O atacante Brenner, ex-São Paulo e atualmente no FC Cincinatti, dos EUA, está sonhando com a convocação para a Seleção Brasileira do dia 5 de março. Assim, é quando o técnico Tite chamará os jogadores. Os atletas, então, podem atuar diante de Colômbia e Argentina pelas Eliminatórias Sul-Americanas.

“Sonho em ser convocado para a seleção brasileira, sim. Fiz um belo ano no São Paulo, onde me tornei artilheiro do time na temporada, artilheiro do Maracanã nesse período. Então, creio que fui observado pela comissão técnica e posso ser lembrado. Vou torcer muito para que isso aconteça, quem sabe”, afirma.

Um dia antes, 4 de março, Brenner relembrou os quatro anos do seu primeiro gol oficial pela Seleção Sub-17, pelo Sul-Americano. Dessa maneira, foi onde o Brasil venceu o clássico contra a Argentina pelo placar de 2 x 0.

“Foi um momento único, ainda mais contra um grande rival, que tem muita qualidade e nunca é fácil fazer gol contra eles. Quem sabe um dia eu não possa marcar contra a Argentina novamente, só que pela seleção principal”, contou.

Brenner foi o vice-artilheiro do Tricolor no Brasileirão, com 11 gols e artilheiro do clube na temporada, com 22 gols. Dessa forma, acabou sendo negociado depois do seu primeiro bom ano como atleta profissional. Ao lado de Luciano, Brenner formou boa dupla de ataque responsável por 25 dos 57 gols do São Paulo no Brasileirão.

Revelado pelo próprio São Paulo, o atacante estreou nos profissionais em 2017. Contudo, não teve muito espaço e foi emprestado ao Fluminense em 2019. Voltou em 2020, sob comando de Fernando Diniz, quando estourou, virou titular e também artilheiro. Dessa forma, a estreia de Brenner na MLS deve ser em abril.

Foto destaque: Divulgação/

Lauren Berger
Lauren Berger
Lauren Berger, gaúcha e apaixonada por futebol. Cresci vendo grandes nomes do Brasil em campo e um sentimento especial cresceu em mim. Vi Ronaldinho Gaúcho, Fernandão, Cristiano Ronaldo, Iniesta e foi amor à primeira partida. Estudo na Universidade Luterana do Brasil-RS.

Deixe uma resposta