Cicinho

O lateral-direito Cicinho foi uma das surpresas na convocação da seleção da Bulgária. Os convocados entrarão em campo nos jogos contra a Irlanda (3) e País de Gales (6), válidos pela Liga das Nações. Contudo, além do brasileiro, mais 23 jogadores foram chamados pelo técnico Georgi Dermendzhiev.

Dessa forma, com passagens pelo Remo, Juventude, Brasiliense, Ponte Preta e Santos, o atleta de 31 anos está no Bulgária desde 2015. Portanto, adaptado à cidade de Razgrad e à cultura local, o jogador disse que ficou muito honrado com a oportunidade recebida do treinador.

A Bulgária me recebeu de braços abertos. Sou muito feliz aqui, tanto que estou há meia década no país e não pretendo sair daqui. É uma honra ter essa possibilidade de defender as cores búlgaras”, disse Cicinho.

Por fim, o lateral comentou que tem uma boa lembrança da seleção búlgara. Que foi a quarta colocada na Copa do Mundo de 1994.

Eu era criança, mas me recordo daquela grande equipe, liderada pelo craque Stoichkov. Por pouco, não fizeram a final contra o Brasil. Seria um grande encontro entre Stoichkov e Romário, que estavam brilhando pelo Barcelona. Lembrar isso e saber que, agora, eu estarei com a camisa da Bulgária chega a ser inacreditável. É um sonho que estou vivendo”, finalizou.

Foto Destaque: Divulgação

Tathiane Marques
Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.

Artigos Relacionados