Finalmente Copa América vai começar! Nesta sexta-feira (14), Brasil e Bolívia se enfrentarão às 21h30 (horário de Brasília), no Morumbi, pela maior competição entre seleções do continente. De um lado, os anfitriões extremamente questionados, por todos acontecimentos dos últimos meses e seu técnico na corda bamba. Do outro, uma equipe que é nitidamente sonhadora, a final de contas, é uma das piores da região e não deve ser problemas a nenhum adversário.

Brasil

, seu principal jogador, Tite tem a missão de dar mais um título da competição, que não vem desde 2007, com gol heroico de Adriano contra a Argentina. Se depender do último amistoso, contra Honduras, a Seleção vem motivada, até porque não é todo dia que se consegue fazer um 7 x 0. Além de sua principal estrela, o técnico também não contará com o meia Arthur, com dores no joelho direito, dando lugar a Allan ou Fernandinho. Éderson, goleiro reserva, também não estará disponível, com problema na panturrilha.

Em 2019, o Brasil entrou em campo em apenas quatro oportunidades, com números que não colocam tanta confiança no time que entrará no Morumbi. Nessas partidas, a Canarinho fez 13 gols (3.25 por jogo), e sofreu apenas dois (0,5 por jogo). O artilheiro do time no momento é Gabriel Jesus que fez tentos. Aliás, é ele o artilheiro da “Era Tite” com 16 marcados.

Provável escalação: Alisson; Dani Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Filipe Luis; Allan (Fernandinho), Casemiro, Richarlison, Philippe Coutinho e David Neres; Gabriel Jesus. Técnico: Tite.

Bolívia

Ao contrário do rival, a estrela boliviana estará presente. Marcelo Moreno é a grande esperança de gols da La Verde, contra o Brasil. O técnico César Farias conta com ele dentro e fora de campo, pois a equipe sofreu uma forte renovação e a experiência de Moreno pode ser peça fundamental no ambiente. O retrospecto dos bolivianos não é dos melhores, pois nos amistosos que fez visando a competição, conseguiu apenas uma vitória, quatro empates e quatro derrotas, três delas em 2019. O desejo de todos é que isso mude agora.

O selecionado boliviano também fez quatro partidas no ano, e não foi o melhor dos momentos vividos até aqui. O ataque somou apenas dois gols marcados (0,5 por jogo), um deles marcados por Ramiro Vaca e outro contra, no jogo contra Nicarágua. Enquanto isso, a defesa sofreu em seis oportunidades (1,5 por jogo), setor que se torna preocupante para a estreia.

https://twitter.com/fbf_oficial/status/1137125517071659014

Provável escalação: Carlos Lampe; Diego Bejarano, Luís Haquim, Adriano Jusino e Marvin Bejarano; Chumacero, Leonel Justiniano, Samuel Galindo e Erwin Saavedra; Raúl Castro e Marcelo Moreno. Técnico: César Farias.

Retrospecto

Ao todo, Brasil e Bolívia jogaram em 29 oportunidades pela história do confronto. A Canarinho venceu 20 vezes, empatou quatro e perdeu apenas cinco. Como mandante, o time comandado por Tite está invicto, com oito vitórias e duas igualdades. No último duelo, os times não saíram do 0 x 0, jogando na Bolívia, pela penúltima rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

Aposta Indicada

Tendo em vista o poderio ofensivo brasileiro comparado com a fragilidade boliviana, espera-se um jogo de ataque contra a defesa, com a Bolívia buscando os contra-ataques, nas poucas oportunidades que tiverem. Sendo assim, o palpite mais indicado é do vitória brasileira, e a 1XBET está pagando 1.06 pelo resultado.

Odds: 1 (1.06) x (12.50) 2 (41.00)

Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva e sou de Altamira no Pará. Tenho pós-graduação na área de Letras, mas a paixão mesmo é o futebol e o jornalismo, tenho como ídolos ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning e Vitor Sérgio Rodrigues. Sou deficiente físico, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, Enfim! Sonho em fazer um passo a cada dia, um melhor do que o outro.

Artigos Relacionados