Antes de tudo, aconteceu nesta sexta-feira (6), a final do torneio feminino das Olimpíadas entre Canadá x Suécia. Assim, o confronto foi bem justo durante o tempo normal. Desta maneira, as canadenses se consagraram campeãs olímpica na disputa de pênaltis, onde venceram por 3 x 2.

ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DE CANADÁ X SUÉCIA

1º TEMPO: EQUILÍBRIO, MAS SUÉCIA SAI NA FRENTE

A princípio, a Suécia iniciou melhor, pressionando a saída de bola do Canadá. Contudo, ao decorrer da partida o jogo foi equilibrando. Assim, as suecas abriram o placar. Aos 34′, Blackstenius recebeu lançamento de Asllani, a atacante chutou sem chance de Labbé fazer a defesa.

2° TEMPO: JOGO SE ENCAMINHA PARA PRORROGAÇÃO

Bem como, dessa vez, foram as canadenses que voltaram pressionando as suecas e chegando com perigo. Como resultado, aos 21′, Fleming deixou tudo igual, depois de um pênalti marcado para as canadenses, após Sinclair sofrer falta de Ilestedt. Ainda assim, o Canadá continuou colocando pressão nas suecas, que diminuíram o ritmo no segundo tempo.

PRORROGAÇÃO

Assim como no tempo normal do jogo, a partida ainda manteve o equilíbrio, apesar do início as canadenses terem pressionado. Ambas tiveram oportunidades de finalizar ao gol, mas o duelo se encaminhou para as penalidades máximas.

DISPUTA DE PÊNALTI

Antes de mais nada, as suecas perderam a primeira cobrança com Asllani, que chutou na trave, enquanto as canadenses marcaram com Fleming. Em seguida, a Suécia acertou as duas cobranças com Björn e Shough. Enquanto o Canadá errou as três seguintes com Lawrence onde a goleira defendeu, já Gilles chutou na trave. Por fim, novamente Lindahl defendeu a cobrança de Leon.

Similarmente, as suecas erraram duas cobranças, primeiro com Seger, que desperdiçou chutando para fora, depois Labbé defendeu a bola de Andersson. Por outro lado, Rose e Grosso marcaram, carimbando o resultado que deu o ouro olímpico para as canadenses.

CANADÁ X SUÉCIA – E AGORA?

Em suma, as canadenses conquistaram seu primeiro ouro olímpico. Como resultado, entraram para um grupo seleto das campeãs, com Estados Unidos, Alemanha e Noruega. Enquanto as suecas ficaram com a segunda medalha de prata. Curiosamente também ficaram em segundo no Rio 2016.

Foto destaque: Divulgação/ Concacaf 

Paula Almeida
Eu sempre gostei do jornalismo, de informar. Resolvi cursar jornalismo, justamente pela área esportiva. Tenho objetivo de ser setorista do Santos, mas sonho também em fazer cobertura de uma Copa do Mundo.