebol e, claro, por seus gols, Edmundo também é lembrado pelas polêmicas dentro e fora dos gramados. Começou no sub-13 do Vasco em 1983. Ficou no Cruz-maltino até 1987, quando se transferiu para o Botafogo. Depois, de volta ao Gigante da Colina, participou de

Há 50 anos, em meio a uma guerra civil, o Palmeiras fazia amistosos

palmeiras

No fim da década de 60, o Palmeiras desembarcou na Africa do Sul para cumprir sete amistosos. Na época, os países do continente, principalmente a Nigéria, passavam por uma desconcertante guerra civil. Estima-se que cerca de dois milhões de pessoas perderam suas vidas nos confrontos. Durante a viagem, o Verdão enfrentou

Sócrates: democracia, paixão e futebol

Sócrates: democracia e futebol

Nascido em Belém do Pará, no dia 19 de fevereiro de 1954, Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira é dos nomes mais importantes do futebol brasileiro. Além disso, segundo a FIFA, também é um dos maiores do futebol mundial. Começou no Botafogo de Ribeirão Preto, em 1974. Na

Bruxo desde a infância: relembre alguns gols do ídolo do Barcelona

Desde criança já colocava medo nos arqueiros adversários. Mais tarde, conquistou o mundo. Ronaldo de Assis Moreira, 39 anos, Seleção Brasileira, Barcelona, Milan, Flamengo, Atlético-MG, R10, Bruxo. Parece familiar? Somado a isso, é o único jogador da história a conquistar Champions League, Libertadores e a Copa do Mundo e, além disso, ter

O legado de Tarciso, o “Flecha Negra”

A morte sempre nos causa reflexão, quando alguém próximo ou que admiramos falece, é natural nos questionar-mos, e a pergunta que normalmente mais incomoda é: será que deixarei um legado quando chegar minha hora? O mineiro José Tarciso de Souza, alcunhado de Tarciso Flecha Negra, foi nada mais nada menos, o

O futebol perde Zé Carlos

O mundo do futebol hoje perdeu um dos grandes volantes dos anos 70-80, ídolo de Cruzeiro e Guarani, José Carlos Bernardo, o famoso Zé Carlos, faleceu hoje aos 73 anos. TRAJETÓRIA VENCEDORA Zé Carlos é natural de Juiz de Fora-MG e desde as categorias de base o volante era identificado com o

Denílson, o primeiro cabeça de área

A Copa do Mundo da Rússia está "batendo às portas" e, diferentemente de outras ocasiões, ainda não se respira o clima da competição. Todavia, alternadamente a coluna vai enfocar atletas que participaram da Seleção Brasileira em Mundiais, um deles o volante Denílson, ex-Fluminense, na vexatória participação em 1966, na Inglaterra. O

12 anos sem Telê Santana

Tele Santana

Sabe aquele treinador que você, torcedor, tem a total certeza que o coletivo do time está sob controle, no qual você não precisará se preocupar com a tática, a gana e a responsabilidade dele com o clube? Este era o Telê Santana! Um profissional que exigia o melhor para o seus

Mestre Ziza, o futebol sente saudades

Mestre Ziza, um ser humano simples, mas um jogador extraordinário. Ser ídolo do Rei Pelé, substituir Leônidas da Silva no time do Flamengo, sucedido na idolatria por Zico, mentor de Gérson, não é para qualquer um. O COMEÇO Tomás Soares da Silva, mais conhecido como Zizinho, nasceu no dia 14 de setembro

Giovanni, o Messias

O futebol é sagrado para os brasileiros, muitas vezes o esporte acaba se misturando com a religião. Na religião todos acreditavam na vinda do Messias e que com a vinda dele a paz se instauraria no mundo, a torcida santista após Pelé, sempre ficou à espera de um Messias que

Capitão vê a sua Portuguesa no fundo do poço

Os onze anos como jogador da Portuguesa - durante três passagens - fizeram do ex-volante Capitão um admirador do clube. A postura de quem deixava o gramado com a camisa ensopada de suor contrasta com a morosidade da equipe atual. Reflexo destrutivo do clube é ter que ficar de fora da

Yustrich, o ‘homão’ encrenqueiro

Berros de técnicos de futebol que ecoam pelos gramados são ‘fichinhas’ se comparados aos estilos de disciplinadores como Flávio Costa, Osvaldo Brandão e Yustrich, já falecidos. Num jogo do Vasco contra o América-RJ em 1950, pelo Campeonato Carioca, o meia vascaíno Ipojucan se dirigiu a Flávio Costa, no intervalo, e

Toquinho, atacante dos tempos bons da Lusa

Copa Paulista foi o que sobrou à Portuguesa de Desportos até o final desta temporada, após sequer passar à segunda fase da quarta divisão do futebol nacional, a Série D, reflexo da derrota por 1 a 0 para a Desportiva capixaba, no Espírito Santo, dia 25 de junho passado. Desde 2013

Perivaldo, da Seleção Brasileira a morador de rua

A história do baiano e ex-lateral-direito Perivaldo Lúcio Dantas, morto em 27 de julho passado aos 64 anos de idade, é mais uma daquelas que deveriam ser refletidas por jovens jogadores que vislumbram fama e contratos rentáveis em grandes clubes do mercado nacional ou lá fora. Como nem todo atleta se

