Caiu em Itaquera, já era

Corinthians e São Paulo se enfrentaram neste domingo, 14, às 17 horas (horário de Brasília), pela 4ª rodada do campeonato paulista de 2016. O clássico aconteceu pela quarta vez na Arena Corinthians e deu Timão pela quarta vez também.

Em um jogo com poucas chances de gols, o duelo acabou se convertendo em entradas um pouco mais duras e discussões e quatro cartões amarelos, dois pra cada lado.

As melhores chances do 1º tempo foram nas falhas da zaga. Por um lado, Bruno Henrique foi tentar cortar o drible de Centurión e chutou em cima do atacante tricolor e a bola quase enganou o goleiro Cássio, que conseguiu mandar para escanteio.

Por outro lado, em um ataque pouco promissor, André resvalou de calcanhar na bola, deixando para Giovanni Augusto, que cercado por Mena e Lucão, nem conseguiu chegar à bola.

Lucão tentou cortar e chutou em Mena, a bola retornou ao zagueiro, que só precisava fazer a cobertura enquanto Dênis saia do gol. Mas o defensor levanta a cabeça e vê a saída do goleiro, mas no reflexo toca a bola pro meio da área, um excelente “passe” para Lucca. O atacante corintiano veio em velocidade e abriu o placar para o time alvinegro.

Em outra oportunidade e erro da zaga, Yago atrasou mal a bola para Cássio e deixou Calleri sozinho na área, mas o atacante são paulino chutou em cima de Cássio.

O técnico do São Paulo, Edgardo Bauza, até tentou mexer no time e colocou Rogério, Caramelo e Kelvin, mas as mudanças não surtiram efeito.

As 41 minutos da etapa final, após escanteio despretensioso cobrado na área por Giovanni Augusto, ninguém tirou e no quicar da bola no chão, o zagueiro corintiano Yago, emendou de cabeça no contrapé do goleiro são paulino Dênis, que nada pode fazer.

Final de jogo, Corinthians 2, São Paulo 0. Com a vitória o Timão permanece 100% na competição, com 12 pontos e lidera o Grupo D. O São Paulo com uma vitória, um empate e sua primeira derrota sob o comando de Bauza, soma 4 pontos com um jogo a menos.

Ambos entram em campo na próxima quarta-feira. O São Paulo recebe o The Strongest, da Bolívia, no Pacaembu e o Corinthians viaja ao Chile onde pega o Cobresal.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1233 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.

BetWarrior


Poliesportiva


Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Comments are closed.

Topo