Categorias de base e o projeto do governo para o desenvolvimento do futebol na China

- Atualmente trabalhando como head coach, Ederson Silva relata quais as ambições do governo para o futebol
Categorias de base e o projeto do governo para o desenvolvimento do futebol na China (Reprodução/Gilles Sabrie/The New York Times)

No dia 4 de junho, o Futebol na Veia entrevistou com exclusividade o ex-atleta e atualmente head coach das categorias de base na China, Ederson Silva. E um dos temas citados foi o nível das categorias de base e o projeto que o governo chinês têm para o crescimento do futebol.

“Eu acredito que está em uma evolução contínua, a China têm um projeto pro desenvolvimento do futebol que até 2050 eles querem estar entre os três em uma Copa do Mundo. Então eles estão trazendo os profissionais de todas as partes do mundo. Na base do Guangzhou Evergrande, são trinta treinadores espanhóis atualmente. Os meninos recebem essa educação de treinadores de todas as partes do mundo, e acho que isso vai ser de grande valia e de grande crescimento.”

Ele diz que a parte cultural atrapalha um pouco, mas que o atleta precisa ter dedicação e vontade de jogar.

“Claro que existe a parte cultural que é bem complicada, tu não consegue chegar e modificar muitas coisas porque existe o sistema. Mas acredito que é um processo de longo prazo e a partir do momento que tiver mais aquele sangue nos olhos pra ser um atleta profissional vai ajudar muito.”

Ederson fez ponderações quanto ao sistema na China e que o futebol lá virou uma forma de negócio.

“Existe um grande problema que é o sistema, é muito complicado. O futebol virou muito “business”. Então as vezes não vai ser o melhor treinador, o melhor gestor ou o melhor atleta que vai estar no lugar e sim a pessoa que tiver maior influência. Talvez isso faz com que desacelere o processo. Não é permitido jogadores estrangeiros na base, mesmo que for de uma região próxima, um jogador de Hong Kong não pode jogar as competições.”

ENTREVISTA NA ÍNTEGRA

A parte abordada no texto acima, se encontra entre os minutos 22:15 até 25:08. Confira a entrevista na íntegra, no link abaixo.

 

Foto Destaque: Reprodução/Gilles Sabrie/The New York Times

Leonardo Caíque Miyagui

Sobre Leonardo Caíque Miyagui

Leonardo Caíque Miyagui já escreveu 10 posts nesse site..

BetWarrior


Poliesportiva


Artigos Relacionados

Topo