Camisa criativa chama a atenção do Fenerbahçe na Turquia

Bayram Akman, um jovem torcedor do Fenerbahçe, time da primeira divisão turca, chamou a atenção de todos nas redes sociais na última semana. Por falta de condições financeiras para comprar uma camisa do seu time, ele decidiu usar um saco para criar a sua própria.

Repercussão

A ideia de Bayram chamou a atenção dos adeptos dos Canários, que gostaram e apoiaram a causa do garoto. A repercussão foi tanta, que chegou na diretoria do Fenerbahçe que tomou providências. Na partida do fim de semana, contra o Kayserispor, Ali Koç presidente do time, o convidou para assistir a partida na tribuna do estádio Sukru Saracoglu, em Istambul. De quebra, o dirigente do clube presenteou Bayram com o seu objeto de desejo: a camisa listrada do Fenerbahçe.

Algo parecido no inicio do ano

Outro caso parecido com esse da Turquia, é o do garoto afegão Murtaza Ahmadi, que assim como Bayram, utilizou um saco plastico, coloriu com as cores da Argentina e ainda colocou o número e o nome de Messi nas costas. A atitude também chamou a atenção de todos, principalmente do ídolo que o recebeu no Qatar, quando o time fez um amistoso no país, no mês de janeiro.

https://twitter.com/parabolicalucas/status/808643823257534464

O próximo jogo

Em terras turcas, o clube amado por Bayram Akman, volta a campo no próximo dia 16, domingo, para encarar o Konyaspor fora de casa. São três derrotas seguidas dentro de campo, mas até agora a maior vitória do time nessa temporada, foi feita fora das quatro linhas.

Avatar
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados