Nacional-URU x Santos – Paulistas tentam garantir a classificação antecipada

- A equipe Santista pode chegar aos 12 pontos no Parque Central e carimbar sua vaga as oitavas de final da Conmebol Libertadores

Nacional – URU e Santos vão se enfrentar nesta terça-feira (01), às 21h30 (Brasília) no estádio Parque Central em Montevidéu pela 5ª rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América 2018. Embalado pela ultima vitória contra o Estudiantes (ARG), o time do técnico Jair Ventura busca mais um triunfo fora de casa para garantir sua classificação para as oitavas de final da competição.

Nacional – URU

Atualmente, o time uruguaio está com 5 pontos no grupo F da Liberadores, e em caso de vitória encima do time alvinegro praiano, o mesmo pode chegar à 8 pontos e depender apenas de suas próprias forças para classificar, na última rodada, contra o Estudiantes, em La Plata, no dia 24 de maio.

(Reprodução/Matilde Campodonico/AP)

Curiosamente, a ultima derrota da equipe do Nacional, foi justamente contra o próprio Santos no dia 15 de Março, de lá para cá, o time do técnico Alexander Medina acumula nove partidas sem derrota e é líder do Campeonato Uruguaio com 35 pontos.

É importante ainda, Lembrar que o time de Montevidéu se classificou na pré-Libertadores eliminando a Chapecoense e o Banfield (ARG) entrando diretamente no grupo do Santos.

PROVÁVEL ESCALAÇÃO: Conde, Fucile, Corujo, Arismendi e Espino (Polenta ou Álvaro González); Zunino, Oliva, Cebolla Rodríguez e Bueno; Viudez e Bergessio. Técnico: Alexander Medina.

Santos

Líder do Grupo, a equipe do técnico Jair Ventura, está ainda embalada pela vitória contra o Estudiantes (ARG) na Vila Belmiro por 2 a 0, válido pela 4ª rodada da Libertadores, deixando muito bem encaminhada sua classificação para as Oitavas de Final.

(Reprodução/Léo Pinheiro/Framphoto)

O Alvinegro Praiano possui sim sua gordura, e pode avançar com um empate no jogo de hoje, desde que haja uma igualdade no placar entre Real Garcilaso e Estudiantes no Peru. Mas o foco é uma vitória que pode deixar os santistas com 12 pontos e brigar pelas melhores campanhas na fase de Grupos.

O Peixe encerrará sua participação contra o Real Garcilaso, na Vila Belmiro ou Pacaembu, na mesma data.

PROVÁVEL ESCALAÇÃO: Vanderlei, Daniel Guedes, Luiz Felipe, David Braz e Dodô; Alison, Léo Cittadini e Jean Mota; Copete, Rodrygo e Gabigol. Técnico: Jair Ventura.

Retrospecto

O time do litoral paulista possui um bom retrospecto jogando em solo uruguaio. Com 6 jogos, o Santos contabiliza 3 vitórias, 2 empates e apenas 1 derrota, sendo uma destas vitórias o título da Libertadores encima do Peñarol em 1962 no estádio Centenário.

Sua única derrota se dá contra o mesmo Peñarol em 1965, onde o time uruguaio deu o troco e venceu os brasileiros por 3 a 2, na semifinal e acabou classificado  para a decisão da mesma competição 3 anos depois.

A última vez que o time da baixada Santista visitou o Uruguai para um jogo de Libertadores foi em 2011, ano em que se consagrou com o tricampeonato sob a liderança de Neymar e Paulo Henrique Ganso. O jogo da final com o Peñarol terminou empatado sem gols, em Montevidéu. Na volta, os brasileiros venceram por 2 a 1, no Pacaembu, e ficaram com o título.

Em números gerais, os confrontos contabilizam 12 jogos, com 4 vitórias do Santos, 06 empates e 02 vitórias do Nacional. O Santos tem 24 gols marcados e 18 gols sofridos com saldo de 6 gols positivos.

Gabriel Alves

Sobre Gabriel Alves

Gabriel Alves já escreveu 11 posts nesse site..

Sou Gabriel Alves da Silva, tenho 21 anos, natural de São Paulo -SP. Desde a infância fui criado muito próximo ao estádio Palestra Itália (hoje Allianz Parque) e com o movimento de torcida e todas as questões familiares, de sair nos domingos a tarde para assistir jogos, fui desenvolvendo meu amor pelo futebol. Hoje em dia, resido em Londrina -PR e a paixão por futebol continua, seja acompanhando a equipe do Tubarão (Londrina Esporte Clube) ou mais diversos campeonatos ao redor do mundo. Além é claro, de ser um apaixonado pela copa do mundo.

BetWarrior


Poliesportiva


Gabriel Alves
Gabriel Alves
Sou Gabriel Alves da Silva, tenho 21 anos, natural de São Paulo -SP. Desde a infância fui criado muito próximo ao estádio Palestra Itália (hoje Allianz Parque) e com o movimento de torcida e todas as questões familiares, de sair nos domingos a tarde para assistir jogos, fui desenvolvendo meu amor pelo futebol. Hoje em dia, resido em Londrina -PR e a paixão por futebol continua, seja acompanhando a equipe do Tubarão (Londrina Esporte Clube) ou mais diversos campeonatos ao redor do mundo. Além é claro, de ser um apaixonado pela copa do mundo.

    Artigos Relacionados

    Topo