Bruce Arena

Nos últimos dias, Bruce Arena, ex-técnico da seleção masculina de futebol dos Estados Unidos, fez uma declaração polêmica sobre a execução do hino nacional em jogos. A princípio, o ex-técnico questionou a relevância de tocar o hino nacional do país em partidas das ligas profissionais.

Em entrevista à ESPN, Arena disse que a execução do hino seria inapropriada. Além disso, ele chegou a dizer que entende o por que, em forma de protesto, alguns atletas se ajoelham durante o momento. Segundo ele, o ato coloca as pessoas em situações embaraçosas.

“Eu questiono por que estamos tocando o hino em eventos esportivos profissionais em nosso país… Isso coloca as pessoas em posições embaraçosas.”

Atualmente treinando a equipe do New England Revolution, Bruce Arena questionou o por que não se utiliza o hino no cinema e na Broadway e em outros eventos do EUA. O treinador completou a frase dizendo que não acha apropriado utilizar em jogos de Beisebol e da MLS.

“Na MLS, a maioria dos jogadores que estão em campo durante o hino nacional são jogadores internacionais. Eles nem são americanos. Então, por que estamos tocando o hino nacional?”, questionou ele.

O técnico estadunidense finalizou a declaração dizendo que é muito patriota mas que acha inadequado. Ele ainda disse que atualmente isto está se tornando um problema muito grande.“Dito isso, quero que seja entendido: sou muito patriota, mas acho que é inadequado. E, hoje, isso está se tornando um problema muito grande.”

Vale a pena relembrar que, na semana passada a Federação de Futebol dos EUA retirou exigência de que os jogadores permaneçam de pé durante o hino nacional. Segundo a Federação, a politica é errada e prejudica o movimento “Black Lives Matter“.

Foto destaque: Reprodução/Trivela

Wevilly Monteiro
A escolha do Jornalismo foi por conta de gostar muito de escrever , ser viciada em telejornais , ouvir rádio, ler muitos sites de notícias desde pequena! Atualmente trabalho com fotojornalismo. Meus principais objetivos no curso é fazer pós-graduação em assessoria, jornalismo esportivo e aprimorar meus conhecimentos fotográficos.

Artigos Relacionados