Caeté x Paragominas – Prognóstico e Palpite – 17/02 – Campeonato Paraense 2022

Antes de mais nada, confira prognóstico e palpite para Caeté x Paragominas, que duelam nesta quinta-feira (17), pela 6ª rodada do Campeonato Paraense 2022. Os times, por fim, entram em campo na Arena São Benedito, o Diogo, partir das 15h30 (horário de Brasília). Portanto, saiba todas as informações dessa partida.

CAETÉ X PARAGOMINAS – DICAS DE APOSTAS, PROBABILIDADES E PREVISÕES

Decerto, o Caeté é favorito a vencer esse jogo contra o Paragominas, atuando em casa. De fato, os mandantes vem fazendo uma campanha positiva, mas com duas derrotas e três vitórias nas cinco primeiras rodadas do Parazão. Por outro lado, a equipe visitante vem se firmando na competição, e está na terceira posição do Grupo A, vencendo um, empatando um e perdendo três.

Últimas 5 partidas

Essa será a sexta partida de ambos na competição estadual. A princípio, o Guerreiro Caeteuara está em 2° lugar do Grupo C com 9 pontos, conquistados em três vitórias e duas derrotas. Em contrapartida, o Paragominas ocupa a 3° posição do Grupo A com quatro na pontuação, registrando uma vitória, um empate e três derrotas.

Retrospecto Caeté x Paragominas

De acordo com site de estatísticas oGol, não existe registro de duelos anteriores entre as equipes.

Últimas notícias das equipes

Os treinadores de ambos os times devem mandar a campo o que tiverem de melhor. Além disso, não há nenhum desfalque de peso. A base da escalação será as duas partidas passadas.

Onde jogam Caetê x Paragominas?

A saber, o jogo acontece no Estádio Olímpico São Benedito, o Diogão.

Quais as casas de apostas recomendadas para Caeté x Paragominas?

De fato, as casas de apostas mais recomendadas são Rivalo, 1xBet e Betano.

Quem é favorito a vencer no jogo Caeté x Paragominas?

Conforme tudo que foi exposto, o resultado mais provável de acontecer nesse jogo é a vitória do Caeté.

Quando será o jogo entre Caeté x Paragominas?

A partida acontece nesta quarta-feira (16), às 15h30 (horário de Brasília).

Foto destaque: Divulgação / FNV

 

 

Tity Marx
Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.