Brenner quase desistiu do futebol: “Não queria mais esse caminho”

- Desde sua subida para os profissionais, em 2017, jogador tinha poucos minutos jogados
Brenner com a camisa do São Paulo (Foto: sãopaulofc.net)

Brenner é um dos principais motivos para o bom momento que o São Paulo vive nesta reta final da temporada 2020. Assim, o jogador marcou 17 gols e se tornou peça fundamental no esquema ofensivo de Fernando Diniz. Entretanto, o jovem demorou para decolar na carreira, por diversos motivos, e por conta disso, revelou que em certo período quase desistiu do futebol.

O jogador revelou que quase pensou em desistir do futebol em 2019. Na época, Brenner estava atuando no São Paulo e foi emprestado para o Fluminense. 

“Fui emprestado para o Fluminense, tive a oportunidade de conhecer o Diniz, mas depois perdi o foco. Perdi até a vontade de jogar futebol. Pedi até para não ir a jogos, pedi para ficar em casa. Eu ia treinar pensando para onde eu ia depois. Não queria mais jogar bola, não. Tive uma conversa com a minha mãe e falei que eu estava desanimado e que não sabia se queria seguir o sonho de criança, porque não queria mais esse caminho” – afirmou Brenner em entrevista à SPFCTV.

BRENNER E A FALTA DE MATURIDADE

O ”Carisma do gol” revelou que era muito mimado nas categorias de base. Além disso, o fato de ter tido uma carreira meteórica e ter ganho fama chegou a te atrapalhar. Vale lembrar, que em 2017, o jogador era fenômeno no sub-17, onde marcou 28 gols em 11 partidas. Mas, no profissional as coisas demoraram a acontecer, inclusive com o atleta sendo chamado para a disputa da Copinha em 2019, situação rechaçada por Brenner.

“Fui para as férias em dezembro e o São Paulo queria que eu disputasse a Copinha, e eu queria curtir as férias. Eu achava que não devia disputar, não. Naquele momento não tive maturidade” – disse o atacante.

IMPORTÂNCIA DE DINIZ

Então em maio de 2019, o camisa 30 foi emprestado para o Fluminense, de Fernando Diniz e logo começou a ser aproveitado. Logo depois, o técnico foi demitido, mas em 2020, afirmou que contava com o garoto, algo animador para Brenner.

“Recebi a notícia que o Diniz me queria. Aquele dia minha bateria foi recarregada 100%. Prometi para a minha mãe que eu ia me entregar. Eu nunca treino nas férias, dessa vez eu treinei. Falei para a minha mãe: “Vou morar no CT e quero viver e respirar o futebol” – contou.

VEJA MAIS DO SÃO PAULO

Após dificuldades, em 2020 o jogador deslanchou. Dessa maneira, se tornou o artilheiro do São Paulo na temporada com 17 gols. Agora, o atleta foca no confronto contra o Vasco, no próximo domingo (22), no Morumbi, para aumentar seus números. A partida terá transmissão AO VIVO do Futebol na Veia e da Rádio Poliesportiva. 

Foto Destaque: Reprodução/ Miguel Schincariol / saopaulofc.net

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Alexsander Vieira
Quando pequeno, pensava em trabalhar com o futebol, como jogador. Por situações não harmoniosas esse sonho se dissolveu, porém achei outra maneira de continuar no esporte. Foi com as mãos que decidi trabalhar, informar minha nação com os melhores acontecimentos, e sempre ter credibilidade no que passo à frente.Obs: 3 x 0 não é goleada
http://www.radioprado.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Topo