Edinho, zagueiro de três Copas do Mundo

A maioria dos desportistas que vê trocas de bolas lentas e improdutivas entre zagueiros no futebol de hoje, com chance de recomposição à equipe adversária, provavelmente desconheça que o comunicativo comentarista esportivo do canal SporTV, Edino Nazareth Filho, carioca de 62 anos de idade, foi um quarto-zagueiro que desprezada essa frescura

Difundindo o futebol: Charles Miller

Conhecido como "Pai do Futebol" em nosso país, Charles Miller foi um filho de um escocês com uma brasileira de origem inglesa. Essa mistura resultou neste paulistano tão inteligente a ponto de trazer para o país verde e amarelo o Football, esporte nascido na Inglaterra que seria, futuramente, conhecido como

Fio Maravilha, nós gostamos de você

O cantor, compositor e flamenguista Jorge Ben Jor, estava no Estádio Mário Filho, o Maracanã, se deliciando com o seu Flamengo, em partida amistosa contra o Benfica, de Portugal, em 1972, e engrossou o coro dos rubro-negros que pediram a entrada do atacante Fio Maravilha, na reserva. O treinador Zagallo ouviu

Meu furacão, tu és sempre um vencedor

Madrugada de 29 de novembro de 2016. Como de praxe, com a vista embaçada, desativava o despertador, às 5h, para atravessar a cidade. O sono, em doses significativas, costumava me mover até o chuveiro em uma espécie de piloto automático. Neste dia, entretanto, uma simples notificação me tirou o chão.

Cláudio Mineiro, lateral-esquerdo do chute forte

Meados da década de 80, vinculado ao Inter (RS), o lateral-esquerdo Cláudio Mineiro precisava de frequentes exercícios de musculação para superar incômoda artrose no joelho. O entra e si da equipe principal se estendeu por um período até ser relegado, ocasião em que do treinador do clube à época, Cláudio

Adeus ao zagueiro Zé Eduardo, ex-Corinthians

Velórios de evangélicos como o então zagueiro Zé Eduardo, do Corinthians dos anos 70, morto neste 26 de abril em Itu (SP), aos 63 anos de idade, são marcados por discrição e maior capacidade de absorção. Familiares geralmente se apegam em trechos bíblicos que citam salvação do ente querido que

Zinho Enceradeira, vencedor como atleta

 Narradores de futebol do passado usavam frequentemente a expressão corrupio quando o atleta fazia o giro em torno da bola sem progressão. Como o chamado falso ponteiro-esquerdo Zinho repetia a exaustão essa jogada ganhou o apelido de Zinho Enceradeira, um eletrodoméstico em desuso composto por disco giratório, hoje comercializado em

Persistência levou Cafu à carreira vitoriosa

Persistência sempre foi o lema de Marcos Evangelista de Morais, 47 anos de idade, que apelidaram de Cafu porque enxergaram semelhança na correria dele com Cafuringa, ponteiro-direito ídolo de Atlético Mineiro e Fluminense. Persistência porque poucos teriam ousadia de participar de nove treinos-peneiras, reprovação em oito e aceito apenas na última

Gallardo, peruano que fez sucesso no Palmeiras

Se o meia Teófilo Cubbilas foi o melhor jogador de todos os tempos do futebol peruano, inclua o ponteiro ambidestro Gallardo entre aqueles que mais se destacaram naquele país. Com pernas longas e velocista, ganhava as jogadas na corrida, pelas beiradas do campo, e de longa distância acertava ‘patadas’ indefensáveis

Quem são os maiores vices em estaduais?

Levando em consideração as primeiras divisões dos 27 estaduais pelo Brasil,  o blog Gol de Canela FC mostra quais são as equipes recordistas em vice-campeonatos neste tipo de competição. Vice do Potiguar em 2016, o América Futebol Clube, da cidade de Natal, soma 40 e é o clube que mais vezes

Washington, 411 gols em 17 anos de carreira

Estão espalhados por aí, aos montes, os tais ex-jogadores em atividades, que relutam enquanto podem à ‘aposentadoria’, com conivência de incautos cartolas. A lisura do então atacante Washington ‘Coração Valente’ não permitiu que fosse usurpador de clube. Aos 35 anos de idade, até podia jogar mais um pouco sem abrupta

Doze anos sem o treinador Zé Duarte

De fato a seleção feminina de futebol do Brasil parece cometa. Surge de vez em quando, principalmente em eventos relevantes como os Jogos Olímpicos, com calendário de jogos na primeira fase de três a oito de agosto contra China, Suécia e África do Sul, respectivamente.  Impossível fazer referência à seleção feminina

As histórias dos Mundiais

O Mundial de Clubes é uma das competições mais tradicionais do mundo e uma das mais desejadas pelos clubes, principalmente os sul-americanos. Você vai conhecer agora todas as histórias dos mundiais de clubes, desde o seu início até a temporada atual, passando por dúvidas e polêmicas. A Copa do Mundo de

Nunes: atacante goleador e sarrista

Nos tempos áureos do Flamengo, na década de 80, certa ocasião o atacante Nunes foi assediado por um exército de repórteres, sua boca ficou entupida de microfones, e, na costumeira espontaneidade, ele lançou essa ‘pérola’: “Fiz que fui, não fui, e acabei fondo”. Tudo isso para descrever lance de gol

A história das mascotes dos clubes brasileiros

De galo a leão. O Gol de Canela F.C. explica como alguns clubes brasileiros escolheram as suas mascotes. Atlético Mineiro - Galo A figura do Galo como mascote do Atlético Mineiro foi criada pelo cartunista Fernando 'Mangabeira' Pierucetti no final dos anos 30. A ideia dele era criar um animal-símbolo para